sábado, novembro 15, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Dixmude_zpse369c386.jpg

O navio de assalto anfíbio "Dixmude" da classe Mistral, Lisboa
(trata-se de um navio igual ao comprado pela Rússia à França e que este país se recusa a entregar [Observador])
  
 Jumento do dia
    
Miguel Macedo

No plano pessoal Miguel Macedo não está em causa no processo dos vistos Gold porque não é arguido neste processo, mas o facto é que uma boa parte dos arguidos são pessoas do seu círculo pessoal e um deles é mesmo dirigente de um organismo que é tutelado pelo MAI e, portanto, é da sua confiança política, com ou sem intervenção da CRESAP foi escolha sua.

Nestas condições resta ao ministro concluir se tem ou não condições políticas para se manter no cargo e parece que acha que sim, mas todos já vimos ministros caírem por muito menos e a partir de agora é um ministro fragilizado. Pode ter a confiança de Passos Coelho mas a questão é saber se seria mais digno sair agora do que ficar exposto a um desgaste acelerado.

PS: A ministra da Justiça não leva o galardão proque esta senhor é um problema que já saíu do foro político. A senhora não parece estar boa e desde há algum tempo só faz asneiras ao mesmo tempo que só dz disparates. Digamos que mete dó.

«Miguel Macedo treme, mas não caiu. Em seis meses, o ministro da Administração Interna viu-se envolvido em mais um caso de corrupção no seu ministério. Desta vez, o caso dos vistos Gold apanhou de surpresa o ministro, que colocou o lugar à disposição, não tendo sido aceite pelo primeiro-ministro.

Há seis meses, tinha sido detido o ex-diretor-geral de Infraestruturas, João Correia, por suspeitas de corrupção em casos de obras para o ministério em ajustes diretos. A detenção ocorreu na sequência de uma auditoria interna que o próprio Macedo enviou para o Ministério Público.

A “bomba” dos vistos Gold rebentou à hora de almoço de quinta-feira. A Polícia Judiciária entrou no ministério, antes das 13h, para fazer buscas relacionadas com a nomeação de um oficial da ligação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em Pequim – seria Maria Guadalupe Mègre, apurou o Observador. Miguel Macedo estava ainda na reunião do Conselho de Ministros, na Teixeira Gomes, quando a polícia resolveu fazer as buscas.» [Observador]

 Conclusão

Disseram aos chineses que em Portugal estava tudo à venda e eles começaram a comprar directores-gerais.

 Investimento?

Paulo Portas insiste em chamar investimento a tudo quanto é dinehrio ou a todas as aquisições. Segundo a lógica destes imbecis quando um cidadão bebe uma bica está investindo na indústria do café da mesma forma que quem compra uma habitação investe na construção civil. Só é pena que em relação aos portugueses que investiram na sua casa de habitação sem terem levado nda que seja "gold" sejam tão perseguidos por impostos e pela máquina fiscal, acabando alguns por ficar sem a casa,

Para esta gente não há qualquer diferença entre um empresário e um traficante, se tem dinheiro e o deposita num banco português ou compra uma casa é promovido a investidor estrangeiro. Já os portugueses que tenham dinheiro ou que comprem casa são gente que anda a consumir demais.


 A realidade contesta a austeridade
   
«A economia portuguesa cresceu 0,2% no terceiro trimestre do ano, conseguindo assim o segundo trimestre consecutivo a crescer, depois de uma queda no início do ano, indicou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Na primeira estimativa para os números do terceiro trimestre do ano, o INE dá conta de mais um trimestre de crescimento, mas a ritmo inferior. Neste terceiro trimestre, face ao trimestre imediatamente anterior, a economia cresceu 0,2%. No segundo trimestre do ano a economia cresceu 0,3%.

Recorde-se que, em cadeia, a economia sofreu uma contração no início do ano de 0,4% do PIB.

A explicação, segundo o INE, para o crescimento no terceiro trimestre deve-se a um aumento do consumo por parte das famílias. Com isto, a procura interna aumentou e deu um contributo positivo para o PIB.» [Observador]
   
Parecer:

É uma pena que a ministra saiba tanto de política económica como o pitbull do seu marido e que os imbecis do CDS andem a estudar as estatísticas que lhes dá jeito.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

 Era um fartar vilanagem?
   
«O juiz desembargador Antero Luís – que dirigiu o Serviço de Informações de Segurança e foi secretário-geral de Segurança Interna – terá sido apanhado nas escutas feitas no âmbito da investigação à atribuição de vistos de Gold. Antero Luís está a ser investigado num processo autónomo, segundo noticia o Correio da Manhã esta sexta-feira.

De acordo com aquele jornal, a investigação teve que ser autonomizada por se tratar de um juiz desembargador. É que para poder emitir mandados de detenção ou mesmo conseguir autorização para fazer escutas telefónicas e obter mais provas, é necessária autorização do presidente do Supremo Tribunal de Justiça, por estar em causa um juiz. As escutas a outros suspeitos foram autorizadas pelo juiz de instrução criminal, Carlos Alexandre.

Antero Luís foi escutado num telefonema com António Figueiredo, o presidente do Instituto de Registo e Notariado que foi um dos 11 detidos na operação da Unidade nacional de Combate à Corrupção da PJ.

O juiz ter-lhe-á ligado a perguntar se encontraria compradores para um apartamento que um irmão dele detinha na zona de Leiria. O imóvel foi visitado pelos potenciais clientes, mas o negócio não foi fechado.» [Observador]
   
Parecer:

Os chineses estão mesmo a comprar tudo em Portugal, um dia destes ainda compram o cavalo da estátua equestre do D. José no Terreiro do Paço.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

 Este governo não quer saber a cor do dinheiro
   
«O CDS entende que não se pode pôr em causa a bondade dos vistos Gold, criados em 2012 por iniciativa de Paulo Portas, e está indignado com o ataque que o PCP e o BE fizeram ao agora vice-primeiro-ministro, na sequência da investigação que já levou à detenção de 11 pessoas por suspeitas de corrupção na concessão destes vistos.

“O modelo é bom, magnífico, para captar investimento estrangeiro e muitos países também têm este tipo de vistos. Será um erro pô-los em causa”, afirmou ao Observador o deputado centrista Hélder Amaral. “Todos nós tiramos cartas de condução e há pouco tempo houve um megaprocesso de corrupção e não me parece que se vá acabar com as cartas de condução”, acrescenta.» [Observador]
   
Parecer:

Por este andar até os narcotraficantes mexicanos se vão instalar em Portugal.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Mande-se essa gente à bardamerda.»

 Passos só deu prejuízo à Tecnoforma
   
«No início de 1998, pouco mais de um ano depois de ter sido criado pela Tecnoforma e por Passos Coelho, o Centro Português para a Cooperação (CPPC) tinha em carteira cinco projectos com um valor superior a 12 milhões de euros. Todos eles aguardavam financiamentos públicos.

Passados dois anos, em Fevereiro de 2000, o seu terceiro e último Balanço de Actividades já se apresentava como uma confissão de fracasso. O destino da organização era aí remetido apenas para o futuro da estratégia de cooperação do Estado português com os PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).  

E a cessação da sua actividade, nesse mesmo ano, parece ter uma só explicação: a Tecnoforma angariou quase três vezes mais fundos públicos nos três anos anteriores à criação do CPPC do que este veio a conseguir nos seus três anos de actividade.  

Afinal, o homem que “abria todas as portas”, como o fundador da Tecnoforma definiu Passos Coelho, revelou-se uma aposta sem qualquer valor para a empresa. Pelo menos até ao fecho do CPPC.» [Pública]
   
Parecer:

Digamos que Passos nunca deu lucro a ninguém e muito menos ao país.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 PSD atira Paulo Portas aos lobos
   
«O líder parlamentar do PSD afirmou hoje que cabe ao parlamento dirigir os pedidos de explicação aos membros do Governo sobre os vistos ‘gold', mas adiantou que a tutela é de Paulo Portas, apelidando-o de "porta-voz" do programa.

"Se a tutela desta área é do senhor vice-primeiro-ministro e se é ele que tem sido o porta-voz do Governo sobre ela, naturalmente ele dará as explicações em nome do Governo", acrescentou o líder parlamentar social-democrata.» [i]
   
Parecer:

Já estamos em campanha eleitoral e na coligação é o salve-se quem puder.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

   
   
 photo Santiago-Siro-Folcini-5_zps75ff8e3d.jpg

 photo Santiago-Siro-Folcini-2_zpsb1103697.jpg

 photo Santiago-Siro-Folcini-3_zps1d92f3f8.jpg

 photo Santiago-Siro-Folcini-1_zps6b16ed47.jpg

 photo Santiago-Siro-Folcini-4_zps207159e7.jpg
  
blog comments powered by Disqus