sábado, fevereiro 07, 2015

Umas no cravo e outra na ferradura



   Foto Jumento


 photo Almourol_zps105b2869.jpg

Castelo de Almourol
  
 Urso do dia
  
 photo Pooh_zps7cbe095a.jpg
    
Carlos Zorrinho, eurodeputado distraído

Há meses que a questão dos medicamentos para o tratamento da hepatite C estão sendo negociados entre os governos e o laboratório que os produz, mas durante todo este tempo parece que o deputado Carlos Zorrinho não ouviu falar do problema ou não se interssou pelo assunto. Quando a questão ganhou as primeiras páginas o rapazola apressou-se a fazer surf na vada das vidas dos doentes com hepatite C e foi notícia com a sua generosa iniciativa de levantar a questão no parlamento europeu,

Digamos que levantar a questão no parlamento europeu quando o tratamento já foi adoptado em 17 países tem um sabor a favas depois do almoço. Pior aina, com medo dos tribunais e com a imagem a cair o Opus Macedo apressou-se a assinar o negócio com o laboratório, pelo que deixou o eurodeputado a fazer figura de urso. É por isso que a distinção de hoje e em homenagem a Carlos Zorrinho não é a de Jumento do Dia mas antes a de Urso do Dia.

 Diferenças entre a esquerdas caviar

A grande diferença ideológicas entre as esquerdas caviar portuguesa e grega está no facto de a esquerda caviar portuguesa defender que se deve comer o caviar e ir embora sem pagar, enquanto a esquerda caviar grega defende que depois de se comer o caviar deve mandar-se o Varoufakis a Berlim tentar convencer o Wolfgang Schäuble a pagar a conta em suaves prestações.

 Vão ver o mapa idiotas!

 photo Grecia_zps15539a5f.jpg

O Wolfgang Schäuble pode saber muito de finanças mas não percebe nada de geografia pois se for ver o mapa, como, aliás, devem ter ido os seus antecessores de há 70 anos, perceberá que o problema da Grécia não se limita a uma questão financeira e que o seu valor geo-estratégico vale muito mais do que a dívida soberana.

É esta ignorãncia da senhora Merkel e do seu ministro das Finanças que justifica a diferença de posições entre a Alemanha e os EUA., Enquanto os alemães, bem como os badamecos germanófilos do nosso país, estão pouco preocupados com as consequências da falência da Grécia, já Obama defende soluções que passem pelo crescimento da economia grega.

A Grécia fica mesmo ali ao lado da Turqui, do acesso ao Mar Negro, nos Balcãs e a caminho do Estreito de Dardanelos e já quase com vista para a Crimeia e para a Ucrânia, já para não dizer que da Grécia ao Médio Oriente do Califado Islâmico é só um pulinho.. Que divertido ficaria o Mediterrâneo e o mundo se um dia destes a Nato conseguisse uma base naval no Mar Negro e, em contrapartida, a Rússia instalasse uma parte da sua frota na Grécia!

Estes imbecis acham que a Grécia pode ir à bancarrota, mas continua no euro, na UE e mantém-se como um aliado firme da UE e da Alemanha! É caso para dizer ao Wolfgang Schäuble "é a geografia estúpido!". A verdade é que o estúpido ainda não percebeu que a Grécia fica mais perto e com bom caminho até à Ucrânia amiga do que indo a partir de Berlim, até parece que os alemães nunca lá foram...

 Cinismo

A estratégia manhosa e sinistra do pequeno Paulo Macedo est´+a a ficar evidente, não hesitou em deixar doentes morrerem na tentativa de se poder gabar que tinha vergado o laboratório. Mas como não vergou e foi assinar o negócio à pressa anda agora a dizer que fez um acordo melhor do que os outros.

Ficou clara a estratégia pessoal e miserável do dr. Macedo, queria aparecer como o competentíssimo ministro que ao contrário do que sucedeu em países mais poderosos tinha vencido o laboratório farmacêutico. Para isso foi deixando portugueses morrer sem tratamento.
  
 Uma pergunta ao Paulo macedo

Nos tempos em que era director-geral tinha uma amiga que promoveu a directora de serviços que tinha como tarefa a recolha de informação estatística simpática para rpoduzir comunicados para a comunicação social, os comunicados que conseguiram transformar alguém de inteligência mediana num grande gestor. Já tem no ministério da Saúde alguém a recolher a estatísticas de portugueses mortos em consequência das suas decisões?

 Pobre e mal agradecida

Paula Teixeira da Cruz ultrapassa em muitos pontos qualquer incompetente que tenha passado pelo governo português, antes ouy depois do 25 de Abril, além de incompetente tem-se revelado alguém sem grandes escrúpulos e além de ser incapaz de assumir as responsabilidades ainda tem o mau gosto de usar ops seus poderes para escolher culpados oficiais pelos seus actos.

