sexta-feira, dezembro 26, 2014

Mensagem de Natal ou de 1 de Abril?

Os funcionários Públicos trabalham mais uma hora por dia sem qualquer contrapartida, sofreram aumentos brutais de descontos, perderam diversos direitos, tiveram um corte nos vencimentos mas devem estar felizes, o ano de 2015 vai ser uma maravilha porque vão receber 20% do corte de que foi alvo o vencimento.
  
Muitos jovens abandonaram o país, muitos desempregados deixaram de procurar emprego e outros estão em falsos estágios ou em cursos de formação profissional sem qualquer qualidade mas devem estar felizes pois por obra e graça de Deus a taxa de desemprego diminui, mesmo sem que sejam criados empregos.
  
O país tem um crescimento anémico, 2015 é uma um ano de austeridade, a troika queixa-se da inadequação das políticas pós troika, mas 2015 é um ano de esperança e o princípio de uma época maravilhosa.
  
Nos outros natais Passos Coelho optava pela mensagem miserável dos sacrifícios, queixava-se de não dar prendas às filhas e colocava mensagens desesperadas no seu Facebook. Três anos depois tudo está na mesma ou pior mas Passos Coelho vê um futuro radiante para os portugueses. Os bancos estão quase falidos, o mercado imobiliário vive dos negócios duvidosos, as empresas não investiram, não foi lançado nenhum projecto empresarial digno de nota, mas Passos Coelho vê neste cenário as bases para o seu milagre económico.
  
Passos Coelho enganou-se e em vez de escrever uma mensagem de Natal preparou uma mensagem para o dia 1 de Abril.
 
blog comments powered by Disqus