domingo, maio 17, 2015

Semanada

Paulo Portas juntou-se a Passos Coelho para celebrarem um ano de troika sem troika. Esperemos que cavaco Silva não fique ofendido pois sem ele a toika lusa ficou incompleta.  Quanto aos festejos nacionais pela saída da troika terão de esperar pelas eleições presidenciais pois a anão ser que a natureza tenha um momento de generosidade teremos de esperar pelas eleições para ver Cavaco pela Costas.

À  ministra da Administração Interna não bastou livrar-se de um secretário de Estado que ainda não estava demitido e já tinha as malas arrumadas, a ministra precisou de desancar no seu antecessor para se afirmar e como se isso ainda não bastasse mentiu dizendo que não havia qualquer reforma orgânica das polícias.

O país parece ter sido assolado por uma vaga de buylling e para além dos tristes factos ocorridos na Figueira da Foz e em Salvaterra de Magos assistiu-se a mais um momento de agressões humilhantes de Passos Coelho a Paulo Portas. A reacção do líder do CDS devia merecer a atenção dos psiquiatras pois parece que neste caso a vítima gosta das agressões. Tendo em conta a idade do agredido pode-se até pensar que não se trata de buylling mas sim de masoquismo.
  
O país ficou a saber que se pode chamar tudo a quem quer que seja bem como fazer ameaças mais ou menos veladas pois no novo entendimento da Procuradoria-Geral da República tudo isso não passa de manifestações de liberdade de expressão. Esperemos agora em que futuras situações o MP sigam o mesmo critério para que não se pense que os magistrados beneficiam de um Código Penal mais tolerante.
blog comments powered by Disqus