domingo, agosto 30, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Petinha_zpsgzskow6y.jpg

Petinha-dos-prados [Anthus pratensis], Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Paulo Rangel

Ao sugerir que sendo o PS governo não teria havido uma investigação a um primeiro-ministro o pequeno deputado rico do PSD está assumindo o óbvio, que a investigação a Sócrates foi um frete da justiça ao PSD e CDS.

«O caso Sócrates chegou à Universidade de Verão do PSD pela mão do eurodeputado Paulo Rangel. Elogiando o “ataque sério e consistente” feito nos últimos tempos à corrupção e “promiscuidade”, Rangel deixou críticas ao líder do PS por “fazer graçolas” com “coisas demasiado sérias”, como o caso BES, e arriscou mesmo perguntar à plateia: “Alguém acredita que se os socialistas estivessem no poder haveria um primeiro-ministro sob investigação?” ou que “o maior banqueiro estaria sob investigação?”

“Foi durante este Governo, não é obra deste Governo, não é mérito deste Governo, mas foi durante este Governo que pela primeira vez em Portugal houve um ataque sério, profundo e consistente, à corrupção e à promiscuidade”, afirmou Paulo Rangel, na última aula da Universidade de Verão do PSD, que termina domingo em Castelo de Vide.» [Obsrvador]
   

   
   
 photo Jakub-Mrocek-5_zpsflhnzgjn.jpg

 photo Jakub-Mrocek-2_zpsmikquajq.jpg

 photo Jakub-Mrocek-4_zpsuzmtjjsr.jpg

 photo Jakub-Mrocek-1_zpsk8jw9vxt.jpg

 photo Jakub-Mrocek-3_zpssf5aldmp.jpg
  
blog comments powered by Disqus