domingo, março 16, 2014

Semanada

Esta semana os portugueses ficaram a saber que se tiverem uma ideia e a colocarem ao PS terão como resposta que este partido não tem opinião sobre a opinião de quem se lembre de pensar e se alguém quiser ter o privilégio de ver a sua ideia considerada, como se fosse uma receita mandada para o site do Continente, então que vá para a fila e se inscreva no novo rumo. O imbecil que mandou os cidadãos do manifesto dos /4 inscrever-se no rumo teve muita sorte, em tanta gente não houve que lhe desse a resposta adequada, que vá à merda ou, na versão do saudoso Almirante Pinheiro de Azevedo que vá à bardamerda. Lá que o Cavaco nos mande ler o que escreveu há uns anos ou nos livros dos seu passeios é uma coisa, mas que o Beleza mande inscrever-nos no novo rumo para ouvirmos as suas baboseiras já é demais.
  
No tempo em que Vítor Martins era secretário de Estado dos Assuntos Europeus Pedro Santana Lopes mandava os seus estudantes mostrar o rabo a Manuela Ferreira Leite. No tempo em que Cavaco sugeria sem o assumir que Santana Lopes era má moeda Sevinato Pinto era ministro da Agricultura. No tempo em que Passos Coelho aquelas duas personalidades foram despedidas pro Cavaco Silva porque ousaram ter e expressar opiniões diferentes das de Cavaco Silva. 
  
Se os consultores de Cavaco foram saneados a pedido de Passos Coelho, melhor sorte teve a deputada Caeiro pois votou naquilo que não queria a bem da Nação e por respeito aos eleitores do CDS devidamente representados na vontade de Paulo Portas. A deputada Caeiro deu uma boa lição do que é o respeitinho dentro do CDS onde manda quem pode e obedece quem deve.

 
 
blog comments powered by Disqus