sábado, julho 25, 2015

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _Parque_zpsfxmoord2.jpg

Parque das Nações, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Paulo Núncio, SEAF

Há meses que o homem de Paulo Portas para o fisco anda a preparar esta manobra, ignorou o que ele próprio mandou inserir na lei e esperou por um momento adequado para lançar uma campanha de intoxicação. A verdade é que como será aqui explicado amanhã o relatório da execução orçamental não contém dados para simular o reembolso da sobretaxa de IRS e o montante previsto para a devolução é muito inferior aos montantes de despesas fiscais dissimuladas nas contas.

Passos Coelho sabe muito bem disso e resguarda-se, dizendo que os dados só poderão ser conhecidos no final do ano, entretanto usa o Núncio Fiscoólico para esta campanha assente em falsos dados. Aliás, nem no final do ano o governo estará em condições de chegar a dados finais pois isso só será possível quando encerrar as contas dos impostos a 2015 o que implica esperar pelos acertos nos reembolso do IRS e do IVA, dados a que o governo só terá acesso meses depois do final do ano.

O país está a ser ludibriado pela maior operação de manipulação de que há memória, estamos perante uma verdadeira intrujice que está sendo montada desde o início do ano pelo secretário de Estado dos Assuntos fiscais, que só agora avançou com esta manobra para beneficiar da distracção resultante das férias e porque até aqui não tinha dados que sustentassem a mentira.

«O Governo espera devolver 0,7 pontos percentuais da sobretaxa de IRS, valor que estava dependente da execução orçamental do primeiro semestre.

Este valor é superior à percentagem de devolução (0,5 pontos percentuais) que esteve em cima da mesa durante a preparação do Orçamento do Estado para este ano.

Para saber uma estimativa sobre quanto vai receber de sobretaxa de IRS em 2016, já pode, a partir de hoje, consultar o o simulador de devolução da sobretaxa disponível no Portal das Finanças.

O Estado poderá devolver aos contribuintes 100 milhões de euros em crédito fiscal da sobretaxa de IRS em 2016, caso o aumento de 4,2% da receita fiscal proveniente de IRS e de IVA se mantenha no conjunto deste ano. » [Notícias ao Minuto]
  
 photo _Nuncio_zpsmx3paigf.jpg

 Straight-mag.com



  Uma mentira anunciada
 
 photo _Sobretaxa_zpsyvxmkhrz.jpg

A mentira da devolução da sobretaxa foi preparada na edição do semanário Expresso do passado dia 27 de Junho. Paulo Núncio que tem tido no Expresso a voz oficiosa do CDS fiscal usou um relatóio dos resultados do combate à evasão fiscal para fazer um pré -anúncio. Mas como não estava certo dos resultados e de se seria capaz de martelar os números entregou a tarefa da representação do fisco ao semanário do n.º 1 do PSD.

Em vez de ser a AT a informar dos resultados foi o Expresso a chamar a si tal tarefa. Pelos vistos o Expresso foi dispensado e os seus jornalistas limitaram-se a fazer figura de urso.

 photo _Sobretaxa-1_zpsdkob4rug.jpg

      
 Em consensos Rio e Cavaco estão um para o outro
   
«Na terça-feira, o Presidente quis ouvir os partidos sobre a data das eleições. PSD, PS e CDS indicaram 27 de setembro. Consensualmente. Na quarta-feira, o Presidente apelou ao consenso: "Não é concebível que os nossos líderes partidários sejam incapazes de alcançar compromissos em torno dos grandes objetivos nacionais." Dito isto, marcou as eleições para... 4 de outubro. Por uma vez que houve consenso entre os três grandes partidos, Cavaco contrariou. Isso de se fazerem consensos antes de ele apitar, é fora de jogo. Cavaco é um pedagogo em matéria de consensos. De cada vez que ele acaba de falar ficamos com a impressão de que ele acrescenta: "Esta não só é a minha opinião, como eu também estou de acordo com ela." Outro que também é muito umbigoconsensual é Rui Rio. Nesta semana de tanto apelo à unidade, o talvez quase quem sabe agarrem-me senão candidato-me Rui Rio disse que preferia que "não surjam mais nomes no centro-direita". Quem não prefere? Então, se também aparecerem ainda muitos mais nomes do centro--esquerda é que era... Melhor, só se não se confirmar nenhuma outra candidatura - nesse caso de... ai, como é ?... puro consenso, Rui Rio avançará, afoito. Fiquemos de olho, então, nessa palavra-milagre que nos vai perseguir nos próximos meses: consenso. Assim, à primeira vista, reparo que está juntinha. "Consenso". Apesar de tão parecida e pronunciada de forma tão idêntica, não é "com senso". Por alguma razão será.» [DN]
   
Autor:

Ferreira Fernandes.

