sábado, julho 15, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura



 Jumento do Dia

   
Jerónimo de Sousa, líder do PCP

O regime norte-coreano é demasiado bandido para que Jerónimo de Sousa tenha de procurar argumentos para não o condenar. Ou condena ou concorda, o resto são tretas. É óbvio que o PCP nunca condenará aquilo que em privado considera um país liderado por um partido irmão, é por estas e por outras que o outrora poderoso movimento comunista internacional está reduzido a dois ou três partidos e a algumas aberrações.

«O secretário-geral do PCP assumiu esta sexta-feira preocupação com a situação na península coreana, admitindo o voto favorável à condenação das ações bélicas do regime de Pyongyang, desde que sejam reconhecidas provocações dos Estados Unidos da América na região.

Em entrevista à agência Lusa, que será divulgada no domingo, Jerónimo de Sousa defendeu ainda a necessidade de estabilidade na Venezuela, até para bem da comunidade portuguesa, reiterando solidariedade com a Revolução Bolivariana, embora recordando que o partido maioritário daquele Governo é filiado na Internacional Socialista.

"Desde que seja um voto que não isole essa questão, mas o faça num enquadramento fronteiriço, que responsabilize essa força agressiva, permanente, que se deslocou milhares de quilómetros para ali estar, em cima de uma fronteira, para ameaçar com todo o poderio militar...", assentiu, confrontado sobre a possibilidade de um texto crítico da ação da Coreia do Norte vir a ser apreciado no Parlamento português.» [Expresso]

 Outros tempos

Quando a PT era PT e tentou comprar a TVI caiu o Carmo e a Trindade, até deu direito aos zelosos inquéritos policiais com grande destaque nos órgão oficiosos do MP. Agora que a TVI24 vai ser comprada pelos saloios franceses e afrancesados endinheirados não há comentários, dizem que é o mercado. Desta vez não há perseguições nem inquéritos judiciais, estão todos felizes porque os montanheiros da Altice vão fazer na Media Capital o que estão a fazer na PT.


Mas neste país com elevada densidade de idiotas há quem dê crédito à declaração dos montanheiros que dizer que a Media Capital vai concorrer com o Facebook e com a Google, até fazem lembrar o Passos Coelho quando foi ao Japão declarar que em breve Portugal iria ser um dos países mais competitivos do mundo.

 Passos compara Costa Trump



Pobre Costa, tinha de fazer o jeito à Melania...

      
 Passos incomodado por Costa admoestar a Altice
   
«O líder social-democrata, Pedro Passos Coelho, criticou na quinta-feira à noite, em Loures, o primeiro-ministro António Costa por ter feito uma "admoestação pública" à empresa Altice durante o debate sobre o estado da Nação no Parlamento.

"Não sei o que é que terá levado o dr. António Costa a, de certa maneira, fazer uma admoestação pública a uma empresa", afirmou o ex-primeiro-ministro, referindo-se à intervenção crítica do chefe do Governo para com a empresa detentora da PT.

O ex-primeiro-ministro, que falava na apresentação oficial do candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM à Câmara de Loures, André Ventura, embora sem nomear a Altice, frisou não saber o que "leva o primeiro-ministro a atirar-se a uma empresa em particular".

"Nunca, julgo eu, tinha ouvido um primeiro-ministro atirar-se assim publicamente a uma empresa. Acho que nem o engenheiro Sócrates teve coragem para fazer isto e, atualmente, o primeiro-ministro sente-se com à vontade de poder admoestar publicamente uma empresa privada", criticou Passos Coelho.» [Expresso]
   
Parecer:

Pois, ele só gostava de admoestar o Estado e a CGD... ou de condenar o BES.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 Ai queriam  Lisboa?
   
«Portugal vai concorrer à sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA) com a cidade do Porto mas a maioria dos quase 900 funcionários da EMA queriam ir para Lisboa. Um inquérito interno realizado na semana passada sobre as várias cidades candidatas a receberem o regulador europeu a partir de 2019, por força do “Brexit”, deu a vitória à capital portuguesa.

O resultado da sondagem interna na EMA é revelado pelo presidente da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma). “Na semana passada, foi feito um inquérito interno e Lisboa saiu largamente vencedora comparativamente com Milão, Copenhaga, Lille e outras cidades concorrentes”, afirma João Almeida Lopes. Ao Expresso, o gabinete de comunicação da EMA confirmou ter realizado “vários inquéritos para avaliar o ambiente entre o staff e perceber as suas expectativas face à mudança da agência” mas “os resultados não foram publicados nem comunicados aos Estados-membros”.

Os laboratórios foram desde o início a favor de Lisboa e a decisão tomada esta quinta-feira em conselho de ministros de avançar com o Porto empurrou-os para o silêncio. “A nossa posição em defesa de Lisboa era clara mas a partir do momento em que o Governo tomou uma decisão não fazemos mais comentários”, explica João Almeida Lopes.» [Expresso]
   
Parecer:

Esperemos que este caso não seja mais um bom exemplo de alguma estupidez que por aí grassa. O certo é que todas as personalidades do Porto que foram ouvidas sugeriram que em caso de derrota a culpa era de Lisboa por já ter muitas agências. Esperemos que não estejamos perante mais um caso de estupidez tuga.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

 Pois, o SIRESP funciona na perfeição
   
«O presidente executivo da Altice reagiu esta sexta-feira às críticas que António Costa fez à empresa, esta semana, durante o debate do Estado da Nação. O primeiro-ministro não só se mostrou preocupado com a evolução da situação da PT, mas apontou também o dedo ao SIRESP (Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal), no qual a Altice é principal acionista, referindo as falhas apresentadas durante os incêndios em Pedrógão Grande.

Mas Michel Combes mostrou orgulho no esforço realizado durante a tragédia. “Os funcionários da empresa (...) estiveram muito empenhados, fizeram tudo o que era exequível para que funcionasse”, garantiu, em conferência de imprensa. E garantiu que a empresa tem “os melhores profissionais”, que “estão a fazer um trabalho fantástico”.

“Neste tipo de circunstância, como podem imaginar, nem sempre é fácil, o tráfego explode”, disse o CEO da Altice, acrescentando que está “orgulhoso do que foi feito pela empresa, pelos empregados e pelos técnicos”.» [Expresso]
   
Parecer:

É uma pena que os donos da empresa do SIRESP nãio sejam amigos do Sócrates, estavam lixados, assim não vão ter problemas.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Mande-se o senhor da Açtice à bardamerda.»

blog comments powered by Disqus