quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Rei Mono

Anda por aí um senhor de Boliqueime de que dizem ser Presidente da República, julgo mesmo que esse mesmo senhor terá ganho algumas eleições, isso depois de ter também ganho umas centenas de milhares de euros que nos saíram dos bolsos, em ambos os casos apostou com o apoio do mesmo partido. 
  
Pelas poses fotográficas da família Silva, genro e netos incluídos, nos jardins do Palácio de Belém ou nas visitas papais chego mesmo a pensar que esse senhor não terá ganho as eleições presidenciais, terá antes ganho dois plesbiscito onde os portugueses se manifestaram a favor da sua entronização como Rei de Portugal dando início à dinastia dos Silvas. A confirmar esta minha suspeita está a postura com que a suposta rainha Maria receia a rainha Sofia e agora recebe a rainha Letícia. Até há quem diga que depois de andar a treinar para cómico no parlamento o Rei Silva venha a contratar o zipado Pires de Lima para bobo da corte, já que o Nunes Liberato também é zipado mas não tem a graça do cómico da Horta Seca.
  
Pois é esta espécie de rei que agora se dirige aos gregos como se fossem infiéis e só não vai lá dar-lhes umas galhetas por causa do trauma de Alcácer-Quibir. Esses mariolas dos gregos andam a viver à custa dos contribuintes portugueses, não há mês que o Banco de Portugal não lhes mande mais uns milhões e agora dizem não cumprem o que acordaram. São uns malandros, muito diferentes de nós que não só fomos além da troika como ainda lhes damos de comer. O nosso Silva esteve mesmo à beira de mandar a polícia da AT, a mesma que prende ex-primeiros-minitros, ir a Bruxelas penhorar o cachecol da Burberrys do Varoufakis e vendê-lo em hasta pública na Grand Place!
  
Se os gregos não fossem burros perceberiam que se tivessem sido obedientes como os portugueses, se tivessem lambido o rabinho dos três funcionários da troika, se tivessem deixado gente a morrer à portas dos hospitais ou mesmo em casa porque as ambulâncias ficavam nas garagens, se tivessem mentido aos seus eleitores nas eleições e, acima de tudo, se tivessem um presidente de Boliqueime que se borrifasse para a Constituição, agora estariam a beneficiar da intervenção do BCE e já poderiam enganar o seu povo falando se saídas limpas ou de pagamentos antecipados de dívidas que só vão mudar de credor.
  
Mas os gregos não só não são burros como com tanta ilha e tanta praia não têm nenhum Boliqueme nem uma Praia dos Olhos d’Água que dê nome à terra. Mas deverão ter Carnaval e na próxima semana também poderão ter o seu rei mono, enfim, cada um tem o mono que merece.

blog comments powered by Disqus