Apesar do desastre que tem sido esta senhor o líder da oposição quase a tem ignorado, até se fica com a sensação de António Costa quer voltar a trabalhar com ela, convidando-a a permanecer na pasta da Justiça. Mas como a rapariga é pobre e mal agradecida decidiu tomar a dianteira  e tirar partido do caso Sócrates da forma mais indigna, sugerindo que um governo do PS não respeitará a separação de poderes.

Será que António Costa aprendeu a lição e percebeu que as pastas das pessoas de quem gosta não são, nem podem ser uma excepção no momento de fazer oposição ao governo? Duvido.

 Dúvidas que me atormentam

Na campanha para o referendo da interrupção voluntária da gravidez apareceram por aí muitas almas bondosas defendendo medidas e políticas para que as mães optasse por não abortar, não faltou imaginação para propor soluções alternativas à interrupção da gravidez. Passado tanto tempo desde a criação de tantas boas associações pela defesa da vida e depois de algumas dessas almas bondosas estarem no governo interrogo-me sobre quantos abortos terão sido evitados graças às medidas e iniciativas legislativas adoptadas por tanta gente bondosa.

 Morrer em nome da propaganda do dr. Macedo 

 photo morrer_zps71d4aa74.jpg

O que Paulo Macedo está dizendo é que os portugueses morreram para ele poder agora dizer que é o maior. E ninguém demite este bom cristão? O que sentirá este senhor quando via às suas missas de acção de graças?
 
 Boa Jorge Coelho!
 
Consegue falar, falar, falar de saúde sem fazer a mais pequena referência ao dr. Macedo e quando faz alguma crítica fá-lo de forma a questionar o primeiro-ministro. Parece que o próximo governo de António Costa para além da Paula Teixeira da Cruz na Saúde ainda vai ter o Paulo Macedo na Saúde. Por este andar o António Costa quando ganhar as eleições ainda vai convidar o Passos Coelho para primeiro-ministro. Seria a coligação ideal ao centro, o PS ganhava as eleições e estas personagens do PSD ou falsos independentes governavam como têm vindo a governar?
 
PS: não faria mais sentido alguns comentadores fazerem declarações prévias dizendo de quem são amigos em vez de andarem a manipular a opinião dos simpatizantes dos seus partidos para defender esses mesmos amigos?

      
 O mal e a caramunha
   
«Não podia concordar mais com o primeiro-ministro quando anteontem disse, sobre a morte de uma doente com hepatite C, que ninguém deve "aproveitar o que é trágico" e "alimentar-se da desgraça". Pena ter-lhe tão tarde chegado a iluminação. Em agosto de 2010, no primeiro Pontal à frente do PSD, não teve pejo em aludir à cegueira de que foram vítimas pacientes de uma clínica privada algarvia, acusando as "autoridades públicas" de "incúria" por "se demitirem da sua função de fiscalização", e acrescentando: "É isto culpa do PSD? É este o Estado social que o PS quer oferecer a Portugal?"

Que repulsa deve sentir Passos PM desse outro que, na oposição, aproveitava mortes e cegueiras para combater o governo. Como a que surge ante quem recusa renegociações, perdões e reestruturações da dívida, que ataca os gregos por quererem pagar menos ou mais devagar, que clama "pagaremos custe o que custar" mas se rebela contra a farmacêutica que criou um medicamento com taxa de cura de 90%: "O preço que solicitado não é adequado sob nenhum ponto de vista. Os estados devem fazer tudo o que está ao seu alcance para salvar vidas humanas e assegurar os melhores cuidados de saúde. Mas é mentira que custe o que custar no sentido em que tenhamos recursos ilimitados para suportar qualquer preço de mercado".

Evidente: o Estado não tem recursos ilimitados. E, sem dúvida, o preço que a farmacêutica pede é muito elevado. Mas será mesmo "injustificado"? Não há informação oficial sobre qual o valor na mesa ao fim de um ano de negociações, mas o DN noticiou ontem que um ciclo de tratamento - três meses - desceu para 24 mil euros, metade dos 48 mil iniciais. Muitos doentes precisam de seis meses e podem ser necessários outros fármacos; difícil fazer contas. Tendo só 30% dos 13 mil doentes identificados indicação, segundo os especialistas, para tratamento imediato, este, a um preço médio de 30 mil euros, orçaria 117 milhões. Imenso. Porém - por exemplo - em 2013 o SNS gastou 220 milhões com antirretrovirais para 28 mil pessoas com HIV-sida; 7857 euros por paciente. É muito ou razoável? Se não combatido, o HIV causa a morte. Tal como o HVC (vírus da hepatite C). A medicação para o HIV é necessária toda a vida, o que implica multiplicar o valor por todos os anos de toma; o fármaco inovador contra o HVC exige um ciclo ou dois de tratamento e pronto - estamos a falar de cura. Não é difícil concluir qual sai mais caro. Mas, claro, dizer algo deste género é, como ontem gritava a maioria no parlamento, "ficar do lado das farmacêuticas." Porque os mercados só têm razão quando emprestam dinheiro a juros usurários, e Passos e quem o apoia têm horror à demagogia. Ou não fosse ele quem, em abril de 2011, em "mensagem de Páscoa", asseverava: "Nestes momentos conturbados, podemos abdicar de muitas coisas. Mas a garantia sobre os cuidados de saúde é uma segurança que tem de ser dada a todas as pessoas."» [DN]
   
Autor:

Fernanda Câncio.


 O país transparente
   
«Agentes infiltrados, vigilância nas redes sociais, bloqueio de sites, critérios mais apertados para vistos, naturalização e viagens e papel mais interventivo do Ministério Público. Estas são algumas das novidades da Estratégia de luta anti-terrorista que o Governo está a ultimar e que esteve em debate durante cerca de quatro horas na reunião do Conselho Superior do Ministério Público, que ocorreu terça-feira na Presidência do Conselho de Ministros.» [Observador]
   
Parecer:

Este país é um país de amadores, ainda nada foi aprovado e já os terroristas foram informados do que o país vai fazer.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sugira-se à Procuradora-Geral que infiltre o procurador Teixeira e o juiz Alexandre no ISIS e os mande para a Síria.»

 Hilariante!
   
«A posição do Ministério Público relativamente ao recurso das medidas de coação de Sócrates e dos restantes arguidos da Operação Marquês chegou ao Tribunal da Relação no mesmo dia em que o processo foi sorteado e atribuído, na última segunda-feira. Embora a lei não o imponha, também o juiz Carlos Alexandre teve uma palavra a dizer: a prisão preventiva de Sócrates e Santos Silva foi decretada porque ambos podiam, em liberdade, forjar documentos que comprometiam a investigação. O ex-primeiro-ministro também conseguiria facilmente asilo num país da América Latina, onde manteve boas relações nos últimos anos.

Segundo o Diário de Notícias, o procurador Rosário Teixeira sustenta que tanto o ex-governante como o seu amigo e empresário, Carlos Santos Silva, podiam celebrar contratos que ocultariam os crimes que estão a ser investigados. Suspeita-se que, em três anos, tenham circulado 500 mil euros entre os dois. Recorde-se que, já depois de detidos, foi detetado um Fundo Especial de Investimento Imobiliário fechado no Deustche Bank, para onde tinham sido transferidos os apartamentos que Santos Silva comprou à mãe de Sócrates e o apartamento de Paris.» [Observador]
   
Parecer:

As coisas que Sócrates poderia fazer em liberdade...
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»

 O Pentágono no seu melhor
   
«O Presidente russo pode sofrer de uma forma de autismo, a síndrome de Asperger, que o obriga a um “controlo máximo” de si próprio quando atravessa uma crise, segundo um relatório do Pentágono datado de 2008, divulgado esta quinta-feira.

Depois de estudarem as expressões e os movimentos do seu rosto em vídeo, os analistas militares concluíram que o desenvolvimento neurológico de Vladimir Putin tinha sido perturbado na sua infância, dando a impressão de um desequilíbrio físico e de estar pouco à vontade nas relações com terceiros. “Este sério problema de comportamento foi identificado pelos neurologistas como a síndrome de Asperger, uma forma de autismo que afeta todas as suas decisões”, afirmou a autora do relatório, Brenda Connors, da Escola de Guerra da Marinha, produzido num centro de reflexão do Pentágono.

Mas a instituição, equivalente a um Ministério da Defesa, minimizou o documento, revelado pelo diário USA Today, que nunca subiu ao gabinete do secretário da Defesa ou outros dirigentes militares. Uma porta-voz do Pentágono, Valerie Henderson, disse à agência noticiosa AFP que o documento “nunca foi transmitido ao secretário [da Defesa] e não foi objeto de pedidos de dirigentes do Departamento da Defesa para o examinarem”.» [Observador]
   
Parecer:

E o Bush não sofria de anda?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Mais uma gargalhada!»

 Acabaram.-se as cunhas para agilizar vistos
   
«A concessão e a renovação dos vistos Gold está praticamente parada desde novembro, altura em que o diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi detido por corrupção. Consequência: há cidadãos chineses a desistir de investir em Portugal, a ponderar vender as casas de mais de meio milhão de euros que compraram em território nacional ou a procurar outros países europeus, como a Espanha.

“Quando foi anunciado que a lei iria ser alterada depois do processo-crime, comecei a receber dezenas de telefonemas de chineses preocupados. Alguns preferem iniciar o processo noutros países por causa da instabilidade na lei”, disse ao Observador Bao Hong, que faz de intérprete e de elo de ligação entre escritórios de advogados chineses e portugueses.» [Observador]
   
Parecer:

Tanta garganta e agora pararam tudo com medo.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  

   
   
 photo Stefano-Canali---Slavo-Janowski-1_zps6acb8007.jpg

 photo Stefano-Canali---Slavo-Janowski-4_zps4bc03be2.jpg

 photo Stefano-Canali---Slavo-Janowski-3_zpsf430b8ef.jpg

 photo Stefano-Canali---Slavo-Janowski-2_zps5b820660.jpg

 photo Stefano-Canali---Slavo-Janowski-5_zpse2cf3329.jpg
  
blog comments powered by Disqus