quinta-feira, setembro 03, 2015

O candidato ventoinha

A direita tem mais um talvez candidato às eleições presidenciais, primeiro foi Santana Lopes a hesitar entre o pássaro da Santa Casa que tinha na mão e o pássaro da presidência que estava em pleno voo, depois foi o conhecido comentador da TVI que acabou acusado de cata-vento e desprezado pela liderança do PSD, agora é a vez de um político que não é político, de um candidato que não é candidato e fica muito ofendido com os jornalistas que anunciam o seu anúncio.

Há anos que Rui Rio tem vindo a sua imagem e tem-no feito da pior forma, pondo em causa a classe política e a democracia. O que Rui Rio tem vindo a fazer é o mesmo que qualquer político populista faz, sugerir que os políticos e o sistema político são maus, mas fá-lo em debates supostamente sérios e com o objectivo de se afirmar como o político que não é político.
  
Há meses que Rui Rio tem vindo a preparar o seu futuro político e como é um político profissional desde há muitos anos, tal como todos os outros que ele denigre de forma subtil com os seus discursos contra o sistema, tem vindo a preparar os últimos anos da sua carreira política. Mas tem um problema, o seu governo é detestado por largos sectores da população, o que o leva a hesitar entre ficar como líder de um partido derrotado ou candidato presidencial apoiado por um governo minoritário detestado pela maioria dos eleitores.

Rui Rio esta num beco sem saída, o político dos novos métodos andou a negociar a sua candidatura nos bastidores com Marco António, o homem que afirmava o seu distanciamento em relação ao líder do PSD e muitas vezes se posicionou como uma alternativa só será candidato presidencial com o seu apoio, o proto-candidato presidencial só será candidato se tiver a certeza de que pode ganhar, o possível candidato presidencial só apresentará a sua candidatura depois de saber se pode ser líder do PSD, provavelmente com a esperança de chegar a tempo de ser governo numa solução cavaquista.
  
Enfim, com candidatos destes Marcelo e mesmo o único candidato da direita minimamente credível e se o comentador da TVI é um catarrento o que será Rui Rio, enfim, só se for uma ventoinha!
  
 
 
blog comments powered by Disqus