sábado, junho 01, 2013

Jumento do Dia

  
Cândida Almeida

Independentemente da justiça ou injustiça do inquérito de que foi alvo a verdade é que a Procuradora tem um estatuto de privilégio que centenas de portugueses que foram investigados sob as suas ordens não tiveram, o processo foi rápido, vai ser arquivado sem que fique à espera de melhor prova e a própria sabe com antecedência qul o despacho proposto bem como a decisão final. Digamos que sendo do MP tem um estatuto próprio, é como se trabalhasse no Metro e tivesse um passe gratuito.
 
É bom ver alguém estar em condições de tão rapidamente apregoar a sua inocência, é uma pena que não seja nenhum arguido dos seus processos.

«A anterior diretora do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) Cândida Almeida afirmou na sexta-feira ter confirmado que o inquérito de que foi alvo está em fase de decisão e "com proposta de arquivamento".

Cândida Almeida, que falava na apresentação do livro Pensamentos, do fundador do Clube dos Pensadores, Joaquim Jorge, em Vila Nova de Gaia, disse que o inquérito de que foi alvo na sequência do seu afastamento do DCIAP "está em fase de decisão" do Conselho Superior do Ministério Público, "com proposta de arquivamento".» [DN]
blog comments powered by Disqus