quarta-feira, junho 25, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo 28_zps1b092b06.jpg
     
O "28", Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Maria de Belém

Há gestos que ou se fazem logo ou quando surgem j´+a cheira a azedo, a mesma MAria de Belém que foi muito lesta a invocar a necessidade de respeitar os estatutos foi agora muito lerda a condenar actos que poderia e deveria ter condenado na hora. Durante mais de um dia a imagem que saiu para o exterior correspondia ao resultado pretendido de uma encenação, o amor popula a Seguro e o ódio d António Costa.

Só alguém muito ingénuo viu ali a espontaneidade popular, nunca uma reunião partidária tinha suscitado este tipo de sentimentos, quem anda nestas coisas sabe como se montam estas encenações. Maria de Belém sabe muito bem disso e era seu dever intervir na hora, não precisava de esperar pelas lágrimas de crocodilo de Seguro.

É uyma vergonha para um partido como o PS que um dos candidatos á liderança seja maltratado quase na presença do líder que confraternizou com os agressores e só perante a indignação generalizada e quase dois dis depois dos acontecimentos se manifeste indignação. Até parece que Maria de Belém esteve no estrangeiro e só agora tenha visto aquilo que todos os portugueses viram.

«A presidente do PS, Maria de Belém, quebrou esta terça-feira o silêncio sobre os insultos de que foi alvo o autarca de Lisboa, António Costa, no final da comissão nacional do partido em Ermesinde. Para a dirigente estes episódios “refletem posturas inaceitáveis e comportamentos que repudiamos e ofendem a História do PS”. 
  
Num comunicado de três parágrafos, Maria de Belém faz um apelo “a todas e todos os envolvidos no debate interno para que se pautem por regras de conduta à altura das responsabilidades cívicas e de cidadania”.» [CM]
   
   
 Mas quem terá tão boa vista para ver uma razão de queixa?
   
«“Até agora, o Paulo Bento nunca pôs essa situação, ainda podemos qualificar-nos, estamos focados ainda no objetivo. Não sei qual é o pensamento dele, mas, em relação à federação, assinámos um contrato por mais dois anos com Paulo Bento há cerca de dois meses. A FPF assinou com toda a perspetiva de irmos até ao Europeu de 2016”, revelou Humberto Coelho, vice-presidente da FPF, aos jornalistas esta tarde.

Humberto Coelho desvalorizou as críticas ao selecionador nacional, afirmando que “a maioria da imprensa e dos portugueses estaria de acordo com a renovação com Paulo Bento há dois meses”.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Ninguém despede alguém com tão bons resultados.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»
  
 Duarte Lima: um advogado caro
   
«Cláudia Pina, juíza do 5.º Juízo do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, inquiriu novamente Duarte Lima sobre o pagamento de cinco milhões de euros por parte da ex-companheira do milionária Tomé Feteira e manifestou estranheza pela "provisão generosa".

"Espanta-me que tenha sido pago, à cabeça, cinco milhões de euros, um terço do valor que ela [Rosalina Ribeiro] tinha direito na herança. É invulgar", disse a magistrada.

Acrescentou ainda que a tese tem "pouca sustentação objetiva", depois de Duarte Lima ter frisado que Rosalina Ribeiro realizou "um pagamento inicial", porque, como já tinha afirmado no interrogatório de 16 de maio, "ela esperava que iria ter uma disputa judicial e que contava que iria receber uma importância generosa".» [DN]
   
Parecer:

Digamos que Duarte Lima sempre foi muito caro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
   
 Com um pouco de sorte ainda fazemos quatro pontos
   
«A seleção do Gana ameaça faltar ao jogo com Portugal, por ainda não ter recebido os prémios monetários pela participação no Mundial. Presidente ganês já está a tentar resolver o impasse.» [DN]
   
Parecer:

Sempre se poupa o risco de mais uma humilhação futebolística.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
   
   
 Já sabemos comer à mesa!
   
«"Aprendemos a lição dos últimos anos. O povo português teve um comportamento extremamente responsável e queremos agora entrar numa trajetória de crescimento económico e de criação de emprego, em particular pensando nos nossos jovens que tem tido alguma dificuldade no acesso ao mercado de trabalho", afirmou o chefe de Estado português.» [DN]
   
Parecer:

Portugal é um puto irrequieto e mal educado mas ciom a ajuda de Cavaco aprendeu a comer à mesa.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se este discurso que em nada dignifica o país enquanto nação soberana.»
   
 A que memorando se refere Seguro
   
«Numa entrevista em que fez duras críticas à decisão do presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, de avançar para a liderança do PS, Seguro também se referiu ao período final do segundo Governo liderado de José Sócrates, quando Portugal negociou o resgate financeiro com a ´troika' (Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e Comissão Europeia).

"Um líder do PS, tal como entendo que deve ser um líder do PS, não enjeita nenhuma parte da História do partido e assume por inteiro o património, mas não trago nenhum passado de volta, porque estou concentrado no futuro. Se me dissesse que, se eu negociasse o memorando, se era este o memorando que tinha negociado, claro que não era", declarou António José Seguro.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Será que confunde as alterações com que foi conivente e com que concordou com o seu silêncio?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se.»
     
 Cínico o Seguro sabe ser
   
«António José Seguro assume, pela primeira vez desde que é líder do Partido Socialista, que o memorando de entendimento foi mal negociado por José Sócrates: “Se me disser, se eu negociasse o memorando se era este o memorando que tinha negociado? Claro que não era”, diz o secretário-geral do PS, em entrevista ao programa Terça à Noite, transmitido às terça-ferias, depois do noticiário das 23h00. 

Seguro, que agora diz ser “um pássaro fora da gaiola”, afirma que “um líder do partido socialista não enjeita nenhuma da história do partido”, mas também acrescenta: “Eu não trago nenhum passado de volta, estou concentrado no futuro”. » [RR]
   
Parecer:

A maluca que o abraçou e vaiou o António Costa estava zangada por falta de debate.
   

Despacho do Director-Geral do Palheiro: «mande-se o Seguro aos gambuzinos»
  

   
   
 photo Laima-2_zps3b7ffbf4.jpg

 photo Laima-3_zpsa76ba2d2.jpg
 
 photo Laima-4_zpscaa563fa.jpg

 photo Laima-5_zps0673c1a4.jpg
 
 photo Laima-1_zps04f00126.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus