domingo, julho 02, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura



 Jumento do Dia

   
Passos Coelho

Para Passos Coelho antes de se apurarem responsabilidades no caso do roubo de Tancos já deveriam estar a rolar cabeça. É óbvio que se tivessem rolado cabeças de militares, como fez no fisco com o caso das listas VIP, estaria agora a acusar o governo de decapitar a hierarquia militar. No tempo de Passos a solução era sempre a mesma, os culpados eram os funcionários, aliás, como líder da oposição tem a mesma tese, como se viu nos incêndios, o culpado foi o Estado.

Mas Passos está mal informado, na sequência do roubo já foram demitidos cinco militares em posição de comando, ainda que não tenham sido exibidos na praça pública, como era prática do seu governo.

«O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, mostrou-se hoje surpreendido por ainda ninguém na hierarquia militar ter apresentado a demissão ou ter sido exonerado na sequência do furto de material de guerra em Tancos, Santarém.

"Fico espantado por até hoje na própria hierarquia militar não ter havido ninguém que tivesse sido exonerado ou colocado o lugar à disposição no caso do roubo de material de guerra, em Tancos, e temos um ministro da Defesa que assume a responsabilidade política, sem que ninguém saiba associar isso a qualquer acção", frisou Pedro Passos Coelho.

“Era importante que o país soubesse o que é que isto quer dizer, que acções é que foram tomadas”, disse.» [Público]

      
 A ministra da Agricultura no exílio esteve em Bruxelas
   
«O Presidente da República visitou hoje em Bruxelas, acompanhado da presidente do CDS-PP, o evento “O Melhor de Portugal”, uma mostra de produtos agroalimentares organizada pelo eurodeputado Nuno Melo e pela Confederação de Agricultores de Portugal (CAP).

Ao longo de cerca de três horas, Marcelo Rebelo de Sousa visitou as dezenas de bancas montadas no Parque do Cinquentenário, sempre ladeado de Assunção Cristas, com quem foi experimentando os mais diversos produtos agroalimentares portugueses, entre as tradicionais poses para as ‘selfies’ com os portugueses presentes, apesar do mau tempo na capital belga.

Em declarações aos jornalistas, elogiou a iniciativa e agradeceu mesmo, “em nome de todos os portugueses”, o esforço para promover “a excelência da agricultura portuguesa”.

“Nós hoje estamos a trabalhar aqui na imagem de Portugal no domínio da agricultura. E devo dizer que é também uma forma de homenagear aqueles que no país rural tantas vezes têm sofrido”, declarou.» [Público]
   
Parecer:

É candidata à CML ou ainda sonha com o outro lado da Rua do Arsenal, onde fica o ministério da Agricultura?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

blog comments powered by Disqus