quarta-feira, fevereiro 04, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _baixa1_zps0ed7ebfb.jpg

Baixa de Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Miguel Santos, deputado

Alguém sabe quem é este deputado Miguel Santos que hoje tem a honra e levar a muita desejada distinção de Jumento do Dia? Pois aqui fica a informação, o tal deputado Miguel Santos pertence ao grupo parlamentar do PSD, eleito pelo circulo do Porto, sabe de saúde que se farta pois deve ter tido uma cadeira da especialidade e que tem um vasto currículo profissional conseguido na Agência de Investimentos de Gaia e na iNOVA.Gaia, Centro de Incubação de Base Tecnológica de Vila Nova de Gaia, tudo coisas onde se entra mediante a avaliação do mérito.

Pois este ilustre deputado e distinto Jumento do Dia ataca o bastonário da Ordem dos Médicos que faz lembrar o ataque do gajo dos croquetes do Estádio de Alvalade ao treinador do Sporting, que o bastonário tem uma agenda pessoal, coisa que no nosso país sugere algo de muito tenebroso. O que este deputado não faz é fundamentar as críticas ao bastonário, limita-se a fazer um frete ao Dr. Macedo.

O que este deputado parece ter esquecido é que não está no parlamento para representar o Macedo ou para atacar quem quer que seja, é deputado em representação do povo e esse povo morre nas urgências, muito por culpa do ministro da Saúde.

Tavez não fosse má ideia este senhor dedicar-se a vender croquetes num qualquer estádio do Porto e deixar-se destas alarvidades.

«O deputado do PSD Miguel Santos considerou hoje que o bastonário da Ordem dos Médicos perdeu a independência e a credibilidade, acusando José Manuel Silva de confundir "a sua agenda política" com as funções que exerce.

Sem se referir a nenhuma posição em concreto tomada pelo bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Santos condenou a forma como José Manuel Silva age como "força de bloqueio permanente", considerando que chega a "disputar o palco com a esquerda mais radical".

"Lamentamos profundamente a forma como o bastonário da Ordem dos Médicos exerce as suas funções, não adotando uma posição institucional respeitável. Devia procurar os consensos em vez de optar por uma linguagem panfletária", declarou.» [Notícias ao Minuto]

 Dúvidas que me atormentam

Porque será que Cavaco Silva não quer ou receia que o parlamento saiba o que ele sabia sobre o BES?

 Guerra total ao DAESH

Quanto mais tarde o Ocidente perceber que o DAESH deve ser totalmente eliminado mais vidas irão pagar os europeus, os africanos e os povos do Médio Oriente. Estes teroristas é do pior que o mundo já conheceu e por aquilo a que se assistiu em Kobani a sua destruição vai demorar muito mais tempo do que vencer um exército convencional.

No Yemen, na Nigéria, na Líbia, no Iraque ou na Síria o Ocidente deve atacar em todas as frentes e eliminar todas as forças terroristas antes que consolidem as suas posições.


 Cobardes e oportunistas
   
«Esta solução técnica para a dívida grega é, no entanto, encarada com desconfiança pelo PSD. O deputado Duarte Pacheco começa por dizer que “Portugal não tem nenhum interesse em ser associado à situação grega”, mas falando da proposta em termos técnicos diz que o Governo não deve “estar na linha da frente na sua defesa”, mas que “tudo depende das contrapartidas”.

O deputado, coordenador dos sociais-democratas na comissão de orçamento e finanças, não está com isto a admitir que Portugal poderá defender esta proposta. “Tudo depende das contrapartidas. Ou seja como vai ser o modo de pagamento e as taxas de juro. Não é tudo uma maravilha”, diz. Quando questionado se, apesar de não defender, seria benéfico para o país aproveitar a boleia grega (caso os parceiros europeus aceitem a ideia de Tsipras), Duarte Pacheco insiste que a primeira coisa a atentar é nas condições:

“Por exemplo, imagine-se que a prestação a pagar dependerá da economia e em contrapartida pagamos juros mais altos. Tem de se ter em conta e ver se vale a pena. Se fosse tudo positivo, assinaria por baixo. Se vier a ser, ótimo, mas não devemos estar na linha da frente”.» [Observador]
   
Parecer:

Depois de um discurso indigno e recheado de ofensas a um povo amigo estes oportunistas preparam-se para colher os benefícios da coragem do governo grego.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Vomite-se.»

 Quem era contra o aumento do salário mínimo
   
«A Alemanha está a debater uma alteração legislativa que significaria que os camionistas estrangeiros teriam que receber o salário mínimo alemão durante as horas que estivessem dentro do país, o que representa uma diferença significativa em relação ao salário mínimo português. Nova legislação já aprovada na Bélgica e em França levanta outro entrave: os camionistas deixam de poder pernoitar dentro dos veículos. São alterações, reveladas pelo Jornal de Notícias, que farão encarecer as exportações.

A alteração legal na Bélgica e em França proíbe que os camionistas façam o seu descanso semanal a bordo dos camiões, sob ameaça de uma multa de 30 mil euros e prisão para o gestor da empresa em caso de transgressão. O presidente da Associação Nacional de Transportes Rodoviários de Mercadorias, Gustavo Paulo Duarte, disse ao Jornal de Notícias que já foram apresentadas queixas junto da Comissão dos Transportes da União Europeia, devido, entre outros motivos, a preocupações com a segurança dos camiões se os motoristas os abandonarem durante a noite.» [DN]
   
Parecer:

Os alemães só são a favor da competitividade das empresas portuguesas se isso não se traduzir em prejuízos para as suas empresas.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

   
   
 photo Cyril-Spirin-5_zpsd0ac362d.jpg

 photo Cyril-Spirin-4_zpsb4f8dc68.jpg

 photo Cyril-Spirin-3_zps19682f63.jpg

 photo Cyril-Spirin-2_zpsf5f62c59.jpg

 photo Cyril-Spirin-1_zps39da4dc9.jpg
  
blog comments powered by Disqus