quarta-feira, junho 22, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura


   
 Jumento do dia
    
Abreu Amorim

O truculento deputado do PSD de Passos Coelho está na Comissão Parlamentar de Inquérito para tirar conclusões diárias no Facebook. É o parlamentarismo no seu melhor.

«Após a última audição do ministro das Finanças na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banif, que hoje se realizou, Carlos Abreu Amorim analisou as declarações de Mário Centeno, tecendo-lhe várias acusações.

Num texto publicado na sua página do Facebook, o deputado do PSD garante que o seu partido concluiu que “Centeno entra em contradição com as informações que a comissária europeia Vesttaguer deu aos deputados europeus do PSD e, hoje mesmo, à CPI do Banif”.» [Notícias ao Minuto]

 Europeu de futebol

Não importa que sejamos eliminados, mesmo assim estaremos melhor do que a Grécia e isso significa apenas que o seleccionador Fernando Santos é como o JJ, faz uma grande aposta nas competições nacionais.

      
 Dona Dolores dá a tática (certa) ao filho Ronaldo
   
«Estava eu a lamentar ser sempre o Cristiano Ronaldo a marcar os livres na seleção - ou melhor, batê-los e não marcar - quando a SIC me anunciou um exclusivo com Dolores Aveiro. A mãe de Ronaldo disse: "O meu filho vai fazer um bom jogo." Às vezes pergunto-me onde vão as pessoas simples buscar as palavras certas. Tivesse ela prometido que o filho marcava e eu ficava furioso. É que Ronaldo marcar, em si mesmo, só me dá por garantido um facto: ele passaria a ser o único homem da Terra a marcar em quatro fases finais do Europeu. E daí?! É só mais um recorde. O mais isto e aquilo, indicia, sem dúvida, que ele é grande. Mas a febre da recordização não alimenta os meus apetites egoístas. De que me serviu, ao fim dos dois primeiros jogos, ele, sozinho, ter chutado 20 vezes à baliza? Nenhum golo. E, no entanto, é uma espécie de recorde: com dois jogos, a equipa de Itália, toda junta, chutou menos (19). Mas meteu três golos e já está apurada. Eu não gostaria também que Ronaldo batesse o recorde de Király, guarda-redes húngaro - o de mais mal vestido deste Euro, com calças cinzentas de pijama. Prefiro, de longe, que se cumpra a promessa de Dona Dolores e o filho faça "um bom jogo". O que só pode significar que ganhamos. Mesmo que isso implique que Ronaldo não aumente o seu recorde pessoal de, em grandes torneios, bater 36 livres sem conseguir marcar. Ronaldo perde esse recorde, outro chuta o livre, faz golo (o que não é recorde nenhum), mas ganhamos todos.» [DN]
   
Autor:

Ferreira Fernandes.

      
 GNR artista
   
«O Comando Geral da GNR instaurou um processo disciplinar a um militar da Unidade de Intervenção por este participar como ator em vários filmes pornográficos. Segundo o estatuto da instituição, qualquer atividade fora da Guarda deve ser autorizada pelo Comandante-Geral e há regras de conduta que quem veste a farda deve respeitar.

A informação foi avançada esta terça-feira pelo jornal Correio da Manhã e confirmada junto do Comando Geral da GNR pelo Observador. Segundo aquele diário, Alexandre trabalhava como ator em filmes pornográficos há já dois anos, e só um pequeno grupo de militares teria conhecimento.

Quando a informação chegou aos ouvidos do comandante da Unidade de Intervenção da GNR, aquartelada na Pontinha, este instaurou-lhe um processo disciplinar. Quando notificado, o soldado apresentou um atestado médico. E encontra-se de baixa desde então.» [Observador]
   
Parecer:

Mas que grande escândalo, pior só mesmo a pontaria do Ronaldo. Ao que parece os soldados da GNR não o podem fazer em filmes, só o podem fazer ao cidadão comum.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
blog comments powered by Disqus