domingo, julho 13, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo _Felosa_zpsba08780b.jpg
     
Felosa-comum (Phylloscopus collybita), Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Seguro

Os portugueses não querem votar no PS, isto é, neste PS de Seguro e para o ainda infelizmente líder do PS a culpa é de quem não é líder. Pela forma como fala até parece que o povo o deseja e estava à beira da maioria absoluta.

«O líder do PS, António José Seguro, responsabilizou hoje o seu rival nas primárias pela descida do partido nas sondagens, lembrando que "até à crise criada por António Costa, o PS esteve sempre a subir".

"Nas sondagens que me dizem diretamente respeito, fico satisfeito em termos pessoais, mas não posso deixar de lamentar a descida do PS. Até esta crise que aconteceu no Partido Socialista por iniciativa do António Costa, o PS esteve sempre a subir nas sondagens e é muito fácil verificar de quem é a responsabilidade", declarou hoje à noite aos jornalistas, em Aveiro.» [DN]
 
 Kit para o ajudar a ver Sócrates pilotando um Boeing

 photo Tinto_zps897f56a7.jpg
 
 Os mercados

Desta vez Cavaco esqueceu-se de exigir obediência aos mercados e finalmente foi Portugal a mandar uma vez nos mercados.
   
   
 Atenção Beleza: tens mais um candidato ao "Novos Rumos"
   
«A dívida pública portuguesa, que segundo dados oficiais recentes já terá ultrapassado os 135% do PIB, é de alto risco e poderá não ser sustentável a prazo, defendeu esta semana o representante permanente do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Portugal. A solução para casos deste calibre passa pela "reestruturação ou recalendarização da dívida", observou Albert Jaeger.» [DN]
   
Parecer:

Por este andar ainda aparece o Passos Coelho a dizer que desde a primeira hora que defende a reestruturação da dívida.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 A culpa não foi do Felipão
   
«O capitão do Brasil, Thiago Silva, defendeu hoje que a goleada histórica sofrida com a Alemanha (7-1), nas meias-finais do Mundial2014 de futebol, não foi culpa do selecionador, Luiz Felipe Scolari.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Tem razão, a culpa foi dos alemães como já tinha sido dos gregos.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»
   
 "só foram registados feridos materiais"
   
«Segundo fonte da PSP confirmou ao DN, em causa alguns problemas técnicos detectados logo após a descolagem pelo piloto, o que fez com que algumas peças do avião caíssem e danificassem viaturas estacionadas na zona de Camarate. Segundo a mesma fonte, só foram registados feridos materiais.» [DN]
   
Parecer:

O DN no pós ajustamento.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»
   
   
 300 milhões para o povo pagar
   
«A exposição da Caixa Geral de Depósitos (CGD) a sociedades detidas pelo Grupo Espírito Santo ronda os 300 milhões de euros, mas todos os créditos têm garantias reais como acções ou imobiliário. Entre as empresas que se foram financiar junto da CGD está a Espirito Santo Internacional, que controla o Espírito Santo Financial Group (ESFG), o maior accionista do BES, e que pode vir a pedir a protecção de credores.

O PÚBLICO apurou que a ESI terá entregue como aval do empréstimo que contraiu junto da CGD, por exemplo, acções da ESFG - que anteontem pediu à CMVM a suspensão da negociação na bolsa de Lisboa. A decisão da holding, com sede no Luxemburgo, terá tido a ver com a possibilidade de o seu controlador, a ESI, avançar com um pedido de insolvência com protecção judicial.» [Público]
   
Parecer:

É incrível como a CGD financia os grandes interesses privados.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se.»
   
 Dilma não nos liga
   
«A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, vai faltar pela segunda vez a uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste, país que acolhe dia 23 a X Cimeira, revelou este sábado que haverá duas ausências: Dilma e o presidente de Angola, José Eduardo dos Santos.

O chefe de Estado angolano vai ser representando pelo vice-presidente, Manuel Domingos Vicente, e a presidente brasileira pelo ministro de Estado das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, refere o comunicado.

Para o Governo português, esta não é uma surpresa, pois o Palácio das Necessidades já estava à espera desta atitude por parte da Presidente brasileira, com quem as relações diplomáticas não se comparam às mantidas entre o seu antecessor, José Inácio Lula da Silva, e Portugal.

Ao contrário de Lula e Fernando Henrique Cardoso, Dilma não escolheu Portugal para uma das suas primeiras viagens oficiais. Segundo confirmou ao Observador a embaixada brasileira em Lisboa, as primeiras três viagens de caráter oficial foram à Argentina, Uruguai e Bélgica.

A primeira visita oficial a Portugal foi apenas em 2013 e foi uma visita rápida de dia e meio.» [Observador]
   
Parecer:

Não terá nada que ver com os que nos governam?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se.»
     

   
   
 photo Iurie-Belegurschi-4_zps61e25422.jpg

 photo Iurie-Belegurschi-1_zps276780d9.jpg
 
 photo Iurie-Belegurschi-2_zps213db5ad.jpg

 photo Iurie-Belegurschi-3_zpsc2fecec0.jpg
 
 photo Iurie-Belegurschi-5_zps820e9ff1.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus