quinta-feira, janeiro 15, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Bela_zps0ba5bc8f.jpg

Flor silvestre do Parque da Bela Vista, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Maria Luís, ministra das Finanças

A nova tabela não era mais do que uma solução manhosa para fazer passar os cortes dos vencimentos como definitivos. A desistência significa que o governo faz tudo para não perder mais votos e que foi incapaz de implementar mais esta reforma do famoso guião da reforma do Estado.

Com o abandono desta bandeira a ministra das Finanças optou por se limitar a ser um serviço de secretariado dos seus secretários de Estado pois pouco mais vai fazer até às eleiõe do que despachar os processos dos seus ajudantes.

«O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) disse hoje que o Governo decidiu não avançar com a Tabela Remuneratória Única (TRU) e com a tabela de suplementos que seriam aplicadas aos trabalhadores da administração pública.

Segundo a presidente do STE, Maria Helena Rodrigues, o Governo terá justificado a decisão de não aplicar as duas tabelas devido a "uma opção política" e a uma "pressão de grupos" profissionais.
A responsável falava no final de um encontro com o secretário de Estado da Administração Pública, José Leite Martins, no Ministério das Finanças, em Lisboa.» [DN]

 Pensamentos irreflectidos

às vezes penso que se a posição do PS em relação a todo o governo fosse a mesma que tem assumido perante tanta incompetência e canalhice na Justiça o mais lógico seria pedir a Cavaco que prolongasse a legislatura por mais quatro anos. Nunca um governante tão incompetente foi tratado de forma tão amável pelo maior partido da oposição.
 
 Fica sempre bem
 
 photo _Cavaco-Charlie_zpsfeff997f.jpg
 
Raim's Blog


 Será isto o islamismo tolerante
   
«A mulher de Raif Badawai receia que o blogger, condenado a 10 anos de prisão e a mil chicotadas, não resista ao próximo castigo, agendado para sexta-feira.

As autoridades da Arábia Saudita mantêm a intenção de dar 50 chicotadas a Raif Badawai na próxima sexta-feira, alertou hoje a Amnistia Internacional, organismo que defende que o país ainda vai a tempo de ouvir os apelos internacionais e de travar a medida.

A mulher de Raif Badawai receia que o marido não resista a esta segunda dose da pena de 10 anos de prisão e mil chicotadas por ter insultado o Islão. Criador de um blogue que discutia questões religiosas e políticas, a Rede Liberal Saudita, este homem deverá passar pelo martírio das chicotadas ao longo de 20 semanas. Nas vésperas da segunda, depois da sessão de sexta-feira passada, Ensaf Haidar lembra que a "pressão internacional é crucial" e que poderá resultar favoravelmente para o marido.» [DN]
   
Parecer:

Há quem tente passar a imagem de que a não ser os extremistas o islamismo é só bondadel, liberdade e democracia. Recorde-se que a democrática e tolerante Arábia Saudita foi o país que financiou a mesquita de Lisboa.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se.»

 Cavaco em campanha
   
«O Presidente da República considerou hoje que a situação de Portugal é melhor porque não foi necessário um segundo resgate, mas alertou para os grandes desafios que o país tem pela frente, recusando a ideia de "tempo de facilidades".

"Nós continuamos a ter grandes desafios à nossa frente, não temos à nossa frente um tempo de facilidades e para vencer os desafios que temos à nossa frente temos que apostar acima de tudo na iniciativa privada, no investimento privado", disse o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, no início de um encontro com empresários portugueses estabelecidos em Moçambique, que decorreu num hotel de Maputo.» [DN]
   
Parecer:

Cavaco ignora a paralisação do governo e continua a sincronizar as suas posições com as de Passos Coelho e Maria Luís, algo suficientemente importante e forte para falar do país no estrangeiro
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Cavaco se vai candidatar-se a deputado eplo círculo da emigração..»

 Pois não...
   
«Teixeira da Cruz negou esta quarta-feira no Parlamento que tivesse "varrido para debaixo do tapete" responsabilidades políticas relacionadas com o bloqueio do Citius durante 44 dias, no arranque do mapa judiciário.

Na segunda-feira à noite, os dirigentes do Instituto (IGFEJ) que gere a plataforma informática de suporte aos tribunais foram exonerados pelo secretário de Estado da Justiça, António Costa Moura.

