domingo, março 05, 2017

Semanada

Esta foi uma semana de elevações, Paulo Núncio teve uma elevação de carácter por ter sido a mentir de forma compulsiva, acabando por vir com a tese de que a estratégia para apanhar os ricos a fugir aos impostos era o “deixa-os pousar”. Teodora Cardoso que andou um ano a ver o inferno veio agora a sugerir que Centeno teve um momento de elevação miraculosa. A SIC decidiu investigar o BES e o país percebeu que foi vítima de um momento de elevação de canalhice por parte do BdP.

Passos Coelho que queria saber de toda a verdade sobre as offshore andou desaparecido durante toda a semana, só reapareceu na sexta-feira para defender o seu homem no DdP, disse ele com a habitual cara de pau que não via motivos para tirar o Carlos Costa do BdP. Provavelmente esteve a ouvir o “economista” José Gomes Ferreira, dizendo na SIC Notícias que o culpado disto tudo era o Constâncio. Todos os males da banca portuguesa foram causados pelo DDT e pelo CDT.

A Assunção Cristas também deve ter ficado embatocada a ouvir as mentiras do tal rapaz da elevação de carácter. Optou por ir para o muro que desabou para dizer que se o Constâncio é o CDT da Banca, o Medina é o CDT de todos os males de Lisboa, desde as cheias aos muros que caem, passando pelo excesso de turistas.

O Carlos Alexandre também optou pelo silêncio do seu gabinete, depois de ter ido para SIC dizer que não tinha amigos na magistratura e muito menos amigos ricos, ficou a saber-se que tinha um amigo na magistratura, mas por ocasião da entrevistas já era um amigo inconveniente e o nosso corajoso juiz optou por o apagar da listas de amidos do seu Facebook imaginário. Compreende-se a limpeza estalinista da foto do amigo, sabe-se agora que, afinal, o juiz teve de pedir dinheiro emprestado para comprar uma das tais casas que estava a pagar ao banco. Enfim, mais um grande momento de elevação de carácter, coisa que nestes dias abundou no país.


blog comments powered by Disqus