sexta-feira, julho 26, 2013

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 
 photo Alfama_zps3bb4d517.jpg
  
Alfama, Lisboa

 Machete dá machadada na diplomacia
 
Cá dentro os critérios de avaliação do carácter dos políticos até pode ser muito permissivo, mas no estrangeiro não é bem assim. É por isso que Rui Machete nunca poderia ser ministro dos Negócios Estrangeiros, de tudo menos disso.
 
 Estar à rasca
 
É dizer num dia que se respeita o parlamento e serálá que se prestarão todos os esclarecimentos que provarão que a mentira é verdade, acrescentando ainda que como a agenda está muito preenchida e os deputados vão a banhos o assunto será esquecido durante um mês, para no dia seguinte ir dar uma entrevista na SIC como se tivesse dado entrada no banco de urgências do Hospital de Santa Maria.
   
Esta senhora sabia de mais e demasiado para tentar dar um golpe baixo no governo anterior.

 O Passos na Manta Rota

As minhas praias ainda vão ficar conhecidas pela costa dos cadáveres.
 
 O académico maduro veio em defesa da verde Maria Luís

Os esto ficou-lhe bem, vir em defesa da dama num autêntico duelo com a comunicação social quase lhe deu mais dez centímetros, mas tem alguns inconvenientes. O primeiro representa a admissão da mentira pois a forma como argumentou faz parecer que somos todos burros e não percebemos que quem está fazendo o que quer que seja tem direito a mentir ao país. Um segundo inconveniente que é o facto de dar a entender que a ministra é totó e não se sabe defender.
 
 O verdadeiro drama não ocorre no momento do despedimento
 
O grande drama social provocado pelo desemprego não ocorre no momento do despedimento, para muitos desempregados que acumulam o subsídios de desemprego com o biscate ou com o emprego à margem das normas laborais até há uma  ilusão de fartura, muitos portugueses ganham mais desempregados do que estando empregados e cumprindo com todas as obrigações contributivas.

O problema social agrava-se à medida que o tempo passa e na ausência de criação de emprego cada vez mais desempregados perdem o direito ao subsídio de desemprego. Ao fim de dois anos de políticas extremistas a economia está de rastos e ao problema do desemprego junta-se o problema dos que perderam o subsídio de desemprego e a esperança de voltarem a ter emprego.

Portugal está criando uma nova classe de pobres, gente que sempre viveu do trabalho e agora é rejeitada pelo mercado de trabalho, depois do desemprego jovem o país herdará um grave problema com o desemprego de longa duração, agora com menos medidas de apoio social. Perante este cenário o governo limita-se a preparar um mega despedimento de funcionários públicos, gente que devido a uma qualificação muitas vezes altamente especializada dificilmente encontrará saídas no mercado de trabalho.

Em termos sociais parece que os extremistas que nos governam brincam atirando gasolina para a fogueira. Pode ser que saiam chamuscados e o Portas escreva mais uma das suas cartas a teorizar sobre a ir«reversibilidade, o oportunismo rasca e a falta de ética em política.

 A mentira

Ainda mais grave do que ter mentido é o facto de com a mentira a agora ministra das Finanças ter tentado manchar a dignidade de terceiros. A ministra pensou que podia transferir culpas para terceiros recorrendo a uma mentira.

Só resta à ministra ter um pouco daquilo que até não mostrou ter, dignidade, isso significa demitir-se.

 Proposta

Que o dia 5 de Outubro volte a ser feriado para lembrar Álvaro dos Santos Pereira, aquele tipo com ar apalermado que passou por cá, podia ser o dia nacional do sôr Álvaro.


      
 O campeão era gay
   
«Morreu anteontem Emile Griffith, o boxeur. Eu tinha uma vaga lembrança, e antiga. Recorro ao New York Times para aclarar o morto. Exato, esse Griffith!, reconheci-o às primeiras linhas. Matou o adversário num combate para campeão mundial dos meios médios. Agora até posso ver o combate, há vídeo. Num sábado de 1962, o ringue do velho Madison Square Garden, em Nova Iorque, com transmissão televisiva. À esquerda, calções brancos, o campeão Kid Paret, cubano; à direita, calções negros, Griffith, o pretendente americano. Era o terceiro combate entre eles, em sucessivos trocas do cetro mundial. Agora, até ao 12.º round, a mesma partilha de poderio. Mas, eis que Griffith encosta o outro às cordas de um canto. Quem sou para contar, quando Norman Mailer estava, claro, na primeira fila? "O punho direito bate como um bastão de basebol demolindo uma abóbora." O vídeo confirma e permite o horror doentio da repetição... O árbitro agarra e afasta Griffith e Kid Paret desliza para o tapete - irá morrer dez dias depois no hospital. Durante algum tempo, a América discute o boxe e depois esquece. Griffith vai partir para outro combate... que afinal já começara. Antes de subirem ao ringue, Kid Paret lançara-lhe, desdenhoso: "Maricón!" Há muito que se dizia que Griffith era gay, e era. Numa biografia publicada em 2008, o velho boxeur resumiu os dois combates da sua vida."Matei um homem e fui desculpado, amei um homem e nunca me perdoaram."» [DN]
   
Autor:
 
Ferreira Fernandes.
   
