quinta-feira, julho 16, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Rego_zps0fhcvzlw.jpg

O mais recente graffiti de Lisboa, no Bairro do Santos, ao Rêgo.
  
 Jumento do dia
    
Paulo Macedo, vendedor ambulante de médicos e enfermeiros

Há pouco tempo, quando os portugueses morriam abandonados nas urgências dos hospitais, Paulo Macedo o ministro incompetente da Saúde entre as explicações atabalhoadas para a explicação das desgraças resultantes da sua gestão culpava a Ordem dos Médicos. Os portugueses morriam abandonados porque a Ordem dos Médicos impedia a formação de mais médicos.

Agora é o mesmo Paulo Macedo que sugere aos profissionais de saúde que abandonem Portugal e emigrem para  Alemanha. Só resta saber quanto é que a senhora Merkel lhe vai pagar de "comissão" por cada profissional pago com os impostos dos portugueses que irão a custo zero para a capital do Reich. Ninguém dá milhões aos alemães a troco de nada e pela notícia parece que Paulo Macedo não foi à Alemanha a pensar no nosso SNS, mas sim como uma espécie de negreiro dos médicos e enfermeiros portugueses.

«O estado alemão de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, no Norte, mostrou interesse nos recursos humanos portugueses ligados à saúde, nomeadamente enfermeiros e paramédicos, revelou o ministro da Saúde, Paulo Macedo.

O governante, que está presente na Alemanha até quinta-feira e que hoje representa Portugal - país convidado - na conferência sobre economia da saúde em Rostock, desvendou esta pretensão do ministro-presidente daquele estado, Erwin Sellering, na conferência de imprensa para apresentação de uma parceria que vai ser assinada, esta quarta-feira, entre as partes.

"Houve essas solicitações quanto aos nossos recursos humanos, que são reconhecidos internacionalmente", disse Paulo Macedo, assumindo ir agora fazer chegar esse pedido dos alemães às universidades portuguesas, mas recordando igualmente que tudo "depende da vontade das pessoas" e que o "Governo não deve intervir" mais do que isso.

Portugal e a CentroPT Health Alliance, estrutura suportada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, que engloba hospitais, universidades, parques tecnológicos, Administração Regional de Saúde, Turismo do Centro, Ageing @Coimbra e várias empresas celebra hoje uma parceria de cooperação com a rede de saúde alemã Biocon Valley, entidade com mais de 160 parceiros e que está localizada em Rostock e ainda em Greifswald.» [DE]

 As contas do memorando estavam mal feitas



 Dúvida

E quem fez as contas do famoso desvio colossal?

 TVI24: pior do que censura

Confundir o comportamento dos responsáveis da TVI24 com censura é quase uma ofensa aos velhinhos censores. Dantes censurava-se e os jornalistas diziam nas entrelinhas aquilo que não podiam escrever nas linhas. Como as opiniões de Augusto Santos Silva devem ser silenciadas em tempo eleitoral a TV24 não só o silenciou como fá-lo de forma grosseira e sem educação. Na terminologia popular não estamos perante censores, mas sim face a filhos da mãe, isto para não ajuizar sobre a vida profissional das pobres senhoras que deram à luz estes filhos.

Lamentavelmente quase tão depressa como a TVI24 calou Augusto Santos Silva logo apareceram quem aceitasse o seu lugar quer no próximo ano, quer num debate agendado com poucas horas de antecedência. Só que o Medina aceitou substituir Augusto Santos Silva depois das eleições legislativas e o Eng. Cravinho é uma sombra do saneado, diria até que não admira que as televisões preencham o pluralismo com personagens do PS que funcionam como espanta votos.

