sábado, julho 05, 2008

Obrigadinho Senhor Presidente…

O principal argumento usado por Cavaco Silva para convencer os portugueses a elegerem-no Presidente da República foi o seu conhecimento da economia, por inúmeras vezes foram invocados com a promessa de os usar para ajudar os governos. Que melhor oportunidade para usar esses conhecimentos do que a complexa situação económica internacional que o país enfrenta?

É evidente que Cavaco Silva não vai ajudar nem este nem nenhum governo a não ser que seja um governo de Manuela Ferreira Leite, a candidata em cuja eleição Cavaco Silva esteve envolvido, segundo noticiou o Expresso apesar do desmentido da Presidência da República que levou aquele jornal a manter a acusação.

A verdade é que desde que foi eleito Cavaco Silva esteve a tratar da sua vidinha, ou seja, a gerir a sua própria imagem, mais a pensar no segundo mandato do que nos interesses do país. Nos primeiros tempos ainda se meteu nas coisas da governação, promovendo pactos entre o PS e o PSD, mas desde que este partido deixou de ser liderado por “boa moeda” deixou-se disso, iniciando um ciclo de namoro com Sócrates que parece ter terminado com a escolha de Manuela Ferreira Leite para a liderança do PSD.

Compreende-se o embaraço de Cavaco Silva, se elogia Sócrates enterra Ferreira Leite, se critica Sócrates é acusado de favorecer a sua “gata borralheira”. Sócrates defende as obras, Ferreira Leite diz que não há dinheiro e o que faz Cavaco Silva? Lembra-se que uns autarcas ali dos lados de Alter o visitaram propondo duas pequenas estradas e aproveitou para chamar a atenção para estas obras. Mata três coelhos com uma cajadada, conquista o coração dos alentejanos que nem com poejos o engoliriam no passado, põe em causa o governo sem o referir directamente e dá uma ajudinha à “gata borralheira”.

Cavaco não disse o que pensa, não usou dos seus “vastos” conhecimentos de economia, limitou-se a fazer política fácil, mais virada para a gestão da sua imagem do que a pensar no país. Compreende-se, Cavaco percebeu que precisa de ultrapassar incólume esta crise económica, para isso afasta-se convenientemente do governo que prometeu ajudar (ainda que ninguém lho tivesse pedido), limita-se a umas evasivas, a ir ver o papa ou a lançar a confusão com pequenas inutilidades ideológicas como o dias da raça (curiosamente, Manuela Ferreira Leite veio agora compor o ramalhete dizendo que a família serve para procriar).

Obrigadinho pela ajuda senhor Presidente, não é maior do que a ajuda dada ao país pelo presidente da minha Junta de Freguesia, mas agradeço na mesma. Mas aproveito para lhe dizer que não tenciono votar em si, que nem que alguém me mande tapar os olhos no momento de inscrever a cruz no boletim de voto. O país não precisa de um presidente que vai ajudando aqui e ali em função de objectivos pessoais ou partidários, o país carece de um presidente isento e ambicioso que use os poderes presidenciais a pensar no futuro do país e não no seu futuro pessoal.

Umas no cravo e outras tanta na ferradura -

FOTO JUMENTO

Testando a nova objectiva Canon 100-400 d'O Jumento
Avião PH-BGB Boeing 737-8K2 da KLM

IMAGEM DO DIA

[Susan Biddle-TWP]

«10,500 shoes tied together and lined up end to end at National Geographic headquarters to set a Guinness World Record for the Longest Chain of Shoes. NGS Kids magazine, like 8-yr old Peter Wajda, collected used shoes from readers across the country which will eventually be used to surface basketball courts. » [Washington Post]

JUMENTO DO DIA

Sentido de oportunidade de Cavaco Silva

Cavaco Silva deve ter reparado em Manuela Ferreira Leite a ficar engasgada depois de ter prometido tirar dinheiro às obras públicas para o distribuir pelos pobres. É evidente que não poderia vir logo em sua ajuda, esperou uns dias e foi ao Alentejo dizer que não se poderia esquecer as autarquias e investir em obras públicas. Primeiro a líder do PSD disse que o dinheiro deveria ser para os pobres, depois disse que não há dinheiro, agora é Cavaco que diz que não podem esquecer o interior. No que ficamos? Há dinheiro ou não há? É para dar aos pobres ou às autarquias? O cavaquismo não se entende.

