terça-feira, agosto 11, 2015

A candidata

Se os portugueses tiveram de aturar dois mandatos presidenciais de Cavaco Silva, uma personagem que já tinha sido derrotada por Jorge Sampaio deve-o mais a feira de vaidades em que gostam de participar algumas personalidades do PS do que aos méritos de um político descredibilizado e sem aptidões para a mais alta magistratura do Estado.

A candidatura de Manuel Alegre serviu apenas para dividir do eleitorado do PS e para animar a extrema-esquerda na sua tentativa de crescer eleitoralmente a custa do romantismo de algumas franjas de eleitores do PS. OI pais pagou cara a vaidade de Manuel Alegre, um bom poeta mas um político em que poucos eleitores depositavam confiança. As desavenças internas do PS foram transpostas para a luta pela Presidência da República.
  
Manuel Alegre conseguiu vingar-se de Sócrates, mas fê-lo da pior forma, levando Cavaco Silva ao colo para Belém, para depois o presidente da direita derrubar o governo do PS e ajudar a direita a ter todo o poder e a ignorar todos os valores constitucionais. Para quem não e do PS e nada tem que ver com as desavenças internas daquele partido não só foi mais uma desilusão, como se pagou um preço demasiado elevado pelas caganças de algumas personalidades do PS.
  
Parece que mais uma vez a cagança e os jogos suicidas de algumas personagens do PS vão ajudar a direita a conquistar a Presidência da República. Ainda por cima, e mais do que óbvio que também se pretende transformar uma candidatura presidencial num Cavaco de Troia nas lutas e ambições de algumas personalidades do PS. Ainda este partido disputa as eleições e já se percebe que um tal Assis se prepara para usar a sua melhor gravata na noite eleitoral e apresentar-se como candidato à liderança do PS.
  
A candidatura de Maria Belém é mais uma brincadeira de mau gosto de políticos que pertencem a uma certa burguesia  política que ganhando quase 20.000 euros em Estrasburgo ou com rendimentos garantidos em Portugal estão mais preocupados com a grandeza ridículo do seu umbigo do que com o que o povo português sofreu ou pode vir a sofrer ainda graças às suas manobras canalhas.
  
Ou estou muito enganado ou será desta vez que os eleitores do PS deixam de o ser, a candidatura de Belém, lançada pelo Correio da Manhã, e apoiada pelo Observador desde que o Henrique Neto se cansou é uma manobra da direita e não admira que seja a jogada de uma certa direita do PS que bem podia ser  a ala do centro do PAF.
  
blog comments powered by Disqus