quarta-feira, setembro 24, 2014

O senhor docente universitário

 photo Docente_zps07be6251.jpg

Por mera curiosidade visito o site do parlamento para consultar o currículo do líder do PS e ainda bem que estava confortavelmente sentado, se assim não teria corrido o risco de cair e ainda ficar com bicos de papagaio, tal foi a surpresa. Fiquei a saber que Seguro é líder do PS e deputado só a título temporário, a profissão do homem é a de docente universitário, não sei se é assistente, professor auxiliar, agregado ou catedrático é, muito simplesmente, docente universitário. É mais ou menos a coisa que dizer que se é ciclista, não sabemos se é por se passear no Campo Grande ou se disputa a volta à França.
  
O homem subiu exponencialmente na minha consideração e naquele momento aumentou a minha curiosidade pelo seu lado intelectual e académico, até porque sempre tive a impressão de que não era lá muito dotado. Se há profissão que respeito é a de professor universitário e o facto de Seguro ser “docente universitário” levou a que sentisse vontade de saber mais coisas sobre este seu lado até aqui oculto para mim, em que boa universidade andou, que classificação terá tido, onde terá obtido o mestrado e/ou o doutoramento, em que universidades terá leccionado, que artigos escreveu e em que revistas os publicou, que investigação desenvolveu. É o género de dúvidas que se colocam em relação a um professor universitário.
  
Azar, apesar de ser docente universitário o seu currículo é quase omisso em relação a esta sua faceta surpreendente, do político amador sabe-se tudo até ao mais pequeno pormenor, do docente universitário profissional tudo é omitido. Sabemos que começou um curso com alguma dificuldade numa escola do meio da tabela para mudar para um curso de relações internacionais num híper universitário, ao que consta acabou a licenciatura em três anos, muito antes de haverem licenciaturas à bolonhesa. Quanto a mestrado apenas sabemos que frequentou ou frequenta um mestrado em ciência política, ciência que como é sabido está mais ou menos a meio caminho entre a astronomia e a física. Isto das frequências transforma muito cliente do Elefante Branco em menina, vai-se lá volta-se de saias.
  
Ao que aprece Seguro já deu mesmo umas aulas, até orientava a cadeira de Marketing Político numa universidade chamada Instituto de Comunicação Empresarial. Já imagino os seus alunos a fazerem trabalhos inspirados nos golpes baixos que Seguro deu nos debates com António Costa, ou a irem às aulas com t-shirts com a expressão "sinto-me Seguro" como se o ainda líder do PS fosse um preservativo.

O que não consta do currículo parlamentar é que quem partilhava a cadeira e leccionava a turma B era outro académico de primeira água, nem mais, nem menos do que seu grande amigo Miguel Relvas! Seguro até parece um exemplo para o país, consegue ser "sotôr" aos 41 anos com uma licenciatura de relações internacionais tirada em três anos e sem qualquer formação em gestão, comunicação ou marketing consegue coordenar uma cadeira universitária de marketing político tendo a seu cargo alguém com a craveira intelectual e académica de Miguel Relvas!

Que o Seguro se tenha formado em doutor numa qualquer universidade e num curso de faz de conta até compreendo, sempre tem um pouco mais de credibilidade do que o Miguel Relvas, mas que venha agora arvorar-se em docente universitário não abona nada de bom para um político que ao fim de trinta anos de boa vida nas mordomias do poder e de preferência em cargos sem grandes.
  
Se um dia Seguro for primeiro-ministro e o seu desempenho estiver ao nível do seu nível académico, então Portugal deverá estar ao nível do Burundi.

blog comments powered by Disqus