terça-feira, março 31, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Estatua_zpsato6tfsi.jpg

Estátua do Cemitério dos Prazeres, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
António Costa

Criar uma taxa sem saber como a vai cobrar equivale a ter mais olhos do que barriga. A dois dias dde a lei determinar a cobrança da taxa ainda não se sabe quem a vai cobrar e como a vai cobrar, algo que não ficará bem na imagem de um candidato a primeiro-ministro. Em vez de andar preocupado com listas e listinhas o líder do PS devia ter-se ocupado das taxas e das taxinhas.

«Entre os vários operadores que poderiam cobrar a Taxa Municipal Turística - anunciada em dezembro passado pela Câmara de Lisboa para começar em abril - nenhum admitiu estar pronto para arrancar com o processo.

Contactada pela Lusa, fonte da Associação das Companhias Aéreas (RENA), que representa 70% do tráfego aéreo na Portela, garantiu que "não serão as companhias aéreas a fazer a cobrança", enquanto a empresa que gere o aeroporto, a Ana-Aeroportos de Portugal optou por não comentar o assunto.

Por seu lado, a Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo admitiu "não ter conhecimento de que vá ser aplicada já alguma taxa".» [DN]

 O candidato de(sprezado pela) esquerda amado pela direita

 photo _neto_zpssjubkurj.jpg

 As eleições na Madeira vistas desde o PS

Até aqui o confronto eleitoral entre Seguro e António Costa está em dois a zero, Seguro ganhou as autárquicas e as europeias, António Costa perdeu as eleições regionais da Madeira.

 As reformas exigidas pela Alemanha

Os alemães não se cansam de pedir reformas e mais reformas mas por lá é aquilo que se viu, um piloto recebe uma baixa médica para não trabalhar, mas o sistema é tão perfeito e à alemã que o rapz rasga o papel e vai matar 149 pessoas. Como se tudo isto não bastasse o mundo ficou a saber que um opiloto alemão que há anos que tinha tendências suicidas estava aos comendos de aviões com o Airbus 320. É a eficácia típica da Alemanha.
  
 Hoje é o Dia Nacional do Doente com AVC

 photo _AVC_zpsy9ksent6.jpg

Ou porque a vítima morre ou porque fica deficiente acabamos por não ter muito contacto com uma das doenças mais mortais em Portugal. Ao passar pelo Centro de Medicina de Reabilitação do Sul em São Brás de Alportel, na sequência de uma tetraplegia dos cuidados intensivos convivi durante quase um mês com dezenas de vítimas de AVC. Conheci uma realidade que não imaginava, gente das mais diversas idades e com os mais diversos hábitos que foram vítimas de um AVC, gente que na maior parte dos casos ficou portadora de deficiências graves para o resto da vida.

Leve a sério os avisos e os conselhos médicos. Viste o site Eu Não Arrisco.


 No "melhor pano" cai a nódoa
   
«Marc Goodwin, de 31 anos, foi condenado por espancar até à morte Malcom Benfold, em 2007. O seu marido, Mikhail Gallatinov, de 40 anos, é um pedófilo condenado pelo homicídio de Adrian Kaminsky, em 1997. Conheceram-se na biblioteca da prisão de Full Sutton, em East Yorkshire.

Goodwin tem ainda dez anos de pena para cumprir, enquanto Gallatinov está a um ano da sua primeira audiência de avaliação da liberdade condicional.

A cerimónia, que durou 15 minutos, decorreu na capela do estabelecimento prisional na presença de quatro familiares.

A família das vítimas está revoltada. "Como é possível matar um homem por ele ser homossexual e depois casar com outro homem na prisão? Não consigo perceber a lógica" - reagiu, em declarações ao "The Telegraph", o irmão de Malcom Benfold.» [JN]

 Abutre-preto volta a nidificar no Alentejo
   
«Dois casais de abutre-preto, espécie criticamente em perigo de extinção, estão a nidificar numa herdade em Moura. A Liga para a Protecção da Natureza (LPN) acredita que este pode ser o primeiro passo para o regresso de um núcleo reprodutor ao Alentejo, onde a espécie já não se reproduz há mais de 40 anos.

