sexta-feira, maio 01, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



 1.º de Maio de 1975, Imagens de Amadeu Moura

 photo Maio-13_zpsydkadpeb.jpg

 photo Maio-12_zpszicvmn4b.jpg


 photo Maio-08_zpscnjchlry.jpg

 photo Maio-07_zps58pzhzru.jpg

 photo Maio-09_zps2i4vr153.jpg
  
 photo Maio-11_zpsfutl52ap.jpg
  
 photo Maio-04_zpsysivfp3z.jpg

 photo Maio-06_zps7t228svi.jpg

 photo Maio-05_zpsazc7rdbm.jpg

 photo Maio-03_zpsrmexncor.jpg

 photo Maio-02_zpsvofjptd9.jpg

 photo Maio-01_zpsliclmbh8.jpg

 photo Maio-14_zpspugj4alk.jpg

 Foto Jumento


 photo _mastro_zpsgpmr0wli.jpg

Chafariz do Largo do Mastro, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Sérgio Monteiro
Este secretário de Estado deve ter um espelho que o engana e ainda não reparou que quanto mais fala maior é a vontade dos pilotos de aderirem à greve.

«Os avisos do Governo em relação à greve de 10 dias dos pilotos da TAP continuam, agora com números. O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, admite que os problemas financeiros causados pela paragem podem levar a despedimentos de 30% a 40% dos trabalhadores.

“Se o impacto da greve for aquele que está estimado, a TAP não é a mesma no dia 16 de maio”, disse, esta quarta-feira à noite, na SIC. É o dia seguinte ao prazo limite decretado pelo Governo para a receção de propostas de compra da empresa portuguesa. “As propostas podem ser melhores, piores ou nenhumas, consoante o que acontecer nos próximos 10 dias”, avisou.

Se o prejuízo levar a transportadora aérea a falhar compromissos, encerra. “A empresa tem de ser profundamente reestruturada. Não há outro caminho. A reestruturação é feita nos moldes que a Comissão Europeia nos deixar”, disse à SIC, em declarações citadas pela Renascença.» [Observador]

  A nova cruzada de Paula Teixeira da Cruz

Enoja-me ver esta senhora incompetente tentar esconder o seu rasto de incompetência atrás de uma cruzada contra a pedofilia, usando a defesa das vítimas em proveito próprio.

Não seria boa ideia o Marco António propor a criação de um Conselho da Justiça que teria por função avaliar previamente os disparates desta senhora?

 Palpite

A direita levou um pequeno beliscão no caso dos Vistos Gold, a esquerda que se cuide pois sempre que a direita leva um beliscão a justiça torce o pescoço a alguém à esquerda. Vai uma aposta?

 Lotopegui - Jorge Jesus Side Story


  
 Os 20% da TAP que os pilotos querem

Todos questionam o direito dos pilotos a 20% da TAP, algo que fez parte de um acordo nos tempos de Guterres, com João Cravinho em ministro da tutela. Mas ninguém refere quais as contrapartidas que os pilotos terão aceite e se as mesmas foram cumpridas.

 Uma pergunta ao presidente do Tribunal de Contas

Depois da auditoria feita ao Tribunal Constitucional será desta que o Tribunal de Contas vai auditar as despesas exageradas da Presidência da República e em particular das suas viagens com visitas a locais como a Capadócia?


 Reabriu o Serviço de Finanças do Terreiro do Paço"
   
«As 34 buscas desencadeadas ontem pelo Ministério Público a vários organismos do Estado, incluindo ao Ministério das Finanças e ao dos Negócios Estrangeiros, podem ter tido origem em três escutas telefónicas que envolveram o ex-ministro da Administração Interna, diz esta manhã o DN.

Em causa, segundo o mesmo jornal, poderão estar suspeitas de que Miguel Macedo tenha favorecido em sede de IVA a empresa ILS (Inteligent Life Solutions), detida por um antigo quadro do INEM e gerida por Lallanda de Castro, atual arguido no caso Sócrates. E terá a ver com um contrato assinado entre esta empresa e o Ministério da Saúde da Líbia, para transporte de feridos de guerra naquele país que foram tratados em Portugal.

A empresa diz ter sido pedido um parecer à Autoridade Tributária sobre o IVA a pagar – embora o Ministério das Finanças nada tenha acrescentado sobre o assunto.

Também esta quinta-feira, o Correio da Manhã diz que foi Paulo Núncio, atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, a assinar o despacho que isentou de IVA a ILS. O jornal diz que as escutas do processo dos vistos Gold identificaram um responsável da empresa a meter uma ‘cunha’ a um funcionário do gabinete de Núncio.» [Observador]
   
Parecer:

É um serviço de finanças especializado em conceder benefícios fiscais nas margens da lei.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se.»

 PSD copia medidas do PS
   
«O grupo de trabalho que está a preparar o programa eleitoral do PSD está a ponderar uma medida similar à do PS, que já disse que quer aumentar os rendimentos de quem ganha menos. Os sociais-democratas querem fazer isto através de um crédito fiscal para quem já está no mercado trabalho, mas cujo salário é muito baixo.

A notícia é avançada pelo Diário Económico e, segundo o jornal, o objetivo dos economistas do PSD que estão a contribuir para as propostas do partido no âmbito do programa de Governo da coligação é que as pessoas prefiram trabalhar recebendo este complemento, em vez de continuarem no desemprego. A medida ainda está a ser estudada pelo PSD.» [Observador]
   
Parecer:

Invejosos.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao novo rico de Valongo se as vai submeter à censura prévia da Teodora.»

 E agora Marquitito?
   
«Na segunda-feira, o porta-voz e vice-presidente do PSD, Marco António Costa, enviou uma carta ao PS com perguntas sobre o cenário macroeconómico apresentado pelos socialistas, nomeadamente sobre o sistema de pensões ou o custo orçamental das medidas, insistindo numa análise por organismos independentes.