DUAS IMAGENS QUE DEDICO AO SENHOR JERÓNIMO DE SOUSA

[Associated Press]

«Zimbabwean opposition party members and their relatives have camped outside the American Embassy in the capital, Harare. James McGee, the United States ambassador, said about 200 people are seeking refuge at the embassy.» [The New York Times]

«Ingrid Betancourt, left, the French-Colombian politician who was held hostage by leftist guerrillas embraced her daughter, Melanie, upon her arrival at a military base in Bogota, Colombia. Ms. Betancourt was reunited with her children after six years in captivity, saying the thought of them helped her stay alive until a daring rescue plucked her and 14 other hostages from the jungle on Wednesday.» [The New York Times]

Será que a próxima Festa do Avante contará com os amigos da Farc e do Zimbabue na Cidade Internacional dos traficantes, ditadores e outros facínoras?

O comunicado de ontem do PCP foi uma vergonha para a esquerda de todo o mundo, comparar guerrilheiros prisioneiros com raptos de civis ou de personalidades sem ligação ao poder é algo que nunca esperei ver no PCP, apesar dos antecedentes da invasão da Checoslováquia, estava convencido de que os tempos tinham mudado, mas enganei-me. Tratar como prisioneiros de guerra civis raptados por gangs de criminosos que depois os vendem às FARC é mesmo demais.

Calculo que o PCP esteja incomodado, nunca deu o mais pequeno sinal de solidariedade com os raptados, nem mesmo com um luso descendente, preferiu chamar fascistas aos que criticaram a presença dos narco-guerrilheiros das FARC na festa do Avante do que enfrentar a realidade. Agora é natural que os seus dirigentes se sintam incomodados ao ponto de emitirem um comunicado vergonhoso para tentarem justificar o injustificável.

O DIRECTOR DO PÚBLICO NÃO LÊ AS NOTÍCIAS

Quando as notas a matemática foram altas foi um regabofe de críticas ao ministério da Educação. O jornal Público até fez o disparate de dar ao tema honras de primeira página, onde colocou uma imagem ridícula, e o seu director dedicou ao tema um editorial onde lançava insinuações ao departamento responsável pelos exames, insinuações que punham em causa a honorabilidade dos seus membros.

Agora que os resultados dos exames da disciplina de português foram no sentido contrário, nem se ouviram as tradicionais preocupações com o mau uso que os jovens dão ao português, foi o silêncio total. É caso para dizer que José Manuel Fernandes, director do Público, não lê as notícias, ou só lê as que lhe interessam ou, seguindo os seus raciocínios em relação a terceiros, só lê as que o patrão manda ler.

MEMBRO DA CLASSE POLÍTICA DOMINANTE

«Osite resistir.info faz propaganda do PCP. Ontem, resistir.info comentava a libertação de Ingrid Betancourt como a de "um membro da classe política dominante." O resistir.info não gostou da libertação de Ingrid Betancourt. E é com todo o direito que o diz - a liberdade de expressão não foi inventada só para a gente de bem. Eu apresentaria Ingrid Betancourt de outra forma: uma democrata. Uma democrata com provas dadas que não devem nada às de nenhum, nenhum, dos 230 deputados portugueses. Cada um destes 230 "membros da classe política dominante" portuguesa, do CDS ao Bloco de Esquerda, deveria perguntar a todos os colegas: "Merece algum de nós passar 2323 dias preso, no mato e acorrentado, só por ser democrata ?" Depois de ler resistir.info suspeito que haja políticos que diriam que sim. Cada deputado português merece saber que colegas pensam assim. Pelo menos para não lhes sorrir da próxima vez que beberem um bica na cafetaria do parlamento. » [Diário de Notícias]

Parecer:

