segunda-feira, abril 27, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



 Foto Jumento


 photo _Benfica_zpsq4xtkhbp.jpg

Benfica campeão em 2010, Bento XVI ainda era para e o Ricardo o dono disto tudp
  
 Jumento do dia
    
Nuno Melo

Podemos ficar descansados, Nuno Melo assegura que a maioria do CDS apoiará a coligação. Ainda bem que Nuno Melo nos deixa tranquilos, à custa dos colegas de partidos ocupados pela actual coligação conseguiu um tacho em Bruxelas e à custa da futura coligação muitos desses colegas terão lugar assegurado no parlamento à custa dos eleitores do PSD. Só se fossem doidos quereriam ir a votos e ficar com menos de 5% dos votos, voltando ao estatuto de partido do taxi.

«O vice-presidente do CDS-PP Nuno Melo afirmou hoje que vai defender nos órgãos do seu partido o acordo de coligação com o PSD e considerou que essa aliança terá o apoio da "esmagadora maioria" dos dirigentes centristas.» [Notícias ao Minuto]

  Casamento com dote

A coligação é um casamento com dote e o dote vão ser os muitos deputados que o PSD vai oferecer a um Paulo Portas que lidera um partido quase em extinção. Enfim, Passos Coelho abusou de Paulo Portas e agora foi obrigado a casar com ele.


 Os jovens do Chicago de Massamá
   
«Moreira Rato, Pedro Reis e Manuel Rodrigues coordenam grupo que trabalha na elaboração de propostas da área de economia.

Não têm a pretensão de ser os Stiglers ou os Friedmans do PSD nem são liberais como a Escola de Chicago, mas posicionam-se à direita e são quem esboça o programa eleitoral do partido em folhas de cálculo. Um grupo de 16 economistas prepara há dois meses o documento com as propostas económicas e financeiras que vão integrar o programa eleitoral do PSD. Facto curioso: são liderados por uma troika composta pelo ex-presidente do IGCP, João Moreira Rato, o ex-presidente da AICEP, Pedro Reis, e o secretário de Estado das Finanças e ex-vice-presidente do PSD, Manuel Rodrigues.» [DN]
   
Parecer:

p+arece que o grupo de economistas liderado por Mário Centeno deixou o PS em crise a gora a secção laranja do DN vem informar que o PSD também tem o seu grupo de economistas a trabalhar. O problema é saber para que serve o seu trabalho pois o PSD já enviou para Bruxelas o seu programa até 2019.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a MAria Luís se é por não ter qualificações académicas que não lidera o grupo de Chicago e Massamá.»

 Filha de Salgueiro Maia foi convidada a emigrar
   
«A filha do capitão de Abril Salgueiro Maia, a viver no Luxemburgo há quatro anos, diz que foi “convidada” a sair de Portugal pelo primeiro-ministro Passos Coelho, lamentando a situação atual do país, que compara ao terceiro mundo.

Catarina Salgueiro Maia, de 29 anos, deixou Portugal em 2011, ano em que a troika chegou a Portugal e “em que o primeiro-ministro aconselhou as pessoas a ganhar experiência no estrangeiro”, ironizou, recordando os apelos do Governo à emigração. Com o marido desempregado e um filho pequeno, a filha do capitão de Abril decidiu procurar trabalho no estrangeiro.

“O meu marido esteve seis meses sem trabalho e foi quando decidimos arriscar. Ele tinha cá família e acabámos por decidir vir”, contou Catarina Salgueiro Maia à Lusa, durante um jantar de homenagem ao pai, organizado no sábado, 25 de abril, pelo portal de notícias português Bom Dia, em que também participaram o deputado socialista Paulo Pisco e o cônsul de Portugal no Luxemburgo.» [Observador]
   
Parecer:

Todos os jovens qualificados foram obrigados a partir.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Agora é a vez de ser o país a convidar Pasos e Portas a emigrarem.»
  

   
   
 photo Carlos-Quevedo-2_zpsntsujfxj.jpg

 photo Carlos-Quevedo-4_zpsgtqqpnsm.jpg

 photo Carlos-Quevedo-5_zpsisgeihuu.jpg

 photo Carlos-Quevedo-3_zps9tmuotgm.jpg

 photo Carlos-Quevedo-1_zpsepxp4gle.jpg
  
blog comments powered by Disqus