quarta-feira, abril 29, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



 Foto Jumento


 photo _Flor-BV_zpscser2oky.jpg

z
  
 Jumento do dia
    
Marco António, novo rico de Valongo

O mesmo Marco António que ainda não disse nada sobre as graves acusações de que foi alvo no Facebook de um antigo dirigente da JSD dá uma semana ao PS para responder a perguntas como se as propostas do PS estivessem sujeitas à censura prévia do PSD.

A jogada de Marco António parece ser inteligente ainda que o PS não tenha que lhe dar qualquer resposta. Mas este truque do PSD para reagir a uma proposta que o apanhou de surpresa só vai servir para prolongar o protagonismo do PS.

«O secretário-geral do PS afirmou hoje que o seu partido vai responder na quarta-feira às 29 questões formuladas pelo PSD sobre o cenário macroeconómico dos socialistas e sustentou que a avaliação do atual Governo "já está feita".» [DN]


 Vi sair-lhe cara a vaidade
   
«O ex-inspetor da Polícia Judiciária (PJ) Gonçalo Amaral foi condenado a pagar 500 mil euros aos pais de Madeleine McCann, por danos causados com a publicação do livro intitulado "Maddie: A Verdade da Mentira", disse hoje à agência Lusa a advogada do casal britânico.
  
O tribunal cível condenou Gonçalo Amaral "a pagar a cada um dos primeiros [Kate McCann e Gearald McCann] o montante indemnizatório de 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil euros) acrescido de juros de mora, à taxa legal de juros civis, desde 05 de janeiro de 2010, até integral pagamento".» [DN]
   
Parecer:

Este inspector disse e escreveu muito mas nada provou, só que uma coisa é condenar a mãe da Joana com quedas mirabolantes pelo meio e outra é atacar o casal inglês.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao senhor se tem dinheiro.»

 Trabalhadores pró Pinto da TAP fazem marcha silenciosa
   
«"É muito importante que o Sindicato dos Pilotos perceba que existem rostos, para além do seu pequeno mundo, que estão em completo desacordo com tamanha insensatez", lê-se no email enviado esta manhã aos trabalhadores do grupo por Fernando Santos, trabalhador que tem sido porta-voz dos que criticam a luta do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC).

O programa prevê uma marcha silenciosa, marcada para as 12.00, desde a portaria da sede da companhia e termina com uma concentração junto ao terminal dos tripulantes, com passagem pelas chegadas e partidas do aeroporto da Portela.» [DN]
   
Parecer:

Este Pinto está a ir um pouco longe demais na forma como luta contra a greve dos pilotos.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Fernando Pinto quanto custaram à TAP as suas decisões erradas, como a do negócio do Brasil.»

 Treinador racista!
   
«O árbitro do Valadares - Aliados de Lordelo, disputado no sábado passado, não tolera atitudes ou insultos racistas. Por isso, quando ouviu o treinador do Lordelo chamar um jogador por Preto expulsou-o de imediato.

O insólito é que o jogador do Lordelo, o clube do treinador, se chama mesmo Preto e não houve da parte de Juvenal Brandão qualquer comentário depreciativo em relação à cor da pele de alguém.
"Tinha acabado de lançar um jogador que não está rotinado na posição. Ele é central e tive de o colocar a lateral direito. Em vez de defender, estava a subir e eu, no banco, gritei 'Hugo, não subas, junta-te ao Preto e fica'", contou ao Jornal de Notícias de hoje o treinador Juvenal Brandão, que, segundo explicou, no início nem percebeu o que estava a acontecer.» [DN]
   
Parecer:

O imbecil do árbitro não leu o nome dos jogadores.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»

 UBER proibida em Portugal
   
«A notícia é avançada pelo Shifter, que refere que a empresa de transporte de passageiros é obrigada a encerrar a sua página em território português, bem como a aplicação e a parar de angariar empresas de transporte sob o nome 'Uber'. A empresa tecnológica americana terá também de notificar todos os operadores de telecomunicações, bancários e entidades pagadoras registadas em Portugal de forma a suspender as atividades com a Uber.

A decisão do Tribunal da Relação chega por via de uma acção interposta pela ANTRAL - Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros, que na sua página online manifesta a sua "satisfação" pela decisão. Ao Notícias ao Minuto, o presidente da ANTRAL, Florêncio de Almeida, apelidou a situação como "lamentável" e que o Tribunal da Relação "repôs a lei em vigor". O presidente da ANTRAL referiu também que o serviço do Uber viola "o direito europeu e nacional das regras de acesso e exercício da atividade e de concorrência".» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Não conheço os fundamentos, mas estou certo de que os argumentos dos taxistas profissionais serviriam para retirar da circulação mais de metade dos tais de Lisboa, a começar pelos que frequentam habitualmente locais como o Aeroporto ou Santa Apolónia.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Espere-se pelas consequências do TTIP.»
  

   
   
 photo Atoyan-Alexander-5_zpsvwz54cyk.jpg

 photo Atoyan-Alexander-2_zpsoerebhqd.jpg

 photo Atoyan-Alexander-4_zpsksnikoom.jpg

 photo Atoyan-Alexander-1_zpsxprbzky6.jpg

 photo Atoyan-Alexander-3_zps9hfnztlo.jpg
  
blog comments powered by Disqus