Por Ferreira Fernandes.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

A IMPORTÂNCIA DE SER RETRÓGRADA

«Em entrevista à TVI, entre proclamações do género "nem mais uma obra pública para Portugal", e "ainda não sei bem por onde vou mas sei que não vou por onde vai o Governo vá o governo por onde for", a nova líder do PSD assumiu não ser "suficientemente retrógrada para ser contra as relações homossexuais". Porém, para o caso de alguém a tomar por modernaça (coisa, que, depreende-se, atentará muito contra a sua particular ideia de credibilidade) Manuela Ferreira Leite certificou que, afinal, defende que estas relações devem ser discriminadas: "Pronuncio-me, sim, sobre o tentar atribuir o mesmo estatuto àquilo que é uma relação de duas pessoas do mesmo sexo igualmente ao estatuto de pessoas de sexo diferente (…) Admito que esteja a fazer uma discriminação porque é uma situação que não é igual. A sociedade está organizada e tem determinado tipo de privilégios, tem determinado tipo de regalias e de medidas fiscais no sentido de promover a família."» [Diário de Notícias]

Parecer:

Por Fernanda Câncio.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

DOCENTES FIXADOS À ESCOLA

«O Governo pretende fixar cada vez mais os professores às escolas e nesse sentido foi ontem anunciado que os Quadros de Zona Pedagógica (QZP) serão progressivamente extintos, ficando os docentes vinculados aos agrupamentos escolares. A medida afecta 34 mil professores e será posta em prática no próximo concurso de colocação de professores, em Janeiro de 2009.» [Correio da Manhã]

Parecer:

A posição mais curiosa foi da Fenprof, como as ordens do avô Boca Doce são para falar mal de tudo os seus responsáveis ficaram engasgados e não comentaram.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se à Fenprof se já tem opinião.»

"HOMEM" DEU À LUZ UMA MENINA

«Conhecido como o "homem grávido", Thomas Beatie deu à luz uma menina no hospital de Bend, a cidade onde vive no estado americano do Oregon. Nascido Tracy Lagondino, há dez anos este iniciou um processo de mudança de sexo, mas apesar da barba que a testosterona lhe deu Beatie manteve os órgãos reprodutores femininos, o que lhe permitiu engravidar. Apesar de não terem sido divulgados pormenores sobre o parto, uma fonte hospitalar disse ontem à televisão ABC ter decorrido de forma natural e acrescentou: "É uma bebé muito bonita".» [Diário de Notícias]

MANUELA FERREIRA LEITE VAI GANHAR COMO VICE-PRIMEIRA-MINISTRA

«Manuela Ferreira Leite irá ter direito a um ordenado como presidente do PSD, soube o DN. E não será a única: o secretário-geral, Luís Marques Guedes terá também direito a ser remunerado pelas suas funções partidárias. A decisão de recuperar o vencimento para o líder do partido foi esta quarta-feira apresentada ao Conselho de Jurisdição Nacional (CJN), presidido por Nuno Morais Sarmento, e deverá agora ter que ser ratificada em Conselho Nacional.» [Diário de Notícias]

Parecer:

Já se percebeu o trabalho árduo que Ferreira Leite tem tido a arrumar o PS.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a MFL se vai acumular com alguma pensão.»

NUNO ÁLVARES PEREIRA VAI SER CANONIZADO

«Os decretos que reconhecem o milagre atribuído ao Beato Nuno de Santa Maria - mais conhecido dos portugueses como o Condestável Nuno Álvares Pereira, herói da Batalha de Aljubarrota - promulgados ontem pelo Papa Bento XVI, são publicados hoje em O Observatório Romano, o jornal oficial da Santa Sé. A canonização pode realizar-se "daqui a um ano", disse o cardeal Saraiva Martins ao DN, o prefeito para a Congregação da Causa dos Santos (CCS). » [Diário de Notícias]

Parecer:

Digamos que o cardeal Saraiva Martins mete mais cunhas por Portugal do que Durão Barroso, se da UE não levamos nada do Vaticano sempre se recebem uns santinhos.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento ao ilustre Cherne.»

METADE DOS PORTUGUESES ESTÃO VULNERÁVEIS À POBREZA

«O coordenador da investigação, Alfredo Bruto da Costa, salientou que este indicador mostra que a pobreza em Portugal é mais extensa do que reflectem as taxas anuais, que rondam os 18%, e só apanham metade do fenómeno. Por outro lado, realçou o carácter persistente da pobreza - mais de metade das famílias que passaram dificuldades, estiveram nessa situação durante três ou mais anos, e 6,5% durante todo o período estudado. Para Alfredo Bruto da Costa, estes dados mostram que os pobres não são sempre os mesmos, mas que o fenómeno se mantém, "uma distinção fundamental para compreender a pobreza em Portugal", diz.» [Diário de Notícias]

Parecer:

Sempre é melhor estar vulnerável à pobreza do que ser pobre.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Registem-se as conclusões do estudo.»

