domingo, outubro 05, 2014

Semanada

Quando estava em causa a avaliação os professores uniram-se, inventaram invasões policiais ao sindicato, Mário Nogueira era promovido a um verdadeiro Vladimir Ilich Ulianov da Brandoa, tal como o outro ajudou a Alemanha a derrubar um dos seus adversários na guerra, este ajudou a direita na derrubar um governo de esquerda. Agora que os professores são despedidos em massa, vítimas de erros de aritmética e despedidos sumariamente para corrigir erros governamentais o Mário parece estar escondido numa cava da Soeiro Pereira Gomes.
  
Cavaco e Passos já combinaram a estratégia para condicionar António Costa e desvalorizar a mudança de liderança do PS, deram início a mais ofensiva em defesa de acordos. Macedo propôs um na saúde, Passos desenterrou o da segurança social e Cavaco vai mais longe pedindo uma cultura de compromisso. Agora já só falta um compromisso em torno do Citius e um outro nos concursos do Crato.
  
Afinal Passos Coelho sempre foi um político remediado digno de qualquer moçoila de uma boa família de Massamá, ao longo da sua carreira foi sempre um cidadão exemplar e até trabalhou gratuitamente para uma ONG durante dois anos, apenas recebendo uns trocos para pagar as despesas. Todos acreditamos nisso.
  
Marinho Pinto, o conhecido eurodeputado dos dezoito mil e o tal bastonário dos advogados que fixou o seu próprio ordenado em sete mil criou o seu partido. Esperemos agora para ver qual vai ser o ordenado de líder do PDR a fixar pelo próprio Marinho Pinto. A dúvida está em saber que vai ganhar mais ou menos do que Passos recebia mensalmente em despesas mensais na sua ONG.
  
Aguiar-Branco continua a divertir-se com brinquedos telecomandados, depois do famoso drone brincou com uma bóia salva-vidas. Enfim, bem pode ir para o Terreiro do Paço experimentar o seu brinquedo tentando salvar a quase afogada Paula Teixeira da Cruz.

blog comments powered by Disqus