quarta-feira, janeiro 08, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo Vista_zpsf5c4e055.jpg
     
Rio Tejo
  
 Jumento do dia
    
Paula Teixeira Pinto, (faz de conta que é) ministra da Justiça

A ministra da Justiça foi tão eficaz a acabar a impunidade tal como prometeu que até os agentes da PJ já estão a abandonar a polícia fartos de tédio.

«A Associação Sindical de Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) confirmou ao DN esta situação, que classifica como "fluxo anormal" de saídas destes profissionais da PJ, mas não tem acesso a números globais. "Temos essa perceção sim, através das informações de serviço que vão chegando ao conhecimento das unidades. Podemos afirmar que o número de pedidos tem sido bastante elevado no último ano, ano e meio, atingindo valores fora do normal", garantiu o presidente da ASFIC, Carlos Garcia.» [DN]
 
 A ditadura e a democracia

Quando se compara Ronaldo com Eusébio é frequente ouvir-se que no tempo de Eusébio a informação não corria tão célere, esse facto é usado para realçar a dimensão internacional do fenómeno Eusébio. Até parece que a comunicação internacional mundial funcionava da mesma forma que a comunicação social do tempo da ditadura.
   
   
 Acabou a impunidade ... em Espanha
   
«A infanta Cristina, filha do rei espanhol Juan Carlos, foi esta terça-feira constituída arguida pela segunda vez no processo de desvio de fundos e branqueamento de capitais, conhecido como Nóos, e será ouvida a 8 de março.

José Castro, juiz instrutor do caso – que envolve também o marido de Cristina, Iñaki Urdangarin –, deu hoje a conhecer a sua decisão num extenso auto de 227 páginas.» [CM]
   
Parecer:

Digamos que a ministra prometeu e a Espanha cumpriu.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se conhecimento à Procuradora-Geral da República.»
  
 Quem escondeu o relatório das IGF
   
«Em declaração política feita hoje, os vereadores da maioria da Câmara do Porto sustentam que os responsáveis políticos que quiseram "usar a Porto Vivo e a reabilitação urbana do Porto para efeitos meramente eleitoralistas devem agora retratar-se, pedindo desculpas públicas".

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, adianta que, "tal como esperava", o relatório da IGF à auditoria solicitada em junho às contas da Porto Vivo, SRU (Sociedade de Reabilitação Urbana), demonstra que eram "infundadas e difamatórias" as suspeitas lançadas sobre o rigor e a transparência das mesmas.» [Expresso]
   
Parecer:

O agora secretário de Estado da Administração Pública deveria responder à pergunta.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Faça-se a sugestão.»
   
 Ministro goza com os professores
   
«O ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, afirmou esta terça-feira, 7 de Janeiro, no Parlamento, que a prova de avaliação de conhecimentos e competências “não se destina a afastar professores do sistema de ensino” e que é “absurdo” pensar isso.

“Há mais professores candidatos a entrar [no sistema educativo] do que os lugares que existem para os contratos, que são temporários. Era necessário que não passassem na prova 75% ou 80% dos professores para que isso tivesse algum efeito na contratação. A prova não se destina a afastar professores do sistema de ensino. Destina-se a introduzir um elemento adicional de dignificação da profissão docente”, declarou o governante durante a audição na Comissão de Educação e Ciência, depois de ser confrontado pela deputada do PCP, Rita Rato.» [Jornal de Negócios]
   
Parecer:

Isto é gozar com as pessoas.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Defenda-se a demissão do incompetente.»
     

   
   
 photo Alex-Nail-5_zpsbf89eecc.jpg

 photo Alex-Nail-4_zpsca7d7945.jpg
 
 photo Alex-Nail-1_zps59cdede5.jpg

 photo Alex-Nail-3_zps0ab41584.jpg
 
 photo Alex-Nail-2_zpsd34fdc3b.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus