quarta-feira, maio 07, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo _assinatura_zps7730a8d2.jpg
     
Assinatura de calceteiro na Av. da Liberdade, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Nuno Crato, ministro incompetente da Educação

Só mesmo o Nuno Crato tenta superar a "merda" que fez no ensino básico no domínio do ensino do inglês vindo prometer a entrada da língua no currículo do ensino básico daqui a quatro anos, quase no fim da próxima legislatura. Por respeito à mãezinha do senhor, que não terá culpa da incompetência e cinismo do rebento não deixo sair da boa aquilo que me apetece dizer.

«O Ministro da Educação e Ciência Nuno Crato anunciou há momentos que pretende introduzir o ensino do inglês no currículo do 1º ciclo a partir de 2015/2016. A introdução deverá ocorrer no 3º ano, como sugeriu num parecer o Conselho Nacional de Educação. 

O ministro revelou na Assembleia da Republica que foi constituído um grupo de trabalho para estudar a melhor forma de o introduzir.» [CM]
 
 Oito dias de diplomacia turística

Se Paulo Portas fala de diplomacia económica, Cavaco Silva pratica a diplomacia turística, agora vai passear oito dias para a China preenchendo uma lacuna no seu passaporte. Mas convenhamos que sempre há uma vantagem, durante oito dias não o vamos ouvir senão a dizer banalidades.
 
 Como fala um paspalho

«(…) agora, nesta altura de suposta libertação, deixem-me agradecer publicamente aos homens e às mulheres que durante os últimos anos permitiram que continuássemos a ter dinheiro para pagar as reformas dos nossos idosos, os salários dos nossos funcionários públicos, a saúde dos nossos doentes e a educação dos nossos filhos. Obrigado, troika.»

Surripiei este texto do Câmara Corporativo porque mostra o que pensa um débil mental, um tal João Miguel Tavares que se acha uma sumidade faz a lista dos inúteis da sociedade que têm de ser mantidos com dinheiro alheio, os idosos, os funcionários públicos, os doentes e as crianças.

Só desejo a este filho da mãe que nunca precise de um médico do SNS, de uma ambulância do 112, de uma universidade pública ou mesmo de usar uma infraestrutura paga no passado pelos impostos suportados por esses idosos inúteis.

No meio intelectual isto gera um grande debate, aqui limito-me a evitar calão e fico-me por um sucedâneo do que me apetecia dizer, "grande filho da ... mães!".
   
   
 E a dívida sobe, sobe...
   
«A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) antecipa que a dívida pública de Portugal continue a subir pelo menos até 2015, alertando que "existe um risco de deflação", o que dificultará ainda mais a redução da dívida. 

De acordo com o 'Economic Outlook' da OCDE, hoje divulgado, a dívida pública portuguesa, segundo os critérios de Maastricht, deverá atingir os 130,8% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014 e voltar a subir em 2015, para os 131,8%. 

Esta previsão contraria o otimismo do Governo, que espera que a trajetória em alta da dívida pública comece a inverter-se em 2015: no Documento de Estratégia Orçamental (DEO), divulgado na semana passada, o Executivo previa que, depois de chegar aos 129% do PIB em 2013, a dívida pública atingisse os 130,2% em 2014, recuando para os 128,7% no próximo ano.» [CM]
   
Parecer:

Este governo aldraba tudo.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Espere-se para ver.»
  
 Um ministro que vai de charrete
   
«Empertigado, com rosto sisudo, o ministro da Administração Interna fez de charrete a revista aos militares da GNR, na parada da Escola da Guarda, em Queluz. Esta foi a originalidade da cerimómia de comemoração dos 103 anos desta força de segurança, organizada ainda pelo ex-comandante-geral Newton Parreira (ausente da cerimónia), que coincidiu também com o aniversário do próprio Miguel Macedo.» [DN]
   
Parecer:

Mais dia menos dia irão todos se Deus quiser...
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
   
 Falou o economista, dizem eles
   
  
«"Simbolicamente, quem falou foi o economista Cavaco Silva e não o Presidente da República". É esta a leitura de Luís Mira Amaral, presidente do banco BIC português, face à utilização da página pessoal de Aníbal Cavaco Silva no Facebook , e não a página da Presidência da República, para comentar a "saída limpa" de Portugal do programa de ajustamento. "Embora ninguém distinga os dois", acrescenta.

João Duque, presidente do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), aponta na mesma direção: "É como se existissem duas pessoas, uma, Aníbal Cavaco Silva, e outra, o Presidente da República".» [Expresso]
   
Parecer:

Desde quando o economista faz declarações políticas? Quando falou o economista este receou um segundo resgate, agora o político dá o dito pelo não dito.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Reveja-se o vídeo da rábula de Ivone Silva.»
   
   
 Porshes comemorativos da vitória do Benfica
   
«No ano em que o Benfica festeja, em simultâneo, o seu 110º aniversário e a conquista do 33º Campeonato Nacional de Futebol, a Porsche lança edições especiais "SLB" do 911 e do Cayenne.

Estarão disponíveis onze unidades de cada modelo, identificadas com placa numerada.

O 911 SLB Limited Edition utiliza a versão Carrera S, cujo motor debita uma potência de 400 cavalos, dispondo de transmissão PDK, escape desportivo e sistema de som Bose. O Cayenne tem a versão diesel, com 245 cavalos.» [Expresso]
     

   
   
 photo Nadia-Sidorova-3_zps9c581992.jpg

 photo Nadia-Sidorova-2_zpsae15f054.jpg
 
 photo Nadia-Sidorova-4_zps5cf2d86c.jpg

 photo Nadia-Sidorova-5_zpse6fef4c4.jpg
 
 photo Nadia-Sidorova-1_zps929ce51e.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus