quinta-feira, dezembro 25, 2014

Faço minhas as palavras de Passos Coelho

É a mensagem que Passos Coelho deixou no Facebook no Natal de 2012, mas são actuais e faço minha esta sua mensagem, ainda que com algumas correcções a vermelho :

Amigos,

Este não foi o Natal que merecíamos, pelo menos aqueles que não votaram em mim e não têm culpa do meu extreemismo ideológico assente numa total ignorância em matéria de política económica
  
Muitas famílias não tiveram na Consoada os pratos que se habituaram porque acho que estavam a abusar e senti-me no direito de lhes cortar brutalmente nos vencimentos e pensões. Muitos não conseguiram ter a família toda à mesma mesa porque os filhos abandonaram o país a bem das estatísticas do desemprego. E muitos não puderam dar aos filhos um simples presente.
  
Já aqui estivemos antes pois apareço sempre nesta ocasiões com o discurso do remediado. Já nos sentámos em mesas em que a comida esticava para chegar a todos, já demos aos nossos filhos presentes menores porque não tínhamos como dar outros. Mas a verdade é que para muitos, este foi apenas mais um dia num ano cheio de sacrifícios, e penso muitas vezes neles e no que estão a sofrer.
  
A eles, e a todos vós, no fim deste ano tão difícil em que tanto já nos foi pedido, peço apenas que procurem a força para, quando olharem os vossos filhos e netos partirem, o façam não com pesar mas com o orgulho de quem sabe que os sacrifícios que fazemos hoje, as difíceis decisões que estamos a tomar, fazemo-lo para que os nossos filhos tenham no futuro um Natal melhor, algures em terras estrangeiras.
  
A Laura e eu desejamos a todos umas Festas Felizes.
  
Um abraço,
Pedro.
blog comments powered by Disqus