"Nunca varri para debaixo do tapete e sempre disse o que tinha para dizer, afirmando as minhas convicções", disse Paula Teixeira da Cruz, respondendo a acusações feitas pela deputada Isabel Moreira (PS) durante a audição da ministra na Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais no Parlamento.» [DN]
   
Parecer:

Esta senhora é patética.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Tenha-se dó da senhora.»

 Governante do quê?
   
«O Tribunal de Condeixa-a-Nova, distrito de Coimbra, condenou nesta quarta-feira o ex-secretário de Estado da Administração Local Paulo Júlio a dois anos e dois meses de prisão, suspensa por igual período, pelo crime de prevaricação, praticado em 2008, quando era presidente da Câmara de Penela.

Paulo Júlio começou a ser julgado no início de Dezembro, acusado de um crime de prevaricação no âmbito de um concurso para um cargo de chefia na Câmara de Penela, que presidiu entre 2005 e 2011. O concurso foi ganho por Mário Duarte, primo em sexto grau do antigo governante e licenciado em História de Arte.» [Público]
   
Parecer:

A notícia conta que um ex-governante foi condenado num assunto banal, mas o curioso é que ao longo de toda a notícia omite-se a que governo pertenceu o ex-governante. Se fosse de um governo do PS é certo e sabido que à expressão ex-governante o jornalista teria acrescentado "socialista".
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
 Fisco entupido com multas de portagens
   
«O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga proferiu várias sentenças, em processos de contra-ordenação por falta de pagamento de portagens, a favor de particulares e empresas e contra a administração fiscal. A autoridade tributária pondera agora recorrer para instâncias judiciais superiores.

As decisões do tribunal de primeira instância – algumas das quais são passíveis de recurso para o Tribunal Central Administrativo, se o valor da contra-ordenação for superior a 1250 euros, e para o Supremo Tribunal Administrativo, se ultrapassar os 30 mil euros –, estão a assentar em vícios formais, como a não identificação dos condutores, entre outros aspectos de incumprimentos do Regime Geral das Infracções Tributárias (RGIT).


O sentido das decisões, avançadas esta quarta-feira pelo Jornal de Notícias e pelo Correio da Manhã, podem agora ser replicadas em milhares de processos de contra-ordenação existentes nos tribunais portugueses, admitem ao PÚBLICO os advogados João Magalhães e Pedro Marinho Falcão, ambos com decisões favoráveis sobre esta matéria.» [Público]
   
Parecer:

Por este andar o fisco deixa de cobrar impostos para ocupar os recursos com multas de todos os tipos pois os governo estão confundido o fisco com o homem do fraque do Estado.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 Voo entre Cleveland e Nova Iorque com apenas 2 passageiros
   
 photo _voo_zps0493dc54.jpg

«Chris O’Leary viveu um momento insólito esta semana quando ao embarcar num avião percebeu que era o único passageiro a bordo. A Chris acabou por se juntar, minutos depois, um outro viajante, e os dois voaram sozinhos de Cleveland para Nova Iorque, num aparelho da Delta Airlines. O norte-americano registou o momento com fotografias, que publicou na conta do Twitter.

“Este foi definitivamente o voo mais memorável onde embarquei. Não houve bebés a gritar, ninguém a ouvir músicas alto ou a inclinar os assentos ou a tirar os sapatos”, contou O’Leary.

O voo da Dela Airlines, do passado dia 12 de janeiro, chegou a atrasar quase seis horas por causa do mau tempo e todos os outros passageiros foram transferidos para outros voos. Chris acabou por não se importar de não ter embarcado antes. Assim teve um atendimento personalizado e pôde escolher à vontade o lugar. O outro passageiro, contou Chris, sentou-se num lugar mais afastado e dormiu o tempo todo, pelo que não falaram durante o voo.» [Observador]

   
   
 photo Sergey-Sukhovey-5_zpsf524fecd.jpg

 photo Sergey-Sukhovey-4_zpsead5cd45.jpg

 photo Sergey-Sukhovey-2_zps99fff7b7.jpg

 photo Sergey-Sukhovey-1_zps6ffdaef7.jpg

 photo Sergey-Sukhovey-3_zps68419a40.jpg
  
blog comments powered by Disqus