segunda-feira, julho 15, 2013

Jumento do Dia


    
Duarte Pacheco, deputado de Passos Coelho

O deputado de Passos Coelho acha que o PS aderiu aos valores de Portas e da mesma forma que a irreversibilidade deixou de existir també dar o dito pelo não dito não ofende a coerência. O deputado acha que só por se convidar alguém para dançar, mesmo contra vontade e por pressão do pai da moçoila, jáestamos obrigados a casar. Já agora os militantes do PS deviam substituir a polícia de choque nas manifestações junto ao parlamento.

«Segundo Duarte Pacheco, os sociais-democratas entendem "que o repto do senhor Presidente da República" para que PSD, PS e CDS-PP cheguem a um acordo de médio prazo "privilegia o interesse nacional" e estão "imbuídos de um espírito de boa-fé em todo este processo negocial" promovido pelo chefe de Estado, Cavaco Silva.

"Ora bem, é este princípio de boa-fé que nos leva a ficar com alguma estranheza pelo facto de o PS, simultaneamente, estar a negociar [com o PSD e o CDS-PP] e estar a aliar-se aos partidos que querem rasgar o memorando de entendimento na votação da censura", reforçou.» []
blog comments powered by Disqus