EXAMES RETOMARAM A "NORMALIDADE"

«A média de notas no exame de Português do 12º deste ano ficou abaixo dos 10 valores pela primeira vez em três anos, situando-se nos 9,7 valores face aos 10,8 de 2007.» [Jornal de Notícias]

Parecer:

Desta vez nem políticos nem o jornal do Belmiro repararam na notícia.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao director do Público se teve conhecimento.»

PINTO MONTEIRO DIZ QUE CORRUPÇÃO É UM FENÓMENO RECENTE

«O procurador-geral da República, Pinto Monteiro, enalteceu em Braga, o papel da Comunicação Social na denúnica da corrupção em Portugal, nos pós-25 de Abril. Considerou que a liberdade de imprensa é "fundamental" para denunciar a corrupção, um problema que, de resto, disse ser um "relativamente recente no país". » [Jornal de Notícias]

Parecer:

Deve ter sido uma piada.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Diga-se ao Procurador-Geral que tem jeito para contar piadas.»

"OS" DAS CALDAS ESTÃO EM RISCO

«Francisco y Casilda Figueiredo están entre los últimos exponentes de una cerámica portuguesa muy original, los penes decorativos, una tradición que podría desaparecer en pocos años si nadie toma el relevo de este matrimonio de alfareros sexagenarios.

Desde hace más de tres décadas, la pareja ha realizado 'miles de miembros' masculinos, de todos los tipos y colores. Botijos, tazas, ceniceros, jarras, botellas... son exportados cada año a Alemania, Francia o EE UU.» [20 Minutos]

O JUMENTO NOS OUTROS BLOGUES

  1. "A Sombra do Convento" e o "Dar à Tramela" dão destque ao post "ao mau 'cagador' até as calças empatam".
  2. O "PS Lumiar" publica o post "¿Porque no [hablas] te callas Manuela?".
  3. O "Cu-Cu" apreciou a fotografia de Dmitry Loshagin.
  4. O "Aberratio Ictus", o "Pensamentos" e o "Cogir" dão destaque ao post "¿Porque no [hablas] te callas Manuela?".

FOTOGRAFIAS TIRADAS DESDE COCKPITS DE AVIÕES [Link]

"CHEERLEADERS" RUSSAS [Link]

GUERRA CIVIL DE ESPANHA: RECORDAR AS "13 ROSAS"

«Tras la caída de Madrid en manos de las tropas franquistas y el fin de la guerra, las Juventudes Socialistas Unificadas intentaron reorganizarse clandestinamente bajo la dirección de José Pena Brea, de 21 años. Tras el golpe de Estado del coronel Casado y el fin de la guerra, los dirigentes del PCE y las JSU habían abandonado España, dejando la organización en manos de militantes poco significados, los cuales, esperaban, podrían pasar más desapercibidos. José Pena, secretario general del comité provincial de las JSU, fue detenido por una delación, y obligado mediante torturas a dar todos los nombres que sabía y firmar una declaración preparada. Roberto Conesa, policía infiltrado en la organización, colaboró también en la caída de la organización (Conesa fue posteriormente comisario de la Brigada Político-Social franquista y ocupó un cargo importante en la policía durante los primeros años de la democracia). La práctica totalidad de la organización clandestina cayó de este modo, sin apenas posibilidad de reorganización. La mayor parte de los detenidos aún no había tenido tiempo de integrarse en la organización clandestina o apenas acababan de hacerlo. A la captura de los militantes ayudó el hecho de que los ficheros de militantes del PCE y las JSU no habían podido ser destruidos, debido al golpe de Estado del coronel Casado, y fueron incautados por los franquistas al tomar Madrid. Entre los detenidos se hallaban las Trece Rosas, que fueron arrestadas y conducidas a instalaciones policiales, donde fueron torturadas, y después a la cárcel de mujeres de Ventas, una cárcel construida para 450 personas en la que se hacinaban 4.000.» [Wikipedia]

