quarta-feira, novembro 20, 2013

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo flor-formiga_zpsd7f7b2d6.jpg
     
BIODIVERSIDADE EM LISBOA
Flor do Parque Florestal de Monsanto
  
 Jumento do dia
    
Ângelo Correia, progenitor ideológico de Passos Coelho

Ainda há quem tenha paciência para ouvir este velho e enriquecido cavaquista?

«Depois de o gabinete do primeiro-ministro Passos Coelho ter confirmado que Vasco Rato é o novo presidente da FLAD, esta terça-feira em declarações ao semanário Expresso o social-democrata Ângelo Correia comenta tratar-se de “uma boa solução”.PUB

“A escolha do dr. Vasco Rato para presidente da FLAD é das raras escolhas do senhor primeiro-ministro”, afirma Ângelo Correia que, recorda o semanário Expresso, enquanto conselheiro de Passos Coelho na corrida à liderança do PSD, foi contra a escolha de Vasco Rato para responsável pelas Relações Internacionais no partido.

Agora, Ângelo Correia considera que para ocupar a presidência da FLAD, o nome de Rato “é uma solução boa para o primeiro-ministro, boa para o próprio, boa para os Estados Unidos e boa para Portugal", por tratar-se de “um académico muito ligado à cultura norte-americana”.» [Notícias ao Minuto]
 
 Obrigadinho ó Joseph Blatter!
 
 photo Ronaldo_zpsfe209e6d.jpg
 
      
 A abominável opinião do dr. Neves
   
«Como é possível achar uma catástrofe o salário mínimo chegar aos quinhentos euros?

Não é tanto aquilo que João César das Neves diz que arrepia; é a forma como o exprime. Este católico, que foi um precioso auxiliar de governante e um alto quadro da época do dinheiro para tudo, transmite hoje em dia uma severa e castigadora mensagem com um olhar fulminante que mais lembra o de um fundamentalista.

César das Neves recorre ao "sound bite" sistemático para propalar a partir da sua cátedra o que acha serem verdades para fazer escola, mas não se lhe ouve um acto de contrição por ter sido parte de escolhas que mandaram para casa trabalhadores em plena idade produtiva para libertar as empresas à conta da Segurança Social, engrossando lucros e balanços para facilitar privatizações altamente rentáveis. E isso aconteceu quando ele era um consultor influente do governo, quadro do Banco de Portugal, onde teve, também ele, um poiso e um regaço cumulativo.

Com tanta bagagem, tanta ciência e tanto mestrado, não há, porém, nota dele na economia real e verdadeira das empresas. Mesmo assim, fala sobre o que seria uma catástrofe nacional se o salário mínimo chegasse aos astronómicos quinhentos euros, quando, por exemplo, na Irlanda é cerca de três vezes mais.

Como não podia deixar de ser, César das Neves, numa elucidativa entrevista ao "Diário de Notícias", atira-se também ao Tribunal Constitucional, com o hilariante argumento de que não faz análises jurídicas mas políticas. Ora se a Constituição é uma lei política, como seria possível fazer leituras que não envolvessem considerações sobre direitos e questões de igualdade?

No seu discurso, o professor diz também muitas coisas certas, mas sente-se nele uma permanente necessidade de se afirmar como quem procura seguidores ou até criar escola, através de proclamações bombásticas e fulgurantes, como a de que "subir o salário mínimo é a melhor maneira de destruir a vida dos pobres", ou de que "há uma data de gente a falar de pobres que não são pobres e que em nome dos pobres querem defender o seu, a fingir que são pobres".

Pobres os que usam uma linguagem dessas, isso sim! Pobres porque não percebem que há uma classe média que trabalhou fora da universidade, do Banco de Portugal e dos gabinetes governamentais cumprindo ao longo de anos horários e deveres e que hoje em dia tem medo do futuro ou do empobrecimento para o qual a estão a empurrar irremediavelmente. O que essa gente recebe como salário é contrapartida de trabalho e esforço efectivo. Quanto aos que são pensionistas e vão tendo algum conforto mas estão preocupados e por isso falam publicamente, é bom lembrar que recebem em função de descontos efectuados em concreto por eles próprios e pelas empresas para as quais trabalharam.

Quando se ouvem afirmações peremptórias e absolutas proferidas por alguns católicos, percebem-se perfeitamente os problemas que enfrenta o Papa Francisco e a dificuldade que vai sentir para tornar mais consensual e actualizada a mensagem da Igreja. Esperemos que o Santo Padre tenha êxito.» [i]
   
Autor:
 
Eduardo Oliveira Silva.
   
   
 Reitores cortam relações com o governo
   
«Aos cortes no financiamento do Estado ao ensino superior, os reitores respondem com um corte de relações com o Governo. O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) anunciou nesta terça-feira que não vai continuar a comunicar com a tutela sobre o Orçamento do Estado (OE), suspendendo também a sua participação na reorganização da rede do sector, processo do qual diz estar a ser afastado.

O CRUP decidiu “suspender os contactos com o Governo” em matéria de financiamento do ensino superior. As reivindicações dos reitores não são novas, uma vez que, desde a apresentação da proposta de OE para 2014, os responsáveis das universidades vêm falando num corte que pode chegar a 30 milhões de euros, o dobro do que estava previsto nas primeiras negociações, que decorreram no Verão.» [Público]
   
Parecer:

Este governo ainda vai ser o governo da Ilha do Pessegueiro.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 A Santinha da Horta Seca anuncia mais milgres 
   
«A OCDE prevê que a economia portuguesa recue 1,7% este ano e que volte ao crescimento em 2014, mas apontando para um crescimento de apenas 0,4%, metade do previsto pelo Governo e pela 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu).

"A OCDE vem confirmar que Portugal vai ter um ano de crescimento" em 2014, afirmou o ministro, que está em Moscovo, no âmbito de uma missão de captação de investimento para Portugal liderada pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, que termina na quarta-feira.» [DN]
   
Parecer:

Este homem é mais profícuo do que a Santinha da Ladeira.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Reze-se à Santinha d Horta Seca para que nos conceda o milagre..»
     

   
   
 photo Ambre-de-lAlPe-4_zpse4e2dab1.jpg

 photo Ambre-de-lAlPe-5_zpsa248ce5e.jpg
 
 photo Ambre-de-lAlPe-3_zps8dde7eaf.jpg

 photo Ambre-de-lAlPe-2_zpsc6b07752.jpg
 
 photo Ambre-de-lAlPe-1_zps39f38995.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus