segunda-feira, novembro 17, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento

 photo _Rua-Augusta_zps228df132.jpg


Rua Augustra, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Marques Mendes, um homem sem sorte com as companhias

Se a personagem dos livros "Onde está o Wally" fosse uma caricatura de um Marques Mendes que só por si é uma figura de banda desenhada, o jogo seria bem mais fácil bastaria que aos desenhos fosse acrescentada uma pista olfactiva e até um cego conseguiria desfrutar do novo jogo "Onde está o Marques Mendes". O falhado líder do PSD agora promovido a vendedor de informação previlegiada está sempre onde cheira mal. Sempre foi assim sucedeu no caso BPN quando era empregado de um dos donos, sucedeu no BES onde tinha um biscate e volta a suceder nos vistos do Portas.

O facto de Marques Mendes declarar a sua inocência dizendo que não ganhou um tostão diz bem do objectivo das suas andanças, fica claro que desta vez não ganhou mas pela forma como fala o normal seria ganhar.  Vir dizer que é sócio de uma empresa que julgava já estar fechada não é uma desculpa digna de alguém honesto e com o percurso profissional de Marques Mendes.

Coincidência das coincidência Marques Mendes tem o azar de estar sempre onde a mistura de dinheiro com gestão de influências e corrupção cheira mal que tresanda.

«Luís Marques Mendes afirmou hoje que não tem qualquer tipo de relação com a empresa JMF – Projects & Business desde 2011, na qual é sócio juntamente com a filha do presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN) que está a ser investigada no caso dos vistos dourados, e que até achava que a empresa já estava fechada. Comentador diz que nunca teve uma conversa sobre vistos dourados.

O ex-presidente do PSD, que aproveitou o espaço de comentário semanal que tem na SIC para responder às suspeitas levantadas, não se desvinculou da empresa mas diz que acabou por não prestar qualquer atividade profissional na empresa que foi criada em 2009 e a qual, diz, não ter nada com vistos dourados. Para além disso, assegura, nunca teve qualquer conversa sobre o tema.

“Enquanto sócio desta sociedade nunca tive uma reunião, um contacto, uma diligência, nem sequer uma conversa sobre vistos gold, seja dentro da sociedade, seja fora da sociedade”, afirmou.

O comentador da SIC fez questão de dizer ainda que não teve qualquer reunião com a empresa desde 2011, apesar de não se ter desvinculado da mesma: “Desde 2011 que eu próprio pensava que ela estava inativa, desativada. Pelos vistos não está formalmente, mas pensava que sim. Desde 2011 nunca fui a nenhuma reunião, nunca fui convocado para nenhum encontro, nunca auferi um único euro”, disse.» [Observador]

 A coligação no seu melhor

O pessoal do CDS lançou os vistos gold e foram os do outro partido da coligação a lambuzar-se no negócio. Esta é uma coligação que funciona e está para lavar e durar.

 Turistas que visitaram Portugal regressam nus a casa
 
 photo _a_zpseadd63b4.jpg


Este é o aspecto dos carreiros dos pirinéus desde que António Costa decidiu cobrar a taxa de um euro aos turistas que visitam Lisboa, na imagem vêm-se turistas que estiveram em Portugal e que depois de terem ficado sem nada do que tinham por causa da taxa do Tó tiveram de regressar nús e a pé.

 Pobre Cavaco

Jurou que não anteciparia as eleições e agora assiste ao definhar do seu governo que se afunda num lodaçal enquanto vai caindo aos bocados. Um dos projectos mais badalados pelo ministro caixeiro-viajante de vistos e Magalhães resultou num caso de corrupção nunca visto num país desenvolvido com um dos chefes das polícias envolvido, mais três dirigentes com a categoria de director-geral e sabe Deus quem mais. A saída limpa deu em borra.

 Vistos

Só um ceguinho é que não via que os vistos gold iriam atrair muito dinheiro fácil e que isso iria atrair as moscas. O incrível é que mesmo sendo quase público que havia uma investigação em curso a gulodice foi tanta que não conseguiram parar e ainda pediram ajuda ao SIS para apagar provas.

 Uma pergunta à maluquinha

O que será necessário para que perceba que deve apresentar a demissão? Já o devia ter feito por causa do Citius e agora com o lodo que se encontrou no ministério do fim da impunidade não lhe resta outra alternativa do que ser coerente e depois de ter prejudicado a Justiça e o próprio país deve sair pela porta das traseiras.
 
Com a demissão de Miguel Macedo o governo perdeu um dos poucos dos ministros com nota positiva, em contrapartida sobrevive a mais incompetente ministra do governo, um caso de resiliência da incompetência.
     

 A difícil tarefa do Maduro
   
«O ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, afirmou neste sábado na Figueira da Foz que as detenções no âmbito da investigação sobre a atribuição de vistos ‘gold’ pertencem “à justiça”. O programa de atribuição de vistos gold “pode ser discutido”, contudo não deve haver “a confusão” entre vistos ‘gold’ e casos de justiça, argumentou, sublinhando que essa confusão “não ajuda a resolver os problemas”.

“Ao sistema da justiça aquilo que é da justiça”, respondeu Poiares Maduro às perguntas dos jornalistas sobre o caso dos vistos ‘gold’, referindo que a iniciativa do governo de “atribuir residência a quem investe no país” não deve ser confundida com algo do “foro da justiça”.» [Observador]
   
Parecer:

Smpre que o governo está em apuros e só tem baboseiras para declarar a tarefa é atribuída ao brilhante Maduro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

 A reforma da Administração Pública
   
«O primeiro dia de interrogatórios no caso dos vistos dourados terminou ao fim de cerca de 13 horas, tendo sido ouvidas apenas três pessoas, segundo um dos advogados à saída do Tribunal. Faltam ainda ouvir oito dos onze suspeitos.

Foi ouvido Manuel Palos, diretor do Serviço de Estrangeiro e Fronteiras (SEF), e Paulo Eliseu, dos serviços de notariado, estando ambos indiciados por corrupção. Segundo o Diário de Notícias, Manuel Palos é suspeito de apressar a concessão de vistos dourados a troco de uma comissão de 10%. Terá sido mesmo escutado pela PJ a responder positivamente a alguns pedidos nesse sentido.

No sábado, Terá sido ouvido ainda um dos três empresários chineses.

Só depois de ouvidos todos os suspeitos é que o Ministério Público irá propor as medidas de coação que pretende que sejam aplicadas, para então serem decididas pelo juiz Carlos Alexandre.

Até serem conhecidas as medidas de coação, Manuel Palos ficará detido na cadeia de Évora, um estabelecimento prisional para militares e elementos das forças de segurança.» [Observador]
   
Parecer:

Esta mudança de directores-gerais para Évora estaria prevista no guião do Paulo Portas.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Recorra-se ao GPS e quando se localizar Paulo portas , algures por esse mundo fora em busca de investidores pergunte-se-lhe se esta mudança foi sugerida pelo FMI ou se foi ideia sua.»

 Vinho e dinheiro
   
«O diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Manuel Palos foi acusado este sábado de dois crimes de corrupção passiva no caso dos vistos gold. Em causa estão duas garrafas de vinho da quinta do presidente do Instituto dos Registos e do Notariado (IRN) e uma escuta telefónica entre António Figueiredo e um cidadão chinês, na qual Figueiredo lhe terá dito que seriam necessários adiantar cinco mil euros ao diretor do SEF.

Manuel Palos é sobretudo suspeito de, enquanto diretor do SEF, agilizar e apressar processos para a concessão de vistos gold no que dizia respeito ao Serviço de Serviços e Fronteiras, indica o Diário de Notícia.

O diretor do SEF terá sido escutado a receber vários pedidos a que dizia sempre sim e uma fonte chegou mesmo a dizer que Palos estaria sempre disponível para “dar um jeito”.

Já sobre António Figueiredo que deverá ser interrogado este domingo, recaem muitas suspeitas de ligações pouco claras à concessão de vistos dourados.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

É deprimente ver directores-gerais a comportarem-se de forma tão rasca.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Investigue-se.»
    

   
   
 photo Hugo-Romano-4_zps41c31f15.jpg

 photo Hugo-Romano-3_zpsfc6a2f90.jpg

 photo Hugo-Romano-2_zps439f4a30.jpg

 photo Hugo-Romano-1_zps3e3b6a44.jpg

 photo Hugo-Romano-5_zpseddfd6ee.jpg
  
blog comments powered by Disqus