quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Guadiana_zpszjlsszuv.jpg

Rio Guadiana, Alcoutim
  
 Jumento do dia
    
António Costa

Parece que o líder do PS decidiu, finalmente, fazer oposição, agora é só uma questão de alguém lhe explicar que deve fazer oposição ao governo e não a si próprio. Enfim, esta entrada no ano novo chinês, no ano da cabra de 2015, foi mesmo de ficar com os olhos em bico!

«A propósito das comemorações do ano novo chinês, que António Costa celebrou junto da comunidade chinesa no Casino da Póvoa de Varzim, o secretário-geral do PS admitiu que Portugal está hoje melhor do que estava há quatro anos. A declaração foi feita no contexto de elogio aos investidores chineses que nunca deixaram de acreditar “que o país tinha condições para vencer a crise”.

“Em Portugal, os amigos são para as ocasiões, e numa ocasião difícil em que muitos não acreditaram que o país tinha condições para enfrentar e vencer a crise, a verdade é que os investidores chineses disseram ‘presente’, vieram, e deram um grande contributo para que Portugal pudesse estar na situação em que está hoje, bastante diferente daquela em que estava há quatro anos”, disse António Costa no passado dia 19 de fevereiro, durante a cerimónia comemorativa da entrada no ano da Cabra que se realizou no casino da Póvoa, e que Observador ouviu através de um vídeo colocado na página de Facebook do eurodeputado Nuno Melo.» [Observador]

 Os amigos portugueses dos gregos

Com amigos como os portugueses os gregos nem precisam de ter os gregos como inimigos.
 
 Diário do Caso Sopeira

 photo _Sopeira_zpsaad9b591.jpg

Este post nada tem que ver com o famoso Caso da Sopeira, tratou-se de mais uma entrevista que se seguiu a duas outras da famosa procuradora-geral adjunta, desta evz foi a própria procuradora-geral que veio dar mais uma entrevista. Por este andar começa a haver mais mercado para um jornal só dedicado aos campeonatos do Ministério Público do que para a bola, mesmo com toda a agitação provocada pelo Bruno de Carvalho.

Mas desiludam-se os que pensam que a senhora Procuradora-geral veio falar do famoso caso, antes pelo contrário, fugiu várias vezes ao tema, do que a senhor veio falar foi de um país cujo Estado é dominado por uma poderosa rede de corrupção. Mas podemos estar descansados, ainda estamos um pouco melhor do que no Burkina Faso, a poderosa rede de corrupção domina todos os sectores do Estado menos um, a austera aldeia gaulesa da justiça, a aldeia onde todos os cidadãos foram vacinados contra todos os males do mundo.

O país está prisioneiro da corrupção mas os corruptos que se cuidem, a aldeia gaulesa vai higienizar a naçãoe  como alguém já prometeu, no fim da purga sobreviverão os honestos. E quem decidirá quem são os honestos?

 Sugestão à ministra das Finanças



Depois da família Obama ter adoptado o Cão d'Água do Algarve, também conhecido como Cão d'Água Português, era uma excelente ideia a ministra oferecer um destes canídeos ao minsitro das Finanças Alemão. Com a oferta de um cão tão meigo e obediente o ministro alemão nunca se esqueceria da sua colega portuguesa.

Com um cão tão meigo e  obediente, cujo pêlo não provoca irritações o ministro das Finanças alemão nunca mais se iria esquecer de Portugal e dos seus amigos portugueses.

 Interrogações que me atormentam

Depois de a classe política ceder à ofensiva de alguns magistrados contra a classe política em defesa da criminalização do chamado enriquecimento ilícito, e quando se ouvem várias acusações de desrespeito dos direitos constitucionais nas buscas e detenção de pelo menos dois cidadãos, começo a recear que depois da criação de novos crimes também queira mais facilidades na investigação à custa dos direitos. Como disse uma conhecida magistrada temos que ceder na liberdade e o problema é que não sabemos até onde esta gente quer ir nas restrições à liberdade e à própria democracia.


 Sigilo fiscal de 1.ª classe e de 2.ª classe
   
«Há quem não se recorde de o ter feito, ou outros que, por curiosidade, foram mesmo ver o IRS de Pedro Passos Coelho. De uma maneira ou de outra, a Autoridade Tributária (AT) já instaurou 27 processos disciplinares a funcionários das Finanças que acederam ao registo fiscal do primeiro-ministro. O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), contudo, revelou que poderão existir cerca de uma centena de casos.
(...)
  
O que ainda não originou quaisquer ações disciplinares foram os acessos ao IRS de José Sócrates, que também terá sido consultado por vários funcionários aquando da detenção do ex-primeiro-ministro.» [Observador]
   
Parecer:

A conclusão é óbvia, até parece que a igualdade entre os cidadãos só se aplica às famosas botas de José Sócrates.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»

 Santana Lopes sugere perseguição ordenada por Paulo Portas
   
«Depois do silêncio, as suspeitas. No sábado, quando o Expresso noticiou que o Ministério da Solidariedade tinha pedido uma inspeção à Santa Casa da Misericórdia, Santana Lopes optou por nada dizer. Ontem à noite, na SIC-Notícias, achou que era altura de dizer o que pensou sobre o caso – e nem evitou ligá-lo às presidenciais de 2016: “Não acredito, li isso, há quem me diga isso, não quero acreditar”, disse, citado pelo Público esta manhã.

E que ligação é essa? A recusa anunciada do CDS em apoiá-lo caso decida apresentar-se nessa corrida. Santana queixou-se ontem de o ministro da pasta (Pedro Mota Soares, dirigente centrista) não o ter informado sobre a inspeção e mostrou suspeitas sobre a “urgência” da dita inspeção, pela voz de alguém que estava ao seu lado quando soube da notícia: “Oito semanas? Isso vai dar a meio de março. Você não tinha dito que se fosse candidato apresentaria a candidatura em março ou abril? Não acredito agora que se ande a brincar com coisas sérias.”

Depois disto, faltava ainda a ligação a Paulo Portas, com quem esteve coligado nos breves seis meses em que esteve no Governo. “Dizem-me também às vezes que no CDS fazem alguma coisa sem o dr. Paulo Portas saber? Não, numa coisa destas custa-me a crer. Mas muitas pessoas dizem-me: ‘Não, ele sabe de tudo’. Mas quer dizer… não acredito. Só se comesse muito queijo com o que tem passado pela vida não ia fazer partidas destas a ninguém.”» [Observador]
   
Parecer:

Santana tem razão ao dizer que o Lambretas não passa de um pau mandado de Paulio Portas.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a  Santana Lopes se acha que o Portas mandava persegui-lo sem o Passos Coelho saber.»
  

   
   
 photo Andrei-Grachev-3_zpsdkgder0v.jpg

 photo Andrei-Grachev-2_zpsgxbut6cb.jpg

 photo Andrei-Grachev-5_zpsrn3dpah7.jpg

 photo Andrei-Grachev-4_zpsh6vbiinw.jpg

 photo Andrei-Grachev-1_zps5eqnmu5g.jpg
  
blog comments powered by Disqus