Os dois casais estão a utilizar ninhos artificiais instalados há três anos pela LPN, responsável pelo projecto LIFE Habitat Lince-Abutre, concluído em Setembro de 2014. A equipa instalou 12 grandes ninhos, em estruturas compostas por varas metálicas e com um cesto na ponta, na Herdade da Contenda, propriedade da Câmara de Moura com 5300 hectares, na fronteira com Espanha.

Recentemente foi possível “confirmar a presença de um exemplar desta espécie em incubação num destes ninhos e a deposição de material de revestimento noutro, correspondendo assim ao início do desejado restabelecimento de uma colónia reprodutora no Alentejo”, informa a LPN em comunicado.

Durante mais de 40 anos, o abutre-preto, que é a maior ave de rapina da Europa, não fez ninho em Portugal. Há cerca de 20 anos houve uma tentativa de nidificação falhada, também na Herdade da Contenda. Por isso, a ocupação destes ninhos artificiais representa “um importante marco na conservação do abutre-preto em território nacional”, escreve a LPN.» [Público]

 Lá se foi o sucesso!
   
«A taxa de desemprego estimada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) para o mês de Fevereiro aumentou 0,3 pontos percentuais em comparação com Janeiro, atingindo agora 14,1%.

Em Fevereiro, a população desempregada também aumentou 1,7% para um total de 719,6 mil pessoas, ou seja, mais 11,7 mil em comparação com Janeiro. Já a população empregada caiu 0,3% para 4399 mil pessoas, menos 11,1 mil face ao primeiro mês de 2015.

De acordo com o destaque estatístico divulgado nesta segunda-feira a população empregada caiu mais entre os homens (0,5%) mas manteve-se “praticamente inalterada” para as mulheres. Ao mesmo tempo, aumentou 0,4% nos jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos.

Contudo, o desemprego aumentou em todos os grupos analisados, dos adultos, aos homens e mulheres, passando pelos mais novos. A subida foi mais expressiva entre os jovens: cresceu 3% em Fevereiro face a Janeiro. Assim, a taxa de desemprego jovem atingiu os 35% no mês em análise. Há mais mulheres no desemprego do que homens: a diferença ronda os 0,5 pontos percentuais.» [Público]
   
Parecer:

O Lambretas deixou-se dormir e esqueceu-se de abrir mais estágios.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sugira-se a Cavaco que acuse o governo de ignorar estes dados.»

 Vital Moreira defende Sócrates
   
«O constitucionalista Vital Moreira saiu este fim de semana em defesa do ex-primeiro-ministro José Sócrates. No blogue Causa Nossa, Vital Moreira conta que recebeu “sucessivamente drafts de cada capítulo” do ex-primeiro-ministro e que é uma “infâmia” que digam que não foi Sócrates quem escreveu o livro. E levanta a suspeita de a investigação usar este tipo de notícias por não ter provas dos crimes que são imputados a José Sócrates.

Num texto publicado no blogue, o constitucionalista diz que teve a iniciativa de falar com José Sócrates e por isso teve “a oportunidade de acompanhar a feitura da tese de mestrado de Sócrates que veio a dar no referido livro”. “Enviou-me sucessivamente o draft de cada capítulo, tendo eu feito algumas observações e sugestões pontuais (incluindo bibliografia), sobretudo quanto aos aspetos constitucionais e afins do tema, que o autor em geral acolheu, mas nem sempre”, conta.» [Observador]
   
Parecer:

Esta "justiça" anda muito mal fequentada, um dia destes vamos concluir que o Barto, o malogrado cachorro do juiz Alexandre, era um dos poucos membros dessa seita que merecia alguma consideração.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Este país começa a cheirar muito mal.»
 Madeira já tem o seu Passos
   
«Miguel Albuquerque mostrou-se também certo da abertura e disponibilidade do primeiro-ministro e do Presidente da República para construírem uma “boa ponte de diálogo” entre a Madeira e o continente. Ainda assim, e mesmo recusando-se a assumir a expressão “renegociação da dívida”, o social-democrata prometeu que vai colocar esforços num “diálogo firme com a República”, admitindo que era “evidente” que a questão da dívida “irá ser discutida”.


