domingo, dezembro 14, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Caciheiro_zpsfc808f54.jpg

Cacilheiro "Mouraria" em Porto Brandão, Almada
  
 Jumento do dia
    
Marco António

Parece que Passos Coelho escolheu Marco António parea fazer de Chihuahua e cada vez que António Costa abre a boca sobre o que quer que seja lá se ouvem uns latido. Aliás, a importância dada à personagem é tanta que só no fundo do terceiro parágrafo da notícia do Observador alguém se lembrou de dizer quem era o porta-voz do PSD.

Pobre Marco António, o Lambretas tirou-lhe o lugar de ministro do Travbalho e arrasta-se á três anos pela São Caetano à Lapa a fazer papéis secundários, logo ele que foi determinante na queda do governo de Sócrates.

«O porta-voz do PSD acusou nesta sábdo o secretário-geral do PS de “ligeireza e precipitação” nas declarações sobre a privatização da TAP, reportando para o memorando de entendimento original onde foi assumido o “princípio da venda total” da companhia. Em causa estão as declarações proferidas sexta-feira à noite pelo líder socialista, António Costa, em que desmentia o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, sobre a privatização da TAP, garantindo que no memorando de entendimento apenas estava prevista a venda parcial e que a meta de receitas com privatizações já foi ultrapassada.

Nesse mesmo dia, de manhã, no debate quinzenal, o primeiro-ministro afirmou que “a privatização da TAP (…) era um dos objetivos inscritos no memorando de entendimento [com a ´troika´]. Era uma privatização da TAP a 100%, veja-se até onde ia o neoliberalismo” em maio de 2011, declarou o líder do Governo.

Hoje, o porta-voz do PSD afirmou que “o Dr. António Costa tem produzido, desde que é secretário-geral do PS, um conjunto de afirmações de uma forma relativamente ligeira, o que leva a que depois seja confrontado com documentos que o desmentem. Ora, na página 8, no ponto 17, do memorando de entendimento original está assumido pelo Governo que o subscreveu, que foi o Governo do PS, a assunção do princípio da venda total quer da Galp, quer da REN, quer da TAP”, disse Marco António Costa aos jornalistas hoje em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto.» [Observador]
  

   
   
 photo leonk41-2_zps700ea9c3.jpg

 photo leonk41-5_zpsd8332eff.jpg

 photo leonk41-3_zps958eac7a.jpg

 photo leonk41-1_zps5187d70a.jpg

 photo leonk41-4_zps212b524f.jpg
  
blog comments powered by Disqus