WORTH 1000: HOW DO YOU HIDE AN ELEPHANT? [Link]

NICKOLAI POZDEEV

HANSAPLAST

sexta-feira, julho 04, 2008

Ao mau 'cagador' até as calças empatam


Antes da Colecção Berardo ter sido exposta no CCB nunca ouvi qualquer discussão pública sobre as exposições itinerantes que por ali passavam, nunca ouvi falar das suas estatísticas, interesse cultural ou custos. Vem isto a propósito de um comentário de Miguel Sousa Tavares que ouvi ontem, o comentador lá desancou sobre utilização do espaço que é usado em exclusivo pela colecção do ricaço madeirense. Fiquei a pensar que por cá são muitos os maus “cagadores” a quem até as calças empatam. Que eu saiba Berardo ganha menos com a exposição do que Miguel Sousa Tavares com os comentários na TVI, alguns dos quais dedicados a este tema.

É um problema nacional este de termos por cá demasiada gente para quem tudo está mal, incapazes de encontrar algo de positivo nos “outros, enfim, maus “cagadores”.

Veja o que se passa na política, está tudo mal, se o governo aumenta o IVA está mal, se baixa está igualmente mal, se mantém o IMI a Manuela Ferreira Leite fica escandalizada, se baixa o IMI o Alexandre Ruas fica indignado. Está sempre tudo mal, nada é bem feito, nenhuma medida é positiva, se resolve o problema do défice a Manuela conclui que estamos de tanga, se quer reduzir a precaridade o PCP diz que quer facilitar o desemprego.

A generalidade da nossa classe política, sem excepção, é formada por maus “cagadores” o mesmo sucedendo com boa parte dos nossos comentadores. Veja-se por exemplo o caso de Medina Carreira, que até já foi ministrodo PS, alguma vez disse bem de um governo ou encontrou algo de bom no país? E o que dizer de Vasco Pulido Valente, que até chegou a deputado da Aliança democrática, ainda não encontrou ninguém (além de Paulo Portas) de quem falar bem.

Este país está cheio de maus “cagadores” a quem até as calças empatam!

Umas no cravo e outras tanta na ferradura

FOTO JUMENTO

Alfama, Lisboa

IMAGEM DO DIA

[Stringer/Reuters]

«Un homme cherche du charbon utilisable parmi les déchets d'une mine de Shanxi, Chine, le 1er juillet 2008.

En cliquant ici, retrouvez le reportage sur les mineurs chinois réalisé par Samuel Bollendorff, photographe de l'agence Oeil Public. » [20 Minutes]

JUMENTO DO DIA

Um senhor pouco solidário

Alexandre Ruas, autarca do PSD e presidente da Associação Nacional de Municípios, sabe muito bem que a reforma do património foi feita durante um governo do seu partido, sabe também que a reforma previa o reajustamento das taxas do IMI, ouviu Manuela Ferreira Leite lembrar isso e referir os aumentos excessivos desse imposto. Sabe tudo isto mas acha que todos os impostos podem ser mexidos menos este porque financia as autarquias. Este senhor é muito menos caridoso e solidário que a presidente do seu partido.

NO AVANTE DESTA SEMANA

Fiquei a saber que para o PCP os talibans, os que em tempos ajudaram a correr com o exército de Brejenev, são "resistentes". Por este andar o Bin Laden ainda aparece a dar autógrafos na "cidade internacional" da Festa do Avante:

«Mas as acções da resistência são cada vez mais espectaculares e ousadas. O professor de Ciências Políticas Martin Baraki explica numa entrevista ao órgão do Partido Comunista Alemão, «Unsere Zeit» (20.06.09), que a libertação de quase um milhar de presos políticos e de resistentes afegãos da prisão de Kandahar não teria sido possível sem a colaboração da guarnição militar responsável pela sua protecção.» [Avante]