Com os resultados alcançados este domingo, o PSD conseguiu a 11ª maioria absoluta consecutiva nas eleições regionais da Madeira, a primeira sem Alberto João Jardim. Miguel Albuquerque, conhecido como o “enfant terrible” e anti-Jardim, terá agora a missão de conduzir os destinos do arquipélago na era “pós-jardinismo”.» [Observador]
   
Parecer:

O curioso é que o mesmo PSD que se recusa a falar da renegociação da dívida soberana não perdeu tempo para falar da renegociação da dívida da Madeira.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 O Varoufakis também  tem os seus casos e casinhos
   
«Os prédios da família do ministro das Finanças grego continuam a dar que falar em Atenas, com uma investigação de um jornal grego a revelar que as casas que a mulher de Yanis Varoufakis arrendou não tinham permissão do Instituto de Turismo e não pagaram os respetivos impostos.

O caso já tinha sido noticiado na imprensa grega, que deu conta do arrendamento de uma casa na ilha de Egina por vários milhares de euros por semana, e ainda a casa no bairro de Plaka, em Atenas, onde decorreu a sessão fotográfica para a revista Paris Match, que provocou também grande celeuma.

Yanis Varoufakis negou ao jornal grego Próto Théma que fosse proprietário de qualquer das propriedades. A casa em Atenas seria propriedade da sogra, e Varoufakis pagaria o arrendamento, enquanto a casa da ilha de Egina seria da sua esposa e do primeiro marido desta, que, curiosamente, é um eurodeputado da Nova Democracia.» [Observador]
   
Parecer:

Coitado, quis aparecer na Paris Match e nunca mais teve sossego. E tem muita sorte de ser grego, se fosse português o BE não lhe perdoaria os namicos com a ex de um deputado da extrema direita.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

  Hoje é o Dia Nacional do Doente com AVC
   
«Com o recurso a redes sociais, imprensa, televisão e outdoors, a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) vai, durante um ano, apresentar uma campanha que vai ser “sem dúvida, mais agressiva” do que as realizadas anteriormente, garante José Castro Lopes, presidente da SPAVC. O slogan é “O AVC é uma bomba relógio que mata 1 português por hora. Viva mais. Não arrisque”. O objectivo é combater a falta de “colaboração da população geral”, que não aplica as medidas que são mais indicadas por desleixo ou por causa da ideia de que “só acontece aos outros”.

O AVC é a primeira causa de morte e invalidez em Portugal. Calcula-se que, por hora, três portugueses sofram um AVC, um dos quais resulta em morte. Cerca de um terço dos sobreviventes pode recuperar significativamente no primeiro mês, mas metade dos doentes continua com problemas ao longo de toda a vida, ficando dependente para realizar actividades diárias. 

Nas sociedades que são mais desenvolvidas a nível social e económico “está demonstrado” que a percentagem de AVC é mais reduzida, garante o presidente da SPAVC e é necessário alterar o panorama actual português no que diz respeito ao AVC. Quando apresentarem os sintomas [como falta de força num braço, boca ao lado ou dificuldade em falar – os mais comuns nos acidentes vasculares cerebrais], as pessoas devem saber que “tal significa chamar o 112 de imediato através do qual será activada a via verde para o AVC, permitindo um atendimento prioritário hospitalar”, aconselha José Castro Lopes.» [Público]

   
   
 photo Vladimir-Novoselov-1_zpsnkpbrqzp.jpg

 photo Vladimir-Novoselov-3_zpsteoyjfvw.jpg

 photo Vladimir-Novoselov-5_zpsknl989gg.jpg

 photo Vladimir-Novoselov-2_zpsfbhpnvbi.jpg

 photo Vladimir-Novoselov-4_zpssq5ns74w.jpg
  
blog comments powered by Disqus