sexta-feira, julho 31, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Férias

 photo praia_zpsmu1t0jsd.jpg

A partir de amanhã O Jumento vai entrar em regime irregular, apresentando sinais de perturbações na produção de fardos, devido a férias.
  
 Jumento do dia
    
Luís Marques Guedes

O senhor ministro da Presidência tem os portugueses em muito má conta e só isso explique que nos julgue um povo de lorpas, Conseguiram avaliar as propostas de compra da TAP numa noite e agora arrastam a venda do Novo Banco para que nada se decida antes das eleições. Vamos ver com que argumento o fazem já que vai ter de ser o governador do BdP a dar a cara pois desde o início que o governo diz nada ter que ver com o negócio. Por agora vão tentar vendê-lo quando os portugueses estiverem em férias, veremos se o atraso se fica por aí.

A verdade é que Passos Coelho não quer que os portugueses saibam quanto vão ter de suportar em austeridade por conta dos prejuízos com este negócio.

«O ministro da Presidência diz que será uma “boa notícia” se a venda do Novo Banco estiver concluída durante o mês de agosto, porque significa que o processo não se arrastará demasiado.

Questionado em conferência de imprensa, no final da reunião semanal do Conselho de Ministros, sobre a notícia avançada pelo Expresso de que a venda do Novo Banco, prevista para o final deste mês ou início do próximo, deverá ser adiada até meados de agosto, Luís Marques Guedes disse que “será, apesar de tudo, uma boa notícia”. E continuou salientando que isso significará que “o processo não se arrastará demasiado”, não obstante a derrapagem em relação ao prazo inicialmente previsto.

Ressalvando que o assunto da venda do Novo Banco não foi tratado na reunião de Conselho de Ministros desta quinta-feira de manhã, Marques Guedes recordou que o processo de alienação “é todo ele tratado pelo Banco de Portugal enquanto supervisor e regulador do sistema financeiro”.» [Expresso]

 A Voz do Povo está e parabéns

Conseguiu matéria para dedicar uma dúzia de páginas ao programa eleitoral dos pafiosos.

 Jogador ignorante

 photo _imbecil_zpsbzilu8ha.jpg

Assinou por um clube espanhol vestido com uma t-shirt estampada com uma imagem de Franco e agora diz que nada sabia sobre a personagem.

      
 A memória já cá não mora, diz 'T-shirt'
   
«Um futebolista português foi transferido do Santa Clara, Açores, para o modesto Jaén, Espanha. Na apresentação, ontem, ele chumbou em memória: apareceu de T-shirt com a cara de Franco estampada. Não a de Franco Baresi, grande líbero, que brilhou no Milan, mas a do general Francisco Franco Bahamonde, não confundir com Federico Bahamontes, lendário ciclista, ganhador dum Tour. Quer dizer, o nosso patrício, com tanta escolha haveria logo de ir pela cara dum pulha. Lá esteve, com sorriso de defeso e um criminoso ao peito. Se fosse manobra publicitária, seria de arromba (muitos tweets, ontem), mas foi só ignorância, ele não sabia de Espanha. Pior, os do clube de Jaén - que viram o português, do chegar até se sentar na sala das apresentações, e não o preveniram - alinharam em maior ignorância, não sabiam nem da sua Jaén. Esta é a andaluza capital mundial do azeite, cercada de oliveiras. Um dia, noutra eternidade, ouvi Paco Ibañez a cantar "Andaluces de Jaén". Voz dorida dum exilado, a cantar quem trabalha: "Andaluces de Jaén/ Aceituneros altivos/ Decidme en el alma, quien?/ De quien son estos olivos ?/ Andaluces de Jaén." Palavras de Miguel Hernández, que começou pastor na Andaluzia e fez-se poeta grande. No fim da guerra civil, tentou fugir para Portugal mas Salazar devolveu-o a Huelva, ao tal da T-shirt. Miguel Hernández morreu numa cela, em 1942, aos 31 anos. Nada é tão perda de memória como quando ela é exposta ao peito.» [DN]
   
Autor:

Ferreira Fernandes.


      
 As boas contas do Macedo
   
«O serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH), que funciona como uma central de compras para os hospitais do Estado, ocultou no ano passado, de forma “deliberada”, 17 milhões de euros de dívida aos centros hospitalares de Lisboa, conclui um relatório do Tribunal de Contas publicado esta quinta-feira.

O Tribunal de Contas (TC) refere no seu relatório que “a ocultação, deliberada, da dívida aos centros hospitalares de Lisboa nas contas do SUCH de 2014 (17,2 milhões de euros) serviu o propósito de possibilitar a contratação de novos empréstimos, o que eventualmente seria inviabilizado pela exibição da dívida, perante os associados, a tutela e as instituições de crédito”.» [Expresso]
   
Parecer:

Enfim, as más contas fazem os maus ministros.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Reprove-se.»
  