A POSIÇÃO OFICIAL DO PCP SOBRE A LIBERTAÇÃO DE INGRID BETANCOURT

Mais hipocrisia é impossível, só mesmo o PCP pode considerar que civis raptados e guerrilheiros presos devem ter o mesmo estatuto, para não referir que muitos destes "guerrilheiros" não passam de narco-traficantes. Pelos vistos a pressão dos jornalistas foi tanto que o PCP foi obrigado a produzir um comunicado, algo que não fez a propósito da forma como o seu velho amigo Mugabe "ganhou" as eleições:

«Em resposta a várias solicitações dos órgãos de comunicação social sobre a posição do PCP a propósito da operação de resgate de Ingrid Bettencourt por parte do exército nacional na Colômbia, o PCP considera o seguinte:

1. O resgate de Ingrid Bettencourt após um período em que esteve prisioneira na selva colombiana, coloca em evidência a gravidade da situação em que se encontram centenas de prisioneiros em ambos os lados do conflito e a necessidade de encontrar uma solução humanitária entre as partes.

2. Os complexos problemas em presença, exigem uma solução política e negociada de um conflito que se arrasta há mais de 40 anos sem solução, situação que é em si, inseparável da política de agravamento da exploração e de terrorismo de estado praticada pelo governo neo-fascista de Uribe, conforme tem vindo a ser denunciado pelas forças progressistas e democráticas da Colômbia.

3. O Povo colombiano poderá continuar a contar com a solidariedade dos comunistas portugueses na sua luta contra a opressão e exploração, pela justiça social, pela democracia e soberania nacional. »

Pelo último ponto está visto que os narco-guerilheiros vão ter a sua banquinha na Festa do Avante, na cidade dos ditadores e outros sacanas, a que o PCP designa por Cidade Internacional.

EXERCÍCIOS DE PROPAGANDA

«Com um sentido de oportunidade único, o dr. Pinho decidiu passear por vários supermercados para nos mostrar os efeitos fabulosos que a descida de um ponto no escalão mais alto do IVA teve no bolso dos consumidores - sobretudo no dos "mais necessitados". Rodeado de produtos que não são afectados pela alteração do imposto, como explicou, ontem, no PÚBLICO, Paulo Ferreira, o ministro apresentou-se resplandecente ao país, recheado de boas notícias e de óptimos resultados: graças aos superiores méritos do Governo, os portugueses, depois de apertarem o cinto durante três anos, podem agora desforrar-se e poupar meia dúzia de cêntimos na compra de um amaciador ou mesmo de um de um detergente (embora, por razões misteriosas, o preço do Super Pop Maçã se mantenha igual, imune à boa vontade do primeiro-ministro).Atento à crise social (que o discurso oficial, diga-se de passagem, tem relutância em aceitar), o dr. Pinho escolheu as grandes superfícies comerciais para fazer passar a sua radiosa mensagem: o esforço de consolidação orçamental não foi em vão, os consumidores - "sobretudo os mais necessitados" - podem dar-se por satisfeitos e as empresas que diligentemente se aplicaram na concretização deste súbito apoio social devem ser vistas "como exemplo" a seguir por todas as outras que se apropriam das vantagens que se escondem por trás da descida do IVA. » [Público assinantes]

Parecer:

Constança Cunha e Sá.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Afixe-se.»

A OPERAÇÃO BRISA SUAVE CHEGA À MEDIA CAPITAL

«Os magistrados do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) estiveram ontem a fazer buscas no grupo Media Capital e na casa do ex-administrador Miguel Pais de Amaral no âmbito da ‘Operação Furacão’. Segundo apurou o CM, as diligências estão relacionadas com o processo de aquisição de diversas empresas antes de 2005 e respectivo enquadramento fiscal com recurso à utilização de offshore. A Media Capital não tem processos de execução fiscal activos e tem cumprido a tempo o pagamento dos impostos.» [Correio da Manhã]

Parecer:

Enfim, o crime económico a ser tratado com luvas brancas.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aguardemos pelos resultados.»

GOVERNO COLOMBIANO ENFIOU O BARRETE ÀS FARC

«De acordo com o ministro da Defesa colombiano, Juan Manuel Santos, os reféns foram resgatados depois de os militares se terem conseguido infiltrar ao mais alto nível nas FARC. "Como os sequestrados estavam divididos em três grupos, conseguiu-se que se reunissem num só sítio e que se facilitasse o seu transbordo para o Sul do país, para que, supostamente, ficassem directamente às ordens de Alfonso Cano", que substituiu o fundador da guerrilha, Manuel Marulanda, após a sua morte, em 26 de Março.

