sexta-feira, julho 29, 2016

Ir tranquilamente de férias

Se não fosse o facto de no MP ainda haver quem não vá de férias, recusando essa manifestação de gandulice nacional que é passar uns dias sem trabalhar, diria que vou de férias descansado pela primeira vez em muitos anos.

Podemos estar tranquilos porque o Presidente da República não vai convocar nenhuma conferência de imprensa dramática para a noite de sábado, deixando meio país a especular sobre o que de tão grave teria levado tal personagem a atrasar a ida para a Quinta da Coelha, já quando o espaço aéreo do luxuoso condomínio estava fechado para tranquilidade da distinta família mais a ladroagme que mora á volta.

Como já está tudo falido não é de esperar que no domingo o senhor Costa não se lembre de convocar uma conferência de imprensa noturna para nos informar que vamos ter de pagar mais uns milhares de milhões por conta das asneiras de um daqueles famosos banqueiros que em tempos deslumbravam meio mundo e quendo se sentiram à rasca se juntaram à Judite Sousa para levar os portugueses a pagarem-lhes os prejuízos.
 
Podemos estar descansados porque durante o mês de agosto não nos vão cortar as pensões, mandar para a requalificação, aumentar o horário de trabalho, cortar no vencimento, aumentar a TSU ou os impostos ou, quem sabe, decretar o regresso da escravatura.

Depois de muitos anos a aturar doentes mentais podemos partir de férias com alguma tranquilidade, a geringonça funciona melhor dos o Paf, o Marcelo fez esquecer um Cavaco que caiu no ridículo de convocar uma homenagem pensado que fazia sombra a esse imenso carvalho que há muitos anos que não o deixa ver o sol.

  
Hoje sabemos dar valor a coisas simples, como ir tranquilamente de férias.

blog comments powered by Disqus