terça-feira, agosto 01, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura



 Jumento do Dia

   
Nuno Magalhães, os disciplinador social

Primeiro foi o Ventura do PSD com os ciganos, agora o CDS aproveita-se das alterações nas regras do RSI para iniciar uma guerra contra os pobres que não se querem inserir socialmente, segundo o padrão do CDS e por isso merecem morrer á fome. à falta de mortos devido aos incêndios e sem ideias para a campanha autárquica da sua líder, o CDS agarra-se desesperadamente a uma qualquer bóia de populismo que lhe seja atirada. Este CDS é cada vez mais cristão, andou todo o mês de julho a aproveitar-se dos mortos para ganhar uns votos, agora agarra-se á miséria humana e ao tema recorrente do rendimento mínimo para conseguir mais uns votos. Se ser cristão é isto, prefiro ser ateu se deus quiser.

«O CDS-PP vai agendar para setembro a apreciação parlamentar do decreto-lei que alterou o regime do Rendimento Social de Inserção (RSI), em vigor desde sábado, e propor mudanças "cirúrgicas", considerando que o novo regime favorece "a balda total".

Em conferência de imprensa no parlamento, o líder da bancada do CDS-PP, Nuno Magalhães, considerou que as alterações ao regime jurídico do RSI, em vigor desde sábado, são "um erro e um retrocesso inaceitável em matéria de política social".

O deputado adiantou que o CDS-PP quer agendar para o início de setembro a apreciação parlamentar que entregará no parlamento durante o mês de agosto e que apresentará um conjunto de "alterações cirúrgicas" ao diploma, visando mais "fiscalização e rigor".» [DN]

blog comments powered by Disqus