      
 Honestidade à americana
   
«Siego Maradona não passou ao lado da polémica eliminação do Panamá na meia-final da Gold Cup, jogo que fucou marcado por uma polémica arbitragem do árbitro Mark Geiger, que assinalou dois penáltis que ditaram a passagem do México à final.

O antigo jogador e treinador da seleção argentina pediu a repetição do encontro nas redes sociais.

"Estou solidário com os jogadores do Panamá. O jogo deveria voltar a ser disputado o árbitro expulso", afirmou na su conta do Facebook.

'El díos' recordou ainda o encontro do Mundial de 1990, em que a Argentina perdeu (1-0) com a Alemanha e criticou o árbitro desse encontro, Edgardo Codesal, uruguaio nacinalizado mexicano.

"A transparência do futebol continua a estar ausente desde o Mundial de Itália, em 90, onde o mexicano Codesal roubou todos os argentinos", atirou, segundo dá conta o jornal Marca, juntamente com uma fotografia de Geiger.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Poucas semanas depois de a procuradoria federal dos EUA ter avançado para a detenção de vários responsáveis da FIFA num mega processo contra a corrupção no futebol mundial eis que um árbitro americano é responsável pela pior arbitragem realizada em competições internacionais, decidindo com falsas penalidade que equipa devia ir a uma final. Será que os americanos vão investigar o seu concidadão incompetente ou corrupto?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 Afinal Pires de Lima mete-se nas empresas privadas
   
«"A pior coisa que pode acontecer num processo de ajustamento económico e empresarial como aquele que vivemos em Portugal é que ativos bons, operacionalmente viáveis, fiquem presos e amarrados a estruturas de capital ultrapassadas, geridas por burocratas que não sabem nada do negócio", afirmou.

Pires de Lima falava durante a cerimónia de inauguração do Six Senses Douro Valley, em Lamego, que resultou da reconversão do antigo Aquapura. Adquirido pelo fundo Discovery, este é o primeiro hotel da Europa operado pela marca Six Senses.

A renovação do hotel representou um investimento de oito milhões de euros, que vai criar ao longo do ano cerca de 150 postos de trabalho diretos e indiretos.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

O grave do novo discurso intervencionista do CDS não está no intervencionismo mas sim no paternalismo bafiento.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se a Pires de Lima o que o levou a adoptar uma relação do tipo salzarista com as empresas.»

 Gaivotas "assassinas"
   
«Com as histórias de ataques de gaivotas a multiplicarem-se no Reino Unido este verão, especialmente na região da Cornualha, os jornais britânicos já falam em gaivotas "assassinas". Já há dois relatos de cães mortos por gaivotas, e uma criança e uma idosa foram também atacadas pelos pássaros, o que levou o primeiro-ministro David Cameron a pronunciar-se sobre a situação.

Quando visitava a região da Cornualha na semana passada, David Cameron disse que era necessário que houvesse uma "grande conversa" sobre os perigos das gaivotas. "Temos de ouvir as pessoas que realmente percebem deste assunto", disse o primeiro-ministro, que não quis dar "uma resposta imediata" acerca da necessidade de um abate em massa.» [DN]
  

   
   
 photo Philip-Stewart-2_zpss3pm3l9b.jpg

 photo Philip-Stewart-5_zps7uuo5vei.jpg

 photo Philip-Stewart-4_zpsocufrtum.jpg

 photo Philip-Stewart-1_zps8g0vob2r.jpg

 photo Philip-Stewart-3_zps8j02occf.jpg
  
blog comments powered by Disqus