domingo, julho 14, 2013

Jumento do Dia

  
Jerónimo de Sousa

Quem ouviu falar Jerónimo de Sousa nestes dois dias ficou a perceber como o partido dos verdinhos do parlamento não passam de uma agremiação olítica com sede numa arrecadação da Soeiro Pereira Gomes, o líder do PCP refere-se à moção de censura que ainda nem sequer foi apresentada como se fosse uma iniciativa sua e como se fosse o PS o alvo da censura.

A excitação de Jerónimo de Sousa é tanta que já nem esconde os seus jogos e manobras, desencadeou um ataque violento ao PS, esquecendo que sem a sua preciosa ajuda ou a dos seus sindicalistas como Mário Nogueira o país não estaria a sofrer com as políticas e incompetência de Passos Coelho. Jerónimo de Sousa parece estar esquecido de que foi o padrinho de casamento desta coligação governamental, tendo tido ao seu lado como madrinha o Francisco Louçã.

«O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou hoje o PS de estar do lado da política de direita, depois de conhecida a disponibilidade dos socialistas para as conversações para um "compromisso de salvação nacional".

"O PS tem o direito e a liberdade de se juntar com quem quiser, não pode é pedir ao PCP que se junte àqueles que realizaram esta política de direita que tanto mal fez ao nosso povo", disse o secretário-geral comunista, num almoço convívio em Secarias, no concelho de Arganil.» [Notícias ao Minuto]
blog comments powered by Disqus