A resposta do PS chegou hoje num documento de 23 páginas, que inclui modelos matemáticos, e onde o grupo de economistas, liderado por Mário Centeno, agradece ao PSD a possibilidade que o conjunto de perguntas oferece de detalhar o cenário apresentado na semana passada.

"Resta referir que, dada a natureza inédita e o desejo de assegurar a verificabilidade e de sujeitar a contraditório esta simulação, nos encontramos ao dispor, num pleno exercício de cidadania, para prestar todos os esclarecimentos que os portugueses considerem necessários", referem.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

O pequeno novo rico de Vialonga não estava á espera da resposta.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

 O Lopetegui já pode ir treinar para a Islândia
   
«Quatro séculos depois da sua emissão, um decreto islandês que permitia matar pessoas bascas com impunidade foi formalmente revogado pela província de Westfjords. Em 1615 esta província da Islândia emitiu o decreto que permitia que qualquer islandês matasse um basco que encontrasse na província sem consequências.

"A decisão de revogar o decreto foi mais simbólica do que outra coisa qualquer", disse o comissário da província, Jonas Gudmundsson, que admitiu que, hoje em dia, é proibido "matar qualquer pessoa - bascos incluídos", citado pelo jornal The Guardian.

A história remonta ao ano de 1615, quando três navios baleeiros oriundos do País Basco naufragaram. Os oitenta sobreviventes chegaram à costa da província de Westfjords, na Islândia, e não tinham nada que comer nem meio de transporte, pelo que se dizia que assaltavam os locais. O governante da altura emitiu então o decreto que permitia aos islandeses matar qualquer basco que encontrassem sem consequências.

Mais de 30 bascos foram mortos na sequência do decreto, em campanhas organizadas pelos aldeãos locais. "É um dos capítulos mais negros da nossa história, disse Gudmundsson, acrescentando que se trata de um dos massacres mais sangrentos da Islândia.» [DN]
  
 Tudo depende das sondagens
   
«O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, disse hoje que anunciará a data das eleições legislativas em julho, recordando que terão de ocorrer entre 14 de setembro e 14 de outubro.

"Nós temos um calendário eleitoral que eu já anunciei de forma muito clara: as eleições legislativas ocorrerão entre o dia 14 de setembro e o dia 14 de outubro", disse o chefe de Estado, que falava aos jornalistas no final de uma visita ao Comando Conjunto para as Operações Militares (CCOM), órgão do Estado-Maior General das Forças Armadas Portuguesas, em Oeiras.» [DN]
   
Parecer:

Ou da "evolução" de algumas investigações.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Espere-se para ver.»
  
 E podemos acreditar no Núncio Fiscoólico?
   
«Paulo Núncio negou esta quinta-feira o envolvimento no processo dos Vistos Gold, que motivou uma série de buscas realizadas ontem por parte do Ministério Público a vários organismos do Estado, incluindo a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais. De acordo com o Correio da Manhã, terá sido o governante que tutela os Assuntos Fiscais a assinar o despacho que isentava de pagamento de IVA uma empresa portuguesa da área da saúde, mas Núncio rejeita a acusação.

“Não emiti nem assinei qualquer despacho relativamente a qualquer empresa no processo em curso”, disse numa declaração feita à saída de um debate plenário no Parlamento, sem responder no entanto a perguntas dos jornalistas. “As notícias não têm fundamento”, acrescentou, garantindo que o Ministério das Finanças e a secretaria de Estado iriam “continuar a colaborar com a investigação em curso”.

A Procuradoria-Geral da República confirmou na quarta-feira que as buscas que estavam a ser realizadas pela Polícia Judiciária no gabinete de Paulo Núncio estavam relacionadas com a atribuição suspeita de vistos dourados a cidadãos da Líbia através de uma empresa portuguesa na área da saúde. Em comunicado emitido ontem, o Ministério das Finanças chegou a confirmar que as buscas faziam parte de uma investigação relacionada com “o tratamento fiscal, em sede de IVA, relativo a uma transação entre uma empresa portuguesa e o Ministério da Saúde Líbio”.» [Observador]
   
Parecer:

A última vez que desmentiu mentiu.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aguarde-se pelo desenrolar das investigações pois nem o secretário de Estado é arguido nem os jornalistas com quem fala são magistrados.»

 Oremos ao senhor
   
«"Deus queira que na TAP não aconteça o que aconteceu noutros países da União Europeia, em que as companhias foram forçadas a realizar despedimentos significativos e a cortar rotas". Foi esta a resposta do Presidente da República, quando questionado pelos jornalistas à saída de uma visita ao Comando Conjunto para as Operações Militares, em Oeiras, sobre a situação da TAP, que inicia esta sexta-feira uma greve de dez dias.

Cavaco Silva deu alguns exemplos de países onde estas situações de reestruturações e despedimentos se materializaram, como a Polónia, Chipre e Itália, sublinhando que teme que o mesmo suceda com a TAP. "Pelas informações que disponho, começo a recear que algo semelhante possa acontecer em Portugal".» [Expresso]
   
Parecer:

A posição de Cavaco Silva significa que a sa esposa ainda pode conseguir uma ajudinha do Santo António.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  

   
   
 photo Tamara-Patrejeva-5_zpsahurqeon.jpg

 photo Tamara-Patrejeva-2_zpszqwuoxcl.jpg

 photo Tamara-Patrejeva-3_zpsedlcmdnp.jpg

 photo Tamara-Patrejeva-1_zpsj2i820pf.jpg

 photo Tamara-Patrejeva-4_zpstvbjbczl.jpg
  
blog comments powered by Disqus