   
 Entra BPN sai BPN
   
«O secretário de Estado Franquelim Alves está de saída do Governo, avança a edição online do Expresso. O ex-administrador da Sociedade Lusa de Negócios (SLN) integrava a equipa do Executivo há menos de seis meses. Também Sérgio Monteiro poderá não estar nos planos da equipa do novo ministro da Economia, António Pires de Lima.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Até se fica com a impressão de que este governo se apoia numa coligação a três, uma coligação formada pelo PSD, pelo CDS e pelo BPN.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 Rui Machete ganhava 1250€ por reunião
   
«Primeiro em dinheiro e mais tarde em cheque. Cada reunião no BPN ‘rendia’ 1.250 euros a Rui Machete, o recém-empossado ministro dos Negócios Estrangeiros, que recebia aquele montante enquanto presidente do Conselho Superior da Sociedade Lusa de Negócios, dona do banco.

De acordo com o DN, como o próprio Machete chegou a admitir em declarações na comissão parlamentar de inquérito ao BPN, durante alguns anos este montante era pago em dinheiro e só depois passou a ser entregue em cheque. 

O jornal recorda que, na 31ª reunião da comissão parlamentar de inquérito, a 2 de Abril de 2009, Rui Machete falou do sistema de pagamentos para os membros do Conselho Superior da SLN. “Penso que houve uma altura em que o banco abriu umas contas e, depois, passou a pagar em cheque, visto que algumas pessoas, como era o meu caso, não queriam ter contas no banco”, disse naquela data o actual ministro dos Negócios Estrangeiros.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:
 
Isto é com o as putas, há as muito caras e há as mais baratas. O divertido foi o cuidado do senhor que era um alto responsável do banco dizer depois que não queria ter lá conta, até parece que está dizendo que não queria ter conta num banco menos reputável.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Vomite-se.»
   
  E não os convidou para uma sardinhada na Coelha?
   
«O Presidente da República enviou uma mensagem para a casa real britânica a título pessoal felicitando William e Kate pelo nascimento do primogénito.» [DN]
   
Parecer:
 
Parece que a nossa família real é intima de todas a cabeças coroadas da Europa.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se da parolice dos Silva.»
   
 A senhora que não mente
   
«Nos emails trocados entre o ex-diretor-geral do Tesouro e Maria Luís Albuquerque, a que a Agência Lusa teve acesso, no verão de 2011 é feito em primeiro lugar um ponto de situação sobre o valor a preço de mercado dos contratos 'swap' nas principais empresas (Metro de Lisboa, Metro do Porto, CP e Refer).

A troca de emails a que a Lusa teve acesso diz respeito aos dias 29 de junho, 18 de julho, 26 de julho e 01 de agosto.

No primeiro destes emails enviado por Pedro Felício à então secretária de Estado do Tesouro e Finanças, que tem data de 29 de junho de 2011, é incluindo um "ponto de situação dos MtM [Mark-to-market, valor de mercado] dos derivados e instrumentos financeiros nas principais empresas do SEE [Setor Empresarial do Estado]", afirmando ainda que esta informação está em atualização no âmbito do programa da 'troika', mas que o grosso dos valores está nestas quatro empresas.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:
 
É mais fácil apanhar um mentiroso do que um coxo.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Ofereça-se uma esferográfica e uma folha A4 à senhora.»
   
 Ainda mais burro do que o nosso?
   
«Segundo o jornal El Pais, pós alguns parágrafos em que o chefe do executivo se mostra “consternado pela notícia do descarrilamento do comboio Alvia nas proximidades de Santiago de Compostela” e envia as “mais sentidas condolências às famílias das pessoas que perderam a vida, a mensagem passa a referir-se, de repente, ao terramoto que provocou a morte de quase uma centena de pessoas.

“Quero transmitir os meus mais sentidos pêsames pela perda de vidas humanas e avultados prejuízos materiais causados pelo terramoto que teve lugar esta madrugada em Gansu. Desejo, em particular, transmitir as mais sinceras condolências aos familiares dos falecidos”, conclui a mensagem de condolências de Rajoy.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:
 
É difícil.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se.»
blog comments powered by Disqus