quinta-feira, maio 08, 2014

Eu só quero saber

 photo saber_zps7aebdbdc.jpg

Eu só quero saber quanto vou ganhar no próximo ano e no caso de o governo ter a intenção de ludibriar a Constituição em que momento o vai anunciar.

Eu só quero saber se os direitos dos cidadãos expressos na Constituição da República valem pelo menos tanto como as normas do Código da Estrada.

Eu só quero saber se por ser funcionário público fiquei sem quaisquer direitos e até onde vai o governo na intenção de reduzir o meu vencimento.

Eu só quero saber se o governo acha que os ordenados dos trabalhadores são uma remuneração devida pelo trabalho ou se considerar que essas remunerações não passam de despesa para o Estado e encargos para as empresas privadas.

Eu só quero saber se o governo tem a intenção de ponto de ignorar os descontos que foram e estão sendo feitos levando os cortes das pensões ao ponto de as transformar em subsídios de sobrevivência, provavelmente pagos em sacos de ajuda alimentar recolhidos no Pingo Doce e distribuídos pelos mais idosos pelo Banco Alimentar Contra a Fome.

Eu só quero saber se aqueles que infelizmente chegou a Presidente da República continua a ignorar a Constituição da República e a assumir o papel de cheerleader do governo de Passos Coelho.

Eu só quero saber até onde o governo vai na redução dos impostos sobre os lucros e no aumento dos impostos sobre o consumo e os rendimentos do trabalho.

Eu só quero saber se em Portugal todos os cidadãos continuam a ser iguais nos seus direitos ou se já há cidadãos de primeira e cidadãos de segunda, com os ricos a serem mais que os pobres, os católicos mais do que os ateus, os do PSD mais do que os do CDS e o do CDS mais do que os do PCP, os do sector privado mais do que os funcionários públicos ou os trabalhadores no activo mais do que os reformados.

Eu só quero saber se as relações laborais passara a er em definitivo geridas numa base de chantagem e sem qualquer processo negocial digno desse nome.

Eu só quero saber se Cavaco Silva já tem ideias definitivas sobre a duração da legislatura, se reparou que há normas constitucionais sobre a matéria ou tenciona voltar a negociar a realização de eleições antecipadas a troco de benefícios para o seu partido a que ele insiste em designar por consenso.

Eu só quer saber quem recebeu e quem pagou as comissões no negócio dos submarinos que o Ministério Público alemão provou terem existido.

Eu só quero saber o nome de todos os beneficiários dos negócios do BPN que agora estamos pagando.

Eu só quero saber o que o governo se comprometeu a escrever no próximo memorando de entendimento com o FMI e quero sabê-lo porque nem que seja o último esses é um direito pelo qual não abdico. Um governo que não respeita a Constintuição, que rasgou os compromissos eleitorais e que governa contra o seu povo não pode comprometer o futuro de Portugal com memorandos secretos negociados como se os cidadãos deste país fossem uma récua de burros.

blog comments powered by Disqus