sábado, março 25, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura




 Jumento do Dia

   
Duarte Pacheco, deputado mau 'cagador'

Ao mau 'cagador' até as calças empatam, é o que se pode dizer das declarações deste deputado do PSD, incapaz do mais pequeno elogio ao governo descobriu que um défice de 2,1% foi conseguido pelo caminho errado. O caminho certo era o das medidas inconstitucionais e do ódio do PSD aos funcionários públicos e pensionistas.

«O PSD considerou hoje que a redução do défice para 2,1% é um dado positivo para o país mas que foi feita "pelo caminho errado", com recurso a medidas extraordinárias e não sustentáveis.

Em declarações aos jornalistas no parlamento, o deputado do PSD Duarte Pacheco disse que, com este resultado hoje divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o partido espera que "Portugal possa sair do Procedimento por Défice Excessivo".

No entanto, salientou que todas somadas as medidas "não sustentáveis e extraordinárias" representam cerca de 1,4% do PIB, considerando que se "reduziu o défice mas com habilidades".» [DN]

      
 François Fillon: a culpa não será do Benfica
   
«François Fillon acusou François Hollande de ser o responsável pelas fugas de informação que estão a minar a sua candidatura à presidência. Numa entrevista à France 2, o candidato de Os Republicanos (direita) disse que o Presidente é o organizador de um "gabinete negro" que está na origem das notícias — o emprego fictício que terá dado à mulher e aos filhos, o empréstimo de 30 mil euros que não declarou às finanças, os fatos de milhares de euros que recebeu de presente de um amigo milionário, e que lhe valeram uma investigação no âmbito da qual já foi constituído arguido.

Num comunicado, o chefe de Estado condenou "com veemência as acusações". "O executivo nunca interveio em qualquer processo judiciário", reagiu o Eliseu, citado pelo jornal Le Monde. Com as suas declarações, o candidato está a criar "perturbações" na campanha. "O escândalo não diz respeito ao Estado mas a uma pessoa que terá que responder perante a justiça", concluiu o comunicado.» [Público]
   
Parecer:

O homem não ganhou nada, a culpa é do gabinete negro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 A culpa é outra vez do Benfica
   
«Olá, Bruxelas, adeus défices excessivos. O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta sexta-feira que o défice orçamental provisório de 2016 foi de 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB), inferior ao referencial mágico de 2,5%.

Para 2017, a previsão do INE é de 1,6%. E vai esta sexta-feira notificar a União Europeia, abrindo caminho ao encerramento do Procedimento por Défices Excessivos (PDE) aplicado a Portugal desde 2009.

O Pacto de Estabilidade e Crescimento estabelece para o défice orçamental um limite de 3% do PIB, uma meta que ficou mais exigente (2,5%) em troca da benevolência do Conselho Europeu que abdicou da aplicação de sanções, depois de uma longa série de défices excessivos.» [Expresso]
   
Parecer:

O Benfica deve estar metido nesta coisa do défice ter ficado nos 2,1%.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Elogie-se o trabalho de Centeno.»

 O DAESH  atacou em Barcelos
   
«Quatro pessoas foram mortas "com arma branca" esta sexta-feira em Barcelos. O autor do crime, de 60 anos, foi detido esta manhã e já confessou às autoridades, segundo o comandante do destacamento da GNR de Barcelos.

"Já foi identificado o autor confesso dos crimes", disse no local o comandante Adelino Silva, acrescentando que "os homicídios foram com arma branca através de ataque à zona do pescoço das vítimas".» [DN]

blog comments powered by Disqus