segunda-feira, junho 06, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura


  
 Jumento do dia
    
Sérgio Sousa Pinto

Sérgio Sousa Pinto é crítico da actual liderança do PS e ainda bem que o é, foi ao congresso e ainda bem que foi, mas ficou calado, preferiu o silêncio perante os militantes do seu partido. É preferível ser vedeta dando entrevistas a jornais beneficiando do estatuto de "dissidente".

 Passos diz que não faz proposta para reforma das pensões

Pois, a última vez que fez uma proposta não dialogou com ninguém, não procurou consensos a não ser com Paulo Portas e foi chumbado liminarmente pelo Tribunal Constitucional. Goara defende um diálogo com os parceiros sociais e todos sabemos quem são estes artistas, do lado dos trabalhadores é a UGT, depois são dezenas de associações patronais amigas da direita, algumas delas criadas com o objectivo de apoiar eleitoralmente os partidos da direita.

Enfim, cada vez sinto mais saudades do Almirante Pinheiro de Azevedo, o falecido militar é que sabia responder a estes artistas.

 A extrema-direita fina manifestou-se

 photo extrema_zpsfem5fsh0.jpg

Desta vez não vieram de amarelo para que possam dizer que eram uma manifestação espontãnea, mas, a verdade é que desde o famoso congresso do CDS que nunca mais se tinha registado uma provocação destas em Portugal. Aquilo a que Lisboa assistiu foi a uma manifestação de extrema-direita onde algumas pessoas que querem que seja o Estado a pagarem-lhe as despesas fizeram chantagem sobre um partido democrático.
  
blog comments powered by Disqus