quarta-feira, junho 05, 2013

Jumento do Dia

   
Nuno Crato, o ministro mais desejado pelos professores

Longe vão os tempos em que o Crato era um tipo simpático que escrevia umas coisas de que os professores até gostavam, era o tempo da maldita Lurdinhas. Passados apenas dois anos já haverão mais de 10 mil professores que sentem que vão ter saudades, salas a abarrotar de saudades da bruxa Lurdinhas, aquela figura maléfica que um dia se lembrou de fazer avaliações e até introduziu os contratos de três anos. Nesse tempo longínquo os professores até iam ao Menezes receber o seu apoio e algumas personalidades da direita granjearam a sua simpatia, foi o caso de Crato cuja designação para ministro foi um alívio para os sacrificados profissionais do ensino e defensores da escola pública.
 
Agora o tal Crato organiza o maior despedimento colectivo e selvagem de professores da história da humanidade e já diz que fazer greve é brincar com os alunos, expressão digna de um qualquer fascista muito empenhado nos interesses da nação. Como se sentirão os professores que festejaram a designação de Crato, já terão saudades da Lurdinhas?

«O ministro da Educação e Ciência (MEC) disse hoje acreditar que "há muitos professores divididos" em relação às greves, considerando que as datas escolhidas pelos sindicatos transformam os alunos "em reféns".

Em entrevista à TVI24, o ministro Nuno Crato criticou a decisão de os sindicatos de professores terem decidido fazer greves às avaliações (entre 07 e 14 de junho) e terem agendado uma greve geral para o dia em que se realiza o primeiro exame nacional do ensino secundário.

"Estamos dispostos a toda a negociação. Mas este tipo de atitude, que é tomar como refém os nossos alunos, é algo com que não se deve brincar", afirmou Nuno Crato.» [DN]
blog comments powered by Disqus