sábado, dezembro 28, 2013

Mensagem de Natal atrasada e para atrasados

Portugueses,


Estes têm sido anos difíceis, tão difíceis que nem o primeiro-ministro deu prendas aos portugueses e até no Palácio de Belém a família presidencial se ficou pelos figos torrados que lhes mandaram de Boliqueime, para nem falar dos funcionários do Ministério das Agricultura que foram obrigado a deixar de usar gravata nos meses de Verão.  Mas graças aos milagres da Santinha da Horta Seca e às rezas de devotos como o Irrevogável Portas tudo está a mudar e já se sentem amanheceres radiosos.
 
Graças ao corte de quatro feriados, à proibição da presença de funcionários públicos em corsos carnavalescos na Terça-feira Gorda e à facilitação dos despedimentos, já se sente a criação de empregos em barda. Nunca foi criado tanto emprego para jovens qualificados, os tais jovens à rasca que ainda há dois anos eram estimulados a manifestarem-se na rua por Cavaco Silva, mais de 120.00 jovens portugueses tiveram empregos qualificados, com direitos laborais e remunerados acima da média, uns em Paris, outros em Hamburgo, alguns em Londres, nunca foram criados tantos empregos em tão pouco tempo para a nossa juventude.
 
Os portugueses estão mais saudáveis, muitos deixaram de fumar ou fumam muito menos, deixaram de comer carne de vaca para passar a alimentar-se à base de couves galegas ou de canjas feitas com moelas e asinhas de frango, estão com os ossos mais rijos por terem deixado de tomar banho com água quente e até dormem mais horas pois muitos deixaram de ter o péssimo hábito de ter a televisão ligada. Além a da simpatia os que nos visitam levam a imagem de um povo elegante, quase tão elegante como os cubanos.

Os investidores estrangeiros fazem fila em Vilar Formosos, os balcões da SEF não têm mãos a medir com os chineses que solicitam um passaporte dourado, Até a Santinha da Horta Seca teve de se deixar de aparições em Nova Iorque ou em Londres por falta de tempo para atender os peregrinos que se dirigem ao Chiado em sua procura, carregados de sacos de dólares para cumprir as suas promessas de investimento em Portugal. Os funcionários públicos estão felizes por nãio terem que ir tão cedo para aturar os filhos em casa, nos tribunais os magistrados fazem apostas sobre o dia em que vaio haver um processo para juilgar.
 

O progresso chegou ao país e o país vai chegar aos mercados, Cavaco lá mais para o Verão chegará de férias à Quinta da Coelha, 2014 será o primeiro dos muitos melhores anos que Portugal terá, tudo graças ao que Passos Coelho aprendeu com Ângelo Correia, à política económica de Gaspar e ao pensamento político do Maduro.
blog comments powered by Disqus