quinta-feira, maio 11, 2017

Jesus e os três pastorinhos

Jesus está de saída, Francisco está a chegar, Jesus ficou sem almoçar, Francisco está a jejuar, Francisco anda de papamobil, Jesus sai de Alcochete de Mercedes, Francisco só vem a Fátima, Jesus só sai se for para o Porto, Francisco faz votos de pobreza, Jesus tem direito a mais de dez milhões, a nossa senhora apareceu aos pastorinhos, o Bruno não apareceu a Jesus no almoço combinado.

Diretos exibindo um muçulmano que faz a passadeira ajoelhado pedindo a paz entre as religiões, a mesma paz que os adeptos esperam que haja entre presidente e treinador do Sporting. A televisão muda do muçulmano para os peregrinos que acabam de chegar, cada um conta a sua promessa, o direto muda para Alvalade para dar conta das promessa de Jesus, um diz que já pode sair porque com a morte do pai não está vinculado a promessa, outro canal assegura que fica porque prometeu um título de campeão ao pai Virgolino.

Manhãs, tardes e noites televisivas inteiramente dedicadas a Jesus e a Francisco, que um chega, que do outro não se sabe se parte, um vem para celebrar milagres, o outro pode estar de partida porque não fez milagres. Até Assunção cristas, uma devota militante que lidera o partido religioso, decidiu entrar na corrida dos milagres e prometeu 22 estações de metropolitano, nem uma nossa senhora muito generosa se lembraria de tal milagre dos panitos na versão ferroviária.

O general assegura que os drones serão derrubados e que ninguém fará o xixi debaixo da azinheira sem ser fotografado pelo P2, o autarca dá as boas vindas, o cardeal fala em delírio, o Bruno diz que para o ano tudo será diferente, o bispo de Leiria junta criancinhas para rezarem na capela das aparições, Jesus oferece pastelinhos de Belém às mamãs reunidas em peregrinação a Alvalade.

A intoxicação é tanta que damos connosco quase convertidos aos três pastorinhos que viram uma nossa senhora ou ao milagre Jesus que viu três candidatos ao título e agora reúne-se com o banqueiro falido, talvez para dizer que o milagre do título vai ficar mais caro que o milagre da supertaça. No meio desta campanha levada à náusea ainda damos com nos respeitando rigorosamente o dress code decidido por Bruno de Carvalho, a caminha de Fátima em para agradecer os dois títulos a que correspondem os dois anos de contrato com Jesus.

Esperemos que passe depressa esta semana onde Jesus e pastorinhos nos transformaram num imenso rebanho de borregos.

blog comments powered by Disqus