Os guerrilheiros que tinham os reféns em seu poder foram informados que estes seriam transportados num helicóptero de uma organização não governamental. "Coordenou-se também que César e outro dos membros do seu grupo viajassem, pessoalmente, com os sequestrados, para entregá-los a Alfonso Cano", disse Santos. César foi neutralizado quando o helicóptero, na realidade do Exército Nacional, levantou voo da margem do rio Apaporis, entre a região do Guaviare e Vaupés. » [Diário de Notícias]

Parecer:

Gostei de ver os narco-guerrilheiros amigos de Jerónimo de Sousa a enfiarem o barrete.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento a Jerónimo de Sousa.

DIMINUIÇÃO NO TRABALHO INFANTIL

«No espaço de uma década, Portugal reduziu de forma significativa o número de casos de menores em situação de exploração do trabalho infantil. Passou de cerca de 48 mil menores em situação de actividade económica, dos quais 28 mil estavam sujeitos a trabalho infantil e 14 mil em actividades perigosas, para um número residual. Em 2006, segundo dados da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT), foram detectados apenas treze menores, com idades entre os 11 e os 15 anos, em situação ilícita.» [Diário de Notícias]

Parecer:

De vez em quando ouve-se uma boa notícia.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Registe-se o facto.»

FERNANDO RUAS DISCORDA DE FERREIRA LEITE?

«"Achamos normal, até desejável, que se tomem medidas para agradar aos cidadãos, mas o que não percebemos é porque razão se faz uma redução com dinheiro alheio", afirmou Fernando Ruas. O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) comentava o anúncio feito, esta quarta-feira, pelo primeiro-ministro, em entrevista à RTP, que disse iria propor ao parlamento medidas concretas para travar o aumento do Imposto Municipal de Imóveis (IMI).» [Jornal de Notícias]

Parecer:

Há poucos dias Manuela Ferreira Leite defendeu a correcção do IMI, mas Fernando Ruas nem deve ter reparado.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento a Fernando Ruas da posição do seu próprio partido.»

CIP CRITICA FERREIRA LEITE

«Francisco Van Zeller, presidente da CIP (Confederação da Indústria Portuguesa), reagiu ontem com preocupação às declarações de Manuela Ferreira Leite que, em entrevista à TVI, disse que "não há dinheiro para nada", e lamenta que a nova líder do PSD não tenha exigido que o Governo torne público os benefícios das obras que tem em carteira. "A dr.ª Manuela Ferreira Leite só falou do custo, não falou dos benefícios que são também importantes", declarou o presidente da CIP, dando nota que, perante "a falta de dinheiro que existe, é fundamental que os portugueses saibam quais são os custos completos e respectivos benefícios de cada uma das obras".» [Público assinantes]

Parecer:

A líder do PSD nem à direita agrada.

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento à presidente do PSD.»

MORREU O VIZINHO DO REI DA BÉLGICA

«Un marroquí vagabundo que había improvisado una cabaña al lado del palacio real belga, y que se había hecho famoso en el país como el "vecino del rey" Alberto II, ha sido encontrado muerto en su chabola, según informan los medios belgas.

Anoche, dos personas encontraron el cuerpo de Elhassan Ougfa, cuando le llevaban agua y pan. La policía sospecha que se ahorcó unos días antes.

Ougfa, al parecer inmigrante sin papeles, vivía desde hacía más de un año en una cabaña que había construido él mismo con cartón, ramas y plástico al lado del palacio y le había instalado una mini mezquita, un aseo, una ducha, un pozo de agua y un horno.» [El Pais]

O JUMENTO NOS OUTROS BLOGUES

  1. O "Activismo de sofá" sugere o post "¿Porque no [hablas] te callas Manuela?"
  2. O "Vento quente de mudança" pescou o artigo "Fio da meada", de Rui Ramos, publicado no Público.
  3. O "Estado Sentido" passou a constar na lista de links.
  4. O "Território do Caporal" pescou uma imagem de Arraiolos d'O Jumento.

RAY LEUNG

CLIMA