domingo, março 01, 2015

Semanada

António Costa parece fazer oposição semana sim, semana não, de vez em quando aparece para fazer algumas críticas quase inofensivas ao governo, depois desaparece ou vai para Badajoz e às vezes até tem os seus momentos PSD, seja nos encontros com o Rui Rio, ou, como agora sucedeu, chegando ao extremo de em nome do interesse nacional dizer bem do governo. Já houve um tempo em que o mesmo António Costa derrubava o Seguro em nome do interesse nacional, porque nesse tempo o interesse nacional não permitia quaisquer acordos e muito menos elogios à situação do país.
  
E enquanto António Costa discutia com o seu politburo de cotas do PS como inverter uma situação que ele criticou porque pensava estar a falar em mandarim e ninguém se lembrava de o traduzir, eis que Passos Coelho meteu o pé na argola ao ter ignorado que quem trabalha tem descontos para a Segurança Social. Mas se depois de tanta desgraça e situações complicadas enfrentadas por Passos a coligação conseguiu alcançar o PS nas sondagens, não seria de admirar que em próximas sondagens já apareça à frente.
  Mais valia que António Costa tivesse comentado a entrevista onde a Procuradora-geral decidiu colocar toda a classe política sob suspeita de corrupção e associação criminosa do que andar a dizer disparates em celebrações do ano da cabra. Em nome de uma confiança cega da justiça o líder da oposição não só permite que a sua velha amiga Paula Teixeira da Cruz insinue que com ele no governo não haverá separação de poderes, como admite que haja procuradoras a chamar a si a tarefa de decidir quem é que é ou não honesto em Portugal.
  
Depois de ter andado três anos a ofender a Grécia e o povo grego com comentários de baixo nível o governo português teve a resposta que merecia por parte do primeiro-ministro daqueles país. Tsipras disse o que toda a gente já tinha percebido, o governo português fez tudo para inviabilizar qualquer solução para a Grécia porque é isso que convém ao seu discurso político. Agora vemos Passos Coelho reagir como debutante ofendida.
 
blog comments powered by Disqus