 O Portugal turístico é assim
   
«Um casal de cães vadios, com traços de raça pitbull, atacou na quarta-feira ao final do dia quatro pessoas na praia de Quarteira e lançou o pânico entre os veraneantes. A principal vitima, um homem de 57 anos que foi em socorro de uma criança que brincava com um papagaio, ficou com músculo da perna direita rasgado e ferimentos na outra. A cena deu-se ao fim do dia, quando os nadadores-salvadores arrumavam as coisas para se irem embora e o areal fica sem qualquer vigilância.

Os animais, mãe e filho, entraram pela Praia do Vidal a correr e a brincar pelo areal, num aparentemente divertimento canino. O primeiro ataque, protagonizado pelo cão jovem, foi a uma rapariga que filmava os mergulhos do namorado, com o sol a cair no horizonte. O cão, relatou quem assistiu, saltou-lhe para as costas e puxou-lhe as cuecas. Reacção imediata: “As pessoas começaram a rir”, conta o nadador-salvador. Mas não demoraram a perceber que o caso não era para brincadeira. O rapaz veio em auxílio da namorada, tentando afastar o animal, que acabou por fugir para o outro lado da praia, com a mãe. A cadela não mordeu em ninguém.» [Público]
   
Parecer:

E o pagode começou por rir.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se aos autarcas locasi se andam a dormir.»

 Um dentista que merecia que lhe partissem os dentes
   
«Aos 55 anos, o dentista norte-americano Walter James Palmer nunca imaginaria vir a ser tão conhecido. O seu nome tornou-se numa das hashtags mais citadas no Twitter e no Facebook. Na página da sua clínica River Bluff Dental no site Yelp, subitamente surgiram milhares de comentários. A própria clínica em si, na avenida Rhode Island, em Bloomington, Minnesota, promete tornar-se num local de peregrinação. Um artista dedicou-lhe, ali mesmo, uma pintura nesta quarta-feira.

Palmer não deverá, porém, aparecer publicamente tão cedo, para responder a este súbito interesse. O dentista é alvo de uma fúria colectiva por ter matado Cecil, o majestático leão de juba preta que era a atracção número um do Parque Natural de Hwange, no Zimbabwe.

Palmer pagou quase 50 mil euros para abater o animal. Mas a caçada, ocorrida no princípio de Julho, era alegadamente ilegal. O leão foi atraído para fora do parque. Não havia licença para o matar.» [Público]
   
Parecer:

Alguém que paga 50.000 dólares para que lhe coloquem um leão na mira para depois ter o prazer de o matar só pode ser um predador cobarde.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Partam-lhe os dentes para que deixe de morder.»

 FMI não pode participar no terceiro resgate da Grécia
   
«Os elevados níveis da dívida grega e o historial pouco sólido da aplicação de reformas do governo impossibilitam que o Fundo Monetário Internacional (FMI) participe num terceiro resgate ao país liderado por Alexis Tsipras. A notícia, que coloca em risco o próximo programa, é avançada pelo Financial Times, que teve acesso ao documento apresentado pelos técnicos do fundo ao conselho de administração.

Houve esta quinta-feira uma reunião de duas horas do conselho de administração do FMI, escreve o Financial Times, e foi apresentado nessa reunião o relatório “estritamente confidencial” dos técnicos. O relatório admite que o conselho de administração se disponibilize para participar nas negociações em curso. Mas o conselho de administração não poderá participar num novo programa e essa decisão não poderá ser revista nos próximos meses, talvez nem mesmo antes do final do ano, escreve o FT.» [Observador]
   
Parecer:

Enfim, fizeram a vontade do Syriza, agora só falta a Grécia sair do Euro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aguarde-se.»

 As contas do PSD
   
«PSD garante que o governo reduziu o desemprego. E que o emprego aumentou: "há mais 204 mil portugueses, felizmente, a trabalhar". "Os portugueses deram a volta", diz o CDS.

O porta-voz do PSD, Marco António Costa, afirmou hoje que o número absoluto de desempregados diminuiu na atual legislatura, tendo passado de 661 mil para 636 mil entre junho de 2011 e junho deste ano.» [DN]
   
Parecer:

O PSD eliminou os desempregados que encontraram emprego no estrangeiro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Ajude-se os senhores a fazerem contas.»
  

   
   
 photo Marcio-Freitas-2_zpsqx201gq0.jpg

 photo Marcio-Freitas-1_zps3for7u4u.jpg

 photo Marcio-Freitas-4_zpsrovup7rm.jpg

 photo Marcio-Freitas-3_zps2j5fyosh.jpg

 photo Marcio-Freitas-5_zpsn7mhq4pv.jpg
  
blog comments powered by Disqus