      
 A boa notícia sobre a noitada de Bruxelas
   
«Aúnica boa notícia sobre a noitada de Bruxelas é que vai haver mais noitadas destas. O problema da Grécia foi empurrado com a barriga por líderes extenuados. Tão extenuados que o seu esgotamento dá alguma credibilidade à hipótese de terem ouvido uma ideia de Passos Coelho. Só de pensar nessa hipótese dá ideia da deriva da Europa. Mais grave: pelo menos um líder europeu acreditou na versão (e contou-a). Naquele filme Daylight, um túnel de Nova Iorque invadido pelas águas, as pessoas também estavam esgotadas e aceitaram a sugestão do Sylvester Stallone. Por amor da santa, ninguém aceita uma sugestão de Stallone desde que ele foi salvar o Afeganistão e deu no que deu. Mas as pessoas estavam extenuadas e seguiram o herói - e não é que se salvaram? Também é verdade que era filme. Voltando à Grécia, da última vez que Passos Coelho teve uma ideia sobre ela falou de "conto de criança". Disse, então: "Como é possível um país não pagar as suas dívidas, querer aumentar os salários, baixar os impostos?..." É a ideia que ele tem de conto de crianças: um curso de Contabilidade. Agora, do género infantil saltou-se para o hardcore: numa festa pela madrugada fora, um grupo de poderosos chicoteia um grego. Melhor, só se ainda houvesse o Varoufakis, motoqueiro vestido de licra... Repito, a única boa notícia sobre a noitada de Bruxelas é que vai haver mais noitadas destas. A este ritmo, em breve vai dar o badagaio a estes nossos líderes europeus.» [DN]
   
Autor:

Ferreira Fernandes.
      
 Não incomodem o Governo sff
   
«"Ainda não foi possível agendar a aprovação, mas sê-lo-á em breve, possivelmente já no próximo Conselho de Ministros", disse ao DN fonte governamental.

Caiu mal no governo, principalmente entre os centristas, a suspensão dos vistos gold decretada pelo diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). O presidente do CDS e vice-primeiro-ministro Paulo Portas tem sido acérrimo defensor deste regime, que já trouxe para Portugal cerca de 1,5 mil milhões de euros.

A justificação dada por António Beça Pereira - a falta de regulamento para a nova lei destas Autorizações de Residência para Investimento (ARI) - não convenceu. Este decreto foi concluído e divulgado logo na apresentação da proposta de lei e só poderia ser aprovado em Conselho de Ministros depois da entrada em vigor da lei, o que aconteceu a 1 de julho. "Ainda não foi possível agendar a aprovação, mas sê-lo-á em breve, possivelmente já no próximo Conselho de Ministros", disse ao DN fonte governamental.» [DN]
   
Parecer:

O Governo mete água e o mal não é da sua incompetência, é de quem é obrigado a conviver com ela. Como sempre a vítima da incompetência deste Governo é a Administração Pública.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Vomite-se.»
  
  Procuradora manda ministra aos gambuzinos
   
«"Corrupção e criminalidade económico financeira" está no cimo da lista de "áreas prioritárias" para a investigação, definidas pelo Ministério Público (MP), no documento "Objetivos Estratégicos - triénio 2015-2018". A seguir vem a "violência doméstica", o "cibercrime e prova digital" e, em quarto lugar, o "terrorismo". No entanto, de acordo com a Lei-Quadro da Política Criminal para o biénio 2015-2017, proposta pelo executivo e aprovada em Maio na Assembleia da República, atribui outra ordem às prioridades. Em primeiro lugar está o terrorismo, a seguir, os crimes contra a liberdade criminalidade e autodeterminação sexual, depois a violência doméstica. A corrupção surge em quinto lugar e o cibercrime em oitavo.

Este diploma é o instrumento legal que define "objetivos, prioridades e orientações de política criminal".
  
Para o MP "ss práticas corruptivas e a criminalidade económico-financeira atentam contra princípios fundamentais do Estado de direito, enfraquecem a credibilidade e a confiança dos cidadãos nas instituições e comprometem o desenvolvimento social e económico". Por isso, "ciente da gravidade e complexidade dos fenómenos da corrupção e da criminalidade económico-financeira, bem como das dificuldades de deteção e investigação inerentes à sua natureza e características" o MP " tem vindo a proceder a uma gradual melhoria das suas estruturas e das metodologias de intervenção,designadamente ao nível da especialização de unidades de investigação criminal, da formação dos recursos humanos, da definição dos crimes abrangidos por aqueles fenómenos criminais e da criação de parcerias com entidades externas especializadas".» [DN]
   
Parecer:

Parece que a Procuradora é que manda.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  

   
   
 photo Patricia-Dries-5_zpscfs9rymf.jpg

 photo Patricia-Dries-2_zpsgnbiz4bs.jpg

 photo Patricia-Dries-3_zps0pylhfvg.jpg

 photo Patricia-Dries-1_zps5ew7do40.jpg

 photo Patricia-Dries-4_zps7bxnb7mx.jpg
  
blog comments powered by Disqus