segunda-feira, fevereiro 03, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo baixa1_zps641a8e5e.jpg
     
Baixa de Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Marco António, o pequeno imperador

A Marco António estão reservados os pequenos recados, desta vez coube ao pequeno imperador desafiar o PS para apresentar propostas. O problema de Marco António é ignorar que este governo tem mais de dois anos ao longo dos quais nem negociou, nem aceitou as ideias de ninguém, pior ainda, nem sequer se deu ao trabalho para cumprir os acordos que assinou no âmbito da concertação social, domínio em que, aliás, o pequeno Marco tinha responsabilidades enquanto foi secretário de Estado.

A pequenez de MArco António é evidente na sua escolha para responder a Seguro, o PSD escolheu alguém para menorizar o líder da oposição e esse alguem insignificante foi o pequeno Marco, António como o imperador romano.

«"O PSD congratula-se com a resposta positiva dada ontem [sábado] pelo líder do PS ao apelo feito pelo primeiro-ministro para que este partido se associasse a uma estratégia orçamental de médio prazo, para que se fixassem tetos para a despesa pública primária do Estado no âmbito do documento de estratégia orçamental", afirmou Marco António Costa em conferência de imprensa, no Porto.

O porta-voz do PSD reagia assim às declarações feitas por António José Seguro no encerramento da conferência "Uma administração pública eficiente e com qualidade", em que reiterou a importância de "equilibrar as contas públicas", admitindo que esse objetivo "justifica ter um limite nominal para a despesa corrente", mas sem especificar.» [Notícias ao Minuto]
 
 O cinema Londres

É engraçado o país ter vendido a EDP aos chineses, preparar-se para vender os seguros da CGD aos chineses e depois de tudo isto o grande problema é ver chineses a montar uma loja num cinema que já ninguém frequentavam, mas fica numa zona fina da cidade.

  Gostei de ouvir!
 
 
Mas quem não tem medo do não conseguimento?
 
   
 pronto para mais praxes no Meco
   
«Um mês e meio após a misteriosa morte dos estudantes da Lusófona, o sobrevivente falou. Não com os familiares das vítimas, que exigem explicações, mas com a administração daquela universidade.

João Miguel Gouveia, o alegado único sobrevivente da tragédia do Meco, esteve reunido com o filho do administrador da Lusófona, Manuel José Damásio, e com um adjunto da Direção. O encontro sigiloso ocorreu nas instalações daquela universidade, no Campo Grande, em Lisboa, ao final da tarde de quinta--feira, apurou o JN junto de funcionários da instituição.» [JN]
   
Parecer:

O Dux reuniu com os seus.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Investigue-se.»
     

 
 Temporal no Cantábrico (fonte)
 
 photo Temporakl_zps08b3b138.jpg
 
 Winter storm causes havoc in US South (fonte)

 photo Sul5_zpsa840f639.jpg
  
 photo Sul4_zps8d89ddbc.jpg
  
 photo Sul1_zps2e846798.jpg
  
 photo Sul2_zpsa569533b.jpg
  
 photo Sul3_zps054dda0d.jpg
   
   
 photo Vincent-Favre-1_zps04fce1e4.jpg

 photo Vincent-Favre-2_zps2651e470.jpg
 
 photo Vincent-Favre-4_zps3a0b00f0.jpg

 photo Vincent-Favre-5_zps5b1a7377.jpg
 
 photo Vincent-Favre-3_zps4bf95dc9.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus