segunda-feira, setembro 28, 2015

Carta ao senhor das sondagens

Caro Senhor das sondagens,

Venho por este meio informá-lo que desde que acompanho as suas doutas sondagens ando um bocado baralhado, já votei no PS, depois passeio a votar no PAF, ainda que não saiba se estou do lado do Coelho ou do esganiçado do Paulo Portas, agora querem que vá para o BE, algo eu me deixa preocupado pois posso não ver a Catarina Martins e ainda a atropelo, enfim, o senhor anda, anda e ainda me tira a roupa para me fotografar com a Joana Amaral Dias, o que não é mau já que para os lados do Marinho parece que chove mijo.
  
O problema é que começo a sentir-me baralhado, já não sei se sou de esquerda ou de direita, se quero a ditadura do proletariado do Jerónimo ou a ditadura do proletariado mais chique da Catarina, se estou indeciso ou se sou decidido, a verdade é que me sinto um cata-vento a dar ainda mais voltas e cambalhotas políticas do que as do professor Marcelo. As voltas, cambalhotas e piruetas são tantas desde que o senhor começou a publicar as sondagens que já ando meio almariado.
  
Compreendo que da previsão à tentação de manipulação vai um pequeno passo que muito dos seus clientes esperam que dê, mas tenha lá calma, querer que vote PAF, depois achar que o melhor é abster-me, depois sugere-me o BE  e agora já me pede para ajudar os pafiosos a terem maioria absoluta é confusão a mais.  

Ainda não percebi o porquê de tanta confusão que vai na sua cabeça, ó sei que quer que o PAF ganhe, mas uma vez quer que ganhe tendo mais votos, outras quer que o PAG ganhe levando a que sejam os outros a ter menos votos. Eu compreendo que os banqueiros que lhe dão de comer durante a legislatura com estudos de opinião lhe encomendem uma derrota da esquerda ou que o merceeiro holandês prefira uma vitória na direita e que os seus estudos de mercado sejam mais interessantes do que a minha confiança nas sondagens.
  
Mas confesso que quando me telefonar a perguntar em quem vou votar não o mando à bardamerda, digo-lhe que voto PAF e na noite das eleições vai ter uma surpresa. 
  


blog comments powered by Disqus