quinta-feira, março 30, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura




 Jumento do Dia

   
Miguel Albuquerque

Este senhor acha que discordar de atribuir o nome de um aeroporto ao Cristiano Ronaldo é ser pequeno. É desta forma que um qualquer idiota com um cargo público acha que deve achincalhar um cidadão que tem uma opção diferente da dele. Mesmo não tendo um avô almirante ou primeiro-ministro apenas tenho a dizer a este personagem imbecil da nossa ilha tropical que vá à bardamerda. Só não vou mais longe por respeito à mãezinha e porque já nos bastam os desaforos sexistas do calvinista holandês.

E já agora, pode mudar o nome do Teatro Municipal Baltazar Dias para Saláo de Espectáculos Kátia Aveiro, bem como o Madeira Business Center, mais conhecido por zona franca da Madeira para Cais Paulo Núncio Business Center, dando expressão ao um movimento de opinião que considera essa mudança o mínimo que a Madeira pode fazer em agradecimento a um político generoso e que deu mais lucro á região do que os pontapés do Cristiano.

 Toponímia a prazo

Parece que os nomes das ruas, infraestruturas e monumentos passaram ser a prazo, pelo seria conveniente que o governo decidisse de quantos em quantos anos se mudam os nomes dos aeroportos.

 Qual é o verdadeiro busto de Ronaldo?





 Fernando Santos

A crer na opinião da selecção de futebol a equipa perdeu no jogo do Ronaldo porque jogou em auto-gestão, quem ouviu o treinador é bem capaz de pensar que a entrevista foi dada a parir de Lisboa e que a equipa jogou no Funchal sem qualquer orientação do seleccionador.

      
 Um dia difícil para Carlos Costa
   
«O Banco de Portugal (BdP) reviu em alta as suas perspetivas para o crescimento da economia portuguesa entre 2017 e 2019. As projeções divulgadas esta quarta-feira apontam para um crescimento do PIB de 1,8% este ano, 1,7% em 2018 e 1,6% em 2019.

Estes valores traduzem uma melhoria de 0,4 pontos percentuais este ano, 0,2 pontos percentuais em 2018 e 0,1 pontos percentuais em 2019, em relação ao previsto pelo BdP em dezembro.

"A economia portuguesa deverá manter uma trajetória de recuperação ao longo do horizonte de projeção, apresentando um ritmo de crescimento em linha com o atualmente projetado para o conjunto da área do euro", lê-se no documento do BdP.» [Expresso]
   
Parecer:

Com Passos Coelho a desejar que o país seja vergado a um segundo resgate não deverá ser fácil ao governador do BdP dar boas notícias. Longe vão os tempos em que o governador era um apoiante militante da política de austeridade brutal.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»